conecte-se conosco


Várzea Grande

Educação e DAE-VG lançam concurso sobre uso consciente da água para estudantes da rede municipal

Publicado


O Departamento de Água e Esgoto de Várzea Grande (DAE/VG) e a Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Smecel) criaram o 1º Concurso em Educação Ambiental: Uso consciente da água em tempos de pandemia, voltado para alunos do Ensino Fundamental das escolas públicas municipais de Várzea Grande, visando conscientizar os estudantes sobre a importância da água e seu uso consciente para despertar e fortalecer a responsabilidade socioambiental.

O edital do concurso foi publicado no Diário Oficial Eletrônico dos Municípios (AMM) que circulou no dia 10/06. A iniciativa tem o objetivo de fomentar e promover a criatividade dos alunos por meio de produções artísticas e gêneros textuais sobre a importância do uso consciente da água.

De acordo com o diretor presidente do DAE/VG, Carlos Alberto Simões de Arruda, a iniciativa foi tomada devido ao aumento do desperdício de água no Brasil, segundo estudo do Instituto Trata Brasil feito em parceria com a Water.org. Os dados mostram que, em 2015, 36% da água potável produzida no país foi perdida durante a distribuição. Em 2018, o índice atingiu 38%. Já em 2019, o ano mais recente com os dados disponibilizados, a média nacional de desperdício subiu para 39%.

“Isso significa que, a cada 100 litros de água captada da natureza e tratada para se tornar potável, quase 40 litros se perdem por conta de vazamento nas redes, fraudes, “gatos” e outros problemas”, explica Carlos Alberto.

Especificamente sobre o caso de Várzea Grande, o município está entre as 100 maiores cidades do país com maior desperdício de água potável, de acordo com ranking de saneamento básico divulgado pelo Instituto Trata Brasil. O índice de perdas na distribuição em Várzea Grande ocupou a 91º posição, com índice de desperdício de 59%. Diretamente relacionado às perdas na distribuição, aparece a perda de faturamento, onde Várzea Grande ocupa a 93ª posição, com 61% de perda.

Outro fator que dificulta o abastecimento no município são as ligações irregulares, os chamados “gatos”. Várzea Grande possui em torno de 40 mil ligações irregulares em um universo em torno de 80 a 90 mil ligações.

“Por isso é preciso iniciar um trabalho de conscientização com as novas gerações, para que o uso racional da água se torne parte da rotina da nossa sociedade”, explica Carlos.

Concurso – O 1º Concurso em Educação Ambiental: Uso consciente da água em tempos de pandemia será dividido em três modalidades: CBAC: Desenho colorido criado manualmente pelos alunos papel A4 com lápis de cor, caneta colorida ou giz de cera; 4 º e 5º anos: Desenho colorido criado manualmente pelos alunos papel A4 com lápis de cor, caneta colorida ou giz de cera; 6º ao 9º anos: redação, poesia ou poema com no máximo 25 linhas criado manualmente pelos alunos.

Serão premiados com mochilas os participantes que ficarem em terceiro lugar, tablet para quem ficar em segundo e bicicleta para os vencedores de cada modalidade. As escolas participantes receberão certificados digitais. Além disso, a premiação contará com certificados para todos os alunos participantes pré-selecionados na escola e medalhas para todos os competidores finalistas de cada modalidade.

“A Educação de Várzea Grande tem trabalhado as questões de sustentabilidade junto aos alunos da rede municipal por meio da equipe da Educação Ambiental da Smecel e essa parceria com o DAE, através desse concurso, vem reforçar ainda mais as ações de conscientização”, afirmou o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Silvio Fidelis.

O Edital completo, bem como a ficha de inscrição, está disponível no Diário Oficial dos Municípios – Mato Grosso nº  3.746 de 10 de junho de 2021.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Várzea Grande

Várzea Grande fecha o Ginásio do Fiotão por dois dias para dessanitização

Publicado


Seguindo as determinações da própria Vigilância Epidemiológica e Sanitária de Várzea Grande, um dos pontos mais importantes da Campanha de Vacinação contra a COVID 19, o Ginásio Poliesportivo Júlio Domingos de Campos – FIOTÃO, não funcionará nesta terça e quarta-feira (28/29), em função da dessanitização que será feita em todas suas dependências.

“Todas as dependências aonde são realizadas vacinação realizam serviços de limpeza mais apurada, mas como o FIotão tem grandes dimensões, e em vários locais e salas foi colocado um carpete em cima da quadra poliesportiva, se faz necessário este tipo de procedimento em prol da própria saúde das pessoas”, disse Relva Cristina de Oliveira superintendente de Saúde.

Ela estimou que das quase 300 mil doses aplicadas de vacinas contra a COVID 19, cerca de um 100 mil foram aplicadas no Ginásio do Fiotão que se tornou um ponto estratégico por causa da localização central e, ao lado do Terminal Rodoviário André Maggi,  que permite facilidade no acesso para aqueles que não dispõe de veículo próprio.

“Para as pessoas saberem da importância do Fiotão, apenas nesta última sexta-feira (24), quando realizamos o terceiro ‘Sextou Vacina VG’ foram vacinadas mais de 5.000 pessoas em um único dia, o que demonstra a importância do local para o planejamento preparado pela equipe do secretário Gonçalo Barros”, frisou Relva Cristina.

Ela ponderou ainda que diferente de outros locais como o Centro Universitário UNIVAG, o Parque Berneck e o Jardim dos Estados, o Ginásio do Fiotão tem muitas dependências fechadas que levaram as Vigilâncias Epidemiológicas e Sanitárias a recomendarem a dessanitização que é realizada por empresa especializada e com anuência da ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Continue lendo

Várzea Grande

Prefeito e secretário de Saúde lamentam morte do diretor da UPA Ipase

Publicado


O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, e o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, registram com profundo pesar a morte neste sábado (25), do médico George da Costa Melo, de 39 anos.

George era diretor da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Ipase, em Várzea Grande, e, estava internado desde o dia 08 de agosto após ser vítima de um acidente de avião. O médico e outras três pessoas voltavam de uma pescaria, porém após a decolagem em Porto Jofre, no Pantanal, sentido Cuiabá, a aeronave caiu por falta de combustível.

No período em que ficou hospitalizado, familiares e amigos chegaram a fazer campanha de doação de sangue para ajudar na recuperação. Porém, o quadro de saúde se agravou na manhã deste sábado e ele não resistiu aos ferimentos provocados pela queda da aeronave.

“Com muita tristeza recebi a notícia da morte precoce do médico George da Costa Melo, que muito contribuiu com a saúde pública de Várzea Grande. Quero deixar meus sinceros sentimentos de pesar à toda família, colegas de trabalho e todos que com ele conviveram. Que Deus possa dar o conforto neste momento de dor”, externou Kalil Baracat.

O secretário de Saúde, Gonçalo de Barros pontuou que George “era um profissional dedicado e comprometido. Todos os colegas de trabalho estão abalados. Expressamos nossa solidariedade aos familiares, amigos e à população da cidade. É uma perda irreparável”.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana