conecte-se conosco


Várzea Grande

Educação promove formação para técnicos que atendem alunos inclusos nas escolas da rede municipal

Publicado


A Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Smecel) promove no mês de setembro curso de formação para Técnicos de Desenvolvimento Educacional Especializado (TDEEs) que atendem alunos da educação especial e inclusiva nas escolas da rede municipal de ensino. O curso vai contemplar cerca de 200 técnicos efetivos e contratados.

A coordenadora de formação da Smecel, Vanilda Mendes, explica que serão quatro encontros presenciais, uma vez por semana, sempre às sextas-feiras, contabilizando carga horária de 40 horas. Esses encontros obedecem todos os protocolos de biossegurança. A carga horária também inclui complementação através do desenvolvimento de atividades práticas realizadas na escola com os alunos.

Os conteúdos abordados referem-se ao histórico da educação especial inclusiva, enfatizando os tipos de deficiência, seu atendimento e a proposta de inclusão, contemplando também a área da saúde. “A formação visa proporcionar aos TDEEs da área da educação especial e inclusiva o conhecimento de teorias e práticas para que desenvolvam o trabalho nas unidades de ensino de maneira mais eficaz, ajudando no desenvolvimento dos alunos com deficiência, tanto na parte cognitiva, quanto na parte motora”, ressalta.

Segundo a coordenadora-geral do Centro Municipal de Atendimento e Apoio à Inclusão João Ribeiro Filho, Benedita Loadir Pereira Leite, a formação pretende oportunizar conhecimentos na área da educação especial inclusiva aos TDEEs para que desenvolvam seus trabalhos de forma integrada, tendo conhecimento das deficiências e patologias dos seus alunos, bem como a prática para o desenvolvimento destes no processo de aprendizagem. “Através desse trabalho integrado do TDEE com o professor é que vamos ter melhores resultados na aprendizagem dos alunos com deficiência”, acrescentou.

A formação também vai promover reflexão acerca da prática com os TDEEs para que compartilhem suas experiências e conhecimentos referentes aos alunos atendidos e suas necessidades, com o intuito de desenvolver práticas que contribuam para o desenvolvimento dos mesmos. “Queremos subsidiar profissionais desta rede para ações e procedimentos pedagógicos capazes de favorecer a educação, além de possibilitar aos alunos com deficiência uma aprendizagem significativa, tanto nas salas de recursos quanto nas salas comuns de ensino regular, de modo que a educação especial inclusiva ocorra de forma colaborativa e integrada ao ensino comum”, destacou a coordenadora.

A subsecretária da Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Maria Alice de Barros, destacou que a rede municipal de Várzea Grande tem um trabalho diferenciado e especial para atender os alunos da educação inclusiva. “Essa formação dos TDEEs busca justamente a melhoria do atendimento aos alunos inclusos, buscando sempre a melhoria do ensino-aprendizagem”, ressalta.

A programação inclui palestras com os seguintes temas: “Políticas e Práticas na educação especial inclusiva”, proferida pela professora Sebastiana Almeida Souza; “Conhecendo e compreendendo a saúde mental dos alunos com deficiência na pandemia”, com a psicóloga Analinda de Siqueira; “Orientação e locomoção dos alunos com deficiência visual e baixa visão”, com a professora Pierina Zanioli; “Autopercepção da mastigação e deglutição”, pelas fonoaudiólogas Isabelle Delmondes e Elisabete Pereira de Moraes.

Contará ainda com uma palestra sobre primeiros socorros e Estudo Orientativo dos TDEEs, com as professoras Neryne Fransosi e Zélia Alves Vidal.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Várzea Grande

Várzea Grande fecha o Ginásio do Fiotão por dois dias para dessanitização

Publicado


Seguindo as determinações da própria Vigilância Epidemiológica e Sanitária de Várzea Grande, um dos pontos mais importantes da Campanha de Vacinação contra a COVID 19, o Ginásio Poliesportivo Júlio Domingos de Campos – FIOTÃO, não funcionará nesta terça e quarta-feira (28/29), em função da dessanitização que será feita em todas suas dependências.

“Todas as dependências aonde são realizadas vacinação realizam serviços de limpeza mais apurada, mas como o FIotão tem grandes dimensões, e em vários locais e salas foi colocado um carpete em cima da quadra poliesportiva, se faz necessário este tipo de procedimento em prol da própria saúde das pessoas”, disse Relva Cristina de Oliveira superintendente de Saúde.

Ela estimou que das quase 300 mil doses aplicadas de vacinas contra a COVID 19, cerca de um 100 mil foram aplicadas no Ginásio do Fiotão que se tornou um ponto estratégico por causa da localização central e, ao lado do Terminal Rodoviário André Maggi,  que permite facilidade no acesso para aqueles que não dispõe de veículo próprio.

“Para as pessoas saberem da importância do Fiotão, apenas nesta última sexta-feira (24), quando realizamos o terceiro ‘Sextou Vacina VG’ foram vacinadas mais de 5.000 pessoas em um único dia, o que demonstra a importância do local para o planejamento preparado pela equipe do secretário Gonçalo Barros”, frisou Relva Cristina.

Ela ponderou ainda que diferente de outros locais como o Centro Universitário UNIVAG, o Parque Berneck e o Jardim dos Estados, o Ginásio do Fiotão tem muitas dependências fechadas que levaram as Vigilâncias Epidemiológicas e Sanitárias a recomendarem a dessanitização que é realizada por empresa especializada e com anuência da ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Continue lendo

Várzea Grande

Prefeito e secretário de Saúde lamentam morte do diretor da UPA Ipase

Publicado


O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, e o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, registram com profundo pesar a morte neste sábado (25), do médico George da Costa Melo, de 39 anos.

George era diretor da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Ipase, em Várzea Grande, e, estava internado desde o dia 08 de agosto após ser vítima de um acidente de avião. O médico e outras três pessoas voltavam de uma pescaria, porém após a decolagem em Porto Jofre, no Pantanal, sentido Cuiabá, a aeronave caiu por falta de combustível.

No período em que ficou hospitalizado, familiares e amigos chegaram a fazer campanha de doação de sangue para ajudar na recuperação. Porém, o quadro de saúde se agravou na manhã deste sábado e ele não resistiu aos ferimentos provocados pela queda da aeronave.

“Com muita tristeza recebi a notícia da morte precoce do médico George da Costa Melo, que muito contribuiu com a saúde pública de Várzea Grande. Quero deixar meus sinceros sentimentos de pesar à toda família, colegas de trabalho e todos que com ele conviveram. Que Deus possa dar o conforto neste momento de dor”, externou Kalil Baracat.

O secretário de Saúde, Gonçalo de Barros pontuou que George “era um profissional dedicado e comprometido. Todos os colegas de trabalho estão abalados. Expressamos nossa solidariedade aos familiares, amigos e à população da cidade. É uma perda irreparável”.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana