conecte-se conosco


Opinião

ÉDER MORAES DIAS – Sentimentos a Serem Agigantados Capítulo X CARIDADE

Publicado

Fechando a série de dez artigos com fundamentação bíblica, encerramos com o Sentimento a Ser Agigantado dentro de cada um de nós: a CARIDADE. “Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor. Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados. Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros”, 1 João 4:7-11.

A Caridade é a prática do amor. Em outras palavras, a caridade é o amor em prática. Quando lemos, em João 3.16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu filho unigênito para que todo aquele que Nele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna”, vemos que o amor de Deus não se limitou somente a sentimentos ou emoções. O amor de Deus foi colocado em prática e demonstrado, quando nos foi dado seu bem mais precioso, que é o seu Filho amado. Deus não perguntou se queríamos amá-lo, Ele simplesmente nos amou. Deus não perguntou se queríamos o sacrifício de seu Único Filho, Ele simplesmente O ofereceu por todos nós.

O verdadeiro amor é sacrificial. O verdadeiro amor importa em atos e atitudes, como diz o apóstolo Paulo, em I Coríntios, 13: 4-8: “O amor é sofredor; é benigno; não é invejoso; não trata com leviandade; não se ensoberbece; não se porta com indecência; não busca os seus interesses; não se irrita; não suspeita mal; não folga com a injustiça; folga com a verdade; tudo sofre; tudo crê; tudo espera; tudo suporta; nunca falha.”

Amor que não se sacrifica em favor do próximo, não é amor, é egoísmo e arrogância. O apóstolo João ainda escreveu, em I João, 3: 16-18: “Conhecemos o amor nisto: que Ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos. Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus? Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.” Portanto, é necessário que amemos também os nossos irmãos, pois quem não ama a seu irmão, é homicida e mentiroso. Não há nele a vida eterna e nem a presença de Deus e do Espírito Santo.

O amor não consiste em apenas amar os irmãos, mas amar também os inimigos. Amar aqueles que nos odeiam. Amar aqueles que nos desprezam e nos maltratam. Amar da mesma forma que Deus nos amou. Precisamos amar incondicionalmente, pois se não aprendermos a amar, não conheceremos e não veremos a Deus.

Alguém pode perguntar: como faço para amar, visto que não consigo? Uma das respostas está em Romanos, 5:5, que diz: “Porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.” Se o Espírito Santo de Deus habita em você, você começará a amar e a sentir esse amor, que só Ele pode proporcionar-lhe. É necessário querer amar para que a obra de Deus comece a ser feita em sua vida. Entregue a Ele todos os seus sentimentos e emoções, peça ao Espírito Santo para encher sua vida e verá o amor de Deus brotando em seu coração. Entregue-se a Deus e o deixe operar a verdadeira vida e o verdadeiro amor em seu ser.

Há um hino antigo que diz assim: “Deixa Jesus encher a tua vida, com seu Espírito e seu amor; Encher teu coração de gozo e louvor; Deixa Jesus cuidar das coisas que te fazem infeliz…”. Então, sejamos em Cristo pelo seu amor e que aprendamos a amar, pois Jesus disse que seríamos conhecidos por amarmo-nos uns aos outros.

Deixo uma oração de agradecimento e reconhecimento. “Meu Deus e meu Pai, em Nome do Senhor Jesus Cristo dobro meus joelhos ante sua Santidade. Reconheço que não tenho amado ao meu próximo. Reconheço que meu coração está endurecido e até insensível. Nesta hora, peço perdão por meus pecados e também pelo sentimento ruim de ódio e insensibilidade. Pai! Perdoa-me e purifique-me no poder do sangue de Jesus Cristo. Que o Espírito Santo venha encher a minha vida e fazer-me transbordar em amor. Mude meus olhos, mude meu coração, mude minha vida, Pai! Que seja como Teu Filho Jesus, no amor, no trato, na misericórdia, no perdão. Oro e agradeço-Te, no precioso nome de Jesus. Amém e Amém.

* ÉDER DE MORAES DIAS é Ex-secretário de Fazenda de Mato Grosso; Casa Civil MT; Secopa MT 2014; MT FOMENTO; Articulação Institucional em Brasília; Ex-Diretor de Portos da Metamat; Ex-secretário de Educação VG; Ex-secretário de Governo VG; Ex-secretário de Fazenda VG; Bacharel em Direito; Gestão Comercial; Gestão de Agronegócios; Pós Graduado em Direito Constitucional; Filosofia e Direitos Humanos; Governança Corporativa; MBA em Contabilidade, Economia e Administração de Empresas; MBA em Psicanálise Clínica, Cursando Procedimentos Gerenciais Tecnólogos, MBA Ciências Políticas e iniciante em TEOLOGIA.

publicidade
1 comentário

1 comentário

  1. Luciana

    11/05/2020 - 16:02 a 16:02

    Éder, L.M de curitiba precisa falar com você

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Opinião

JOSÉ DE PAIVA NETTO – Reforma da convivência planetária

Publicado

Dedico ao nobre espírito dr. Bezerra de Menezes (1831-1900) – respeitado homem público brasileiro, que faz jus ao título de o Médico dos Pobres e aniversariava em 29 de agosto – o artigo de hoje.

Amar de Alma pura é uma Lei, e, se soubermos vivê-la dignamente, nos elevaremos, renovando tudo à nossa volta. É semelhante a uma explosão de átomos de concórdia, iluminação que ocorrerá, passo a passo, à medida do nosso amadurecimento. Educar com Espiritualidade Ecumênica é transformar — e que seja naturalmente para melhor. Reformada a criatura, restaurado estará o planeta. Contudo, sabemos muito bem que tamanho sucesso não se dá de uma hora para outra. Alguns milênios são insignificantes em cálculo histórico espiritual. A maturação das mentes requer esforço, paciência… Descressem os que nos antecederam da realidade da vitória à frente do caminho, onde estaríamos? A Esperança não morre nunca! Ela é fundamental. A nossa Esperança é Jesus!

Jesus é o Libertador Divino. Ele afiançou que, se conhecermos a Verdade, claro que a Divina, ela nos tornará livres. Nada em termos tão apenas materiais concederá ao cidadão a sua carta de alforria. Ninguém aprisiona a Alma de um ser humano livre. Gosto de valer-me do exemplo do Gandhi (1869-1948). Muitas cadeias pegou na luta pela independência da Índia. Que realizava então na frieza do cárcere? Escrevia, e suas páginas constituíram-se bandeiras libertárias, não somente para o seu povo, como para outras nações. “Ah! Mas a humanidade não mudou muito!” Está-se modificando, sim. Há muita coisa boa que acontece. Todavia, o costume de a tudo ver sombrio não permite que às vezes o percebamos, porquanto exige de nós atenção constante. Por isso, existe um comando ainda invisível que disciplina os seres terrestres em suas confusões, fazendo com que, ao final, a vida prevaleça. De outro modo, a Terra já teria sido consumida pela insensibilidade de alguns. Basta lembrar a situação climática que mundialmente já nos devasta. Quem é porém mais eficiente, o Supremo Criador ou a cobiça desenfreada? Apesar das aparências, a atuação espiritual é bastante eficaz, pois a vida não se encontra aprisionada ao que consideramos definitivo. No entanto, é preciso que queiramos a reforma da convivência planetária. Se não a buscarmos, se permanecermos distraídos, aí os melhores fatos demorarão, tornando-se mais árdua a existência terrena, pela dificuldade de entendermos o que significa ser realmente Filhos de Deus.

José de Paiva Netto — Jornalista, radialista e escritor.

[email protected] — www.boavontade.com

Continue lendo

Opinião

PATRÍCIA GREGÓRIO E FÁTIMA MUNHOZ – Homens passaram a se preocupar com sua beleza e estética

Publicado

Beleza masculina e estética: por que não?! Cada vez mais, a rapaziada está antenada nos cuidados da saúde. Caso você ainda tem aquele pensamento que homem não precisa se cuidar, e que o mínimo que se tem que fazer é tomar banho e cortar o cabelo uma vez por mês, é melhor rever os seus conceitos. A época dos “homens das cavernas” já foi pessoal! Cada vez mais, eles estão investindo nos cuidados da saúde e estética para aumentar a autoestima e se sentir bem consigo mesmo.

Uma pesquisa realizada pela Euromonitor Internacional revela que 45% dos entrevistados se mostram vaidosos com a sua aparência, 54% tratam dos cabelos em locais especializados, como barbearias, e 40% frequentam regularmente consultórios de dermatologistas. Outra pesquisa, esta pela Google BrandLab, mostra um dado curioso. Houve um aumento de 44% no número de visualizações de vídeos voltados à estética masculina no Youtube, nos últimos três anos.

De acordo com a profissional Patrícia Gregório e Dr. Fátima Munhoz da MK clínica estética avançada fala sobre os procedimentos não invasivos, que está tendo uma alta procura, como procedimentos como a aplicação de toxina botulínica para a eliminação de rugas ou o preenchimento facial com ácido hialurônico, por exemplo, tem grande procura por homens que se cuidam, e querem um rosto mais masculinizado. “Há um ano, eu decidi encarar o pavor de agulhas e realizar a aplicação de ácido hialurônico para as olheiras e na região dos ossos zigomáticos, que são as famosas “maçãs do rosto” declararam João Victor Fadul e Victor Fernando.

Sentir-se bem, são as palavras de ordem das especialistas e ainda pontuam que “o homem não deixará de ser menos homem se cuidar da sua estética, ter confiança, autoestima e se sentir belo não faz mal a ninguém. Recomendamos!”.

Patrícia Gregório Especialista em Camuflagem de estrias, manchas, cicatrizes e olheiras – método Rodolpho Torres e Fátima Munhoz – CROMT: 4785; é Cirurgiã dentista; Implantes, Próteses e Harmonização orofacial.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana