conecte-se conosco


Política MT

Educadores recebem moções de aplausos pelos 50 anos do curso de pedagogia da UFMT

Publicado

Sessão Especial comemorou 50 anos do curso de Pedagogia da UFMT

Foto: Ronaldo Mazza

Quarenta e sete educadores foram homenageados na noite de quinta-feira (12), durante sessão especial que comemorou os 50 anos do curso de pedagogia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), câmpus Cuiabá. A solenidade foi requerida pelo deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) e também contou com a participação do deputado estadual e professor Wilson Santos (PSDB).

“Quero deixar meus parabéns para todos os alunos, técnicos, professores que passaram por esse curso ao longo de 50 anos. Como delegado de polícia, eu sempre procurei alinhar o trabalho de ações policiais, mas também o trabalho preventivo dentro das escolas. Acredito que se nos últimos 30 anos, o Brasil tivesse realmente investido em educação como deveria ser feito, investido na estrutura das escolas e das faculdades, dando todo apoio aos educadores e gestores educacionais, hoje não precisaríamos estar investindo na construção de mais penitenciárias ou cadeias”, afirmou o Delegado Claudinei.

Durante o discurso, o deputado Claudinei lamentou a morte de um dos fundadores da UFMT, Benedito Pedro Dorilêo, que faleceu no mesmo dia da homenagem, aos 85 anos de idade. “Deixo minhas condolências para toda a família do professor Benedito, que nos deixou hoje, mas o seu nome entra para a história de Mato Grosso, da UFMT e para a história da educação”, ressaltou.

Na oportunidade, o doutor em educação Adelmo Carvalho da Silva falou em nome dos homenageados e agradeceu à Assembleia Legislativa, em nome do presidente da Casa de Leis, Eduardo Botelho (DEM), e, em especial, ao deputado Claudinei por requerer a solenidade. “Temos muito orgulho do feito, de termos sobrevivido meio século de muitas histórias, de lutas, de lutas políticas, de responsabilidade pela educação de Mato Grosso. A caminhada que fizemos ao formarmos professores e outros profissionais da educação para funções de destaque no cenário estadual e nacional, na docência do ensino superior, pesquisa e gestão educacional. Docente, discentes, técnicos e alunos, egressos representam nos mais diversos cargos no cenário político estadual, municipal e federal”, declarou Adelmo.

O deputado Wilson Santos também parabenizou os profissionais homenageados, lembrou que o curso de pedagogia foi criado um ano antes da UFMT e depois o curso foi incorporado à universidade. “Professor é aquele que repassa tudo que sabe, rigorosamente tudo que aprendeu e também aprende com o que ensina”. O parlamentar lamentou ainda o fato de o ministro Alexandre de Moraes, membro do Supremo Tribunal Federal (STF), ter concedido medida cautelar pleiteada pelo governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), suspendendo trechos da Constituição de Mato Grosso que determinam a aplicação de no mínimo 35% da receita de impostos na educação. “Infelizmente, recebemos essa triste decisão e vamos recorrer porque sendo assim, só em 2020, a Secretaria de Estado de Educação perde no ano que vem R$ 300 milhões”, completou.

Investigador da Polícia Civil que atua na área de Polícia Comunitária, Ademar Torres destacou a iniciativa do deputado Claudinei pela realização da solenidade e de respeito, sobretudo, à figura do professor. Pela Polícia Comunitária, Ademar realiza palestras em escolas, levando projetos como o “De Cara Limpa contra as Drogas” e “De Bem com a Vida”. “O pouco que a gente faz junto com a Polícia Civil também é atuar junto à educação”.

Já o reitor em exercício da UFMT, Evandro Soares da Silva, falou que muito mais que ensinar e formar outros profissionais, os educadores, pedagogos trabalham no ensino à pesquisa, atuam na educação básica, na revisão de todos os projetos políticos pedagógicos da universidade, os projetos pedagógicos da educação infantil, entre outros. “A UFMT foi pioneira no processo de educação a distância, numa época em que ainda nem havia computadores. Íamos ao norte do estado de Mato Grosso com o curso de pedagogia, que começou esse projeto da democratização e do acesso à educação superior neste estado. Isso é motivo de muita alegria, orgulho e satisfação”, afirmou o reitor.

Entre os que receberam a moção de aplausos, além de Adelmo, estão: Alexandre dos Anjos; Ana Lara Casagrande; Ana Lúcia Nunes Vilela; Ana Luisa Cordeiro; Bárbara de Oliveira; Bárbara Pérez; Candida da Costa; Cassia dos Santos; Celso Prudente; Cleriston Petry; Cristiane Koehler; Darci Secchi; Delarim Gomes; Edson Caetano; Elizabeth Figueiredo de Sá; Elni Willms; Filomena Monteiro; Glauce Viana; Izumi Nozaki; Jorcelina Fernandes; Katia Morosov, Márcia dos Santos Ferreira; Marcos Caron; Marlene Gonçalves; Marta Darsie; Michele Tomoko Sato; Nilce Ferreira; Nilza Araújo; Ozerina de Oliveira; Rose da Silva; Rosemery Petter; Rosinete dos Reis; Rúbia Yatsugafu; Rute Palma; Sandra Lorensini; Sérgio dos Santos; Silas Monteiro; Sueli Fanizzi; Suely de Castilho; Taciana Mirna Samorano; Tatiane Dias; Terezinha de Souza; Antônio do Nascimento; Myrian Serra; Marioneide Kliemaschewsk e Jacy Ribeiro Proença.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Na TV, Mauro Mendes volta a exortar a união dos prefeitos para o sucesso no combate à pandemia

Publicado

O governador Mauro Mendes reforçou que o momento é de união entre Estado e municípios para salvar vidas e combater o coronavírus. Ele citou as parcerias firmadas com as prefeituras para abertura de mais leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) como exemplo dessa união.

“Muitos prefeitos estão com dificuldade para abrir UTIs, seja para comprar os equipamentos – e essa é uma dificuldade em todo o país – seja para contratar profissionais. Por isso, o Estado tem trabalhado para a abertura conjunta dos leitos. O município habilita a UTI e o governo vai ajudar a custear essa Unidade, junto com o Ministério da Saúde. Serão R$ 2 mil pagos por dia por UTI para as prefeituras”, disse Mendes nesta sexta-feira (03.07), durante entrevista no MTTV 1ª edição, da TV Centro América.

“O governo também está ajudando com os equipamentos que já conseguimos comprar e entregando aos municípios, como no caso dos respiradores que entregamos para que Cuiabá e Rondonópolis possam abrir mais leitos e ainda contratar profissionais de saúde para reforçar o quadro nos hospitais estaduais. Mas o certo é que todos precisam trabalhar juntos para que possamos vencer essa doença”, completou o governador.

Mauro Mendes acredita que as parcerias firmadas pelas administrações estadual e municipais vão garantir a melhora na rede de saúde de Mato Grosso, uma vez que nas próximas semanas pelo menos mais de 150 leitos de UTI serão abertos em todo o Estado.

“Este é um momento de todos trabalharem juntos, como estamos fazendo, nos empenharmos na abertura de leitos e nos ajudarmos naquilo que for necessário”, declarou.

Ele argumentou ainda que todos os gestores, estadual e municipais, têm ainda responsabilidades para diminuir a propagação da Covid-19 e que uma das medidas é a adoção de um isolamento social mais restritivo, que deve ser decidido pelos prefeitos, porém, com total apoio do Estado.

“Já determinei que a Polícia Militar atue ostensivamente no apoio às medidas restritivas adotadas pelos municípios e reforce a fiscalização para garantir que as decisões por eles tomadas sejam cumpridas. Nesse momento, temos que fazer o que é certo para salvar vidas”, afirmou.

Ainda durante a entrevista, o chefe do Executivo Estadual alertou para que todos os mato-grossenses procurem um médico logo que sentirem os primeiros sintomas da doença, para que sejam medicados no início, evitando o agravamento da situação e a necessidade de internação.

“Para isso, estamos comprando os remédios que fazem parte do tratamento da Covid-19 e vamos entregar aos prefeitos para que o paciente saia do posto de saúde, de qualquer município, já medicado. Esse protocolo vai salvar muitas vidas em Mato Grosso”, disse.

 

Continue lendo

Política MT

Mendes anuncia aulas não-presenciais no dia 3 de agosto e contratação de interinos na Seduc; VEJA VÍDEO

Publicado

O governador Mauro Mendes afirmou que o Estado de Mato Grosso planeja reiniciar as aulas de forma não-presencial (online e off-line), a partir de agosto, e realizar já nos próximos dias a contratação dos professores interinos.

O planejamento da retomada do calendário escolar ainda será discutido, na semana que vem, com a Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), com as assessorias pedagógicas, e também com prefeitos e demais membros da comunidade escolar.

O plano de retomada foi elaborado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e alinhado com o governador nesta sexta-feira (03.07).

“O planejamento da Seduc é reiniciar as aulas não-presenciais, a partir do dia 3 de agosto. Porque elas poderão ser contabilizadas no calendário escolar deste ano e, para tanto, começar a chamar os professores substitutos, professores interinos que poderão compor a grade curricular e complementar as aulas necessárias em todo o estado de Mato Grosso”, afirmou Mendes, destacando que o Governo já tem transmitido conteúdos pela TV Assembleia e apostilas.

De acordo com o governador, as aulas online são uma alternativa para que os estudantes não percam o ano letivo em razão da pandemia. O gestor ponderou que os alunos que não tiverem internet ou contarem com dificuldade de conexão, a Seduc irá disponibilizar conteúdos e tarefas de forma off-line.

Para Mendes, além de reduzir os danos à formação dos estudantes, a medida também beneficia os professores interinos, que serão chamados para lecionar nesta modalidade.

“Os professores interinos serão chamados e passarão por processo de qualificação, assim como todos os demais professores e profissionais da Educação para que possamos iniciar as aulas não-presenciais no Estado. As aulas presenciais ainda não temos previsão e vamos aguardar a continuidade da pandemia e discutir com os prefeitos quando poderemos inicia-las”, ressaltou.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana