conecte-se conosco


Política MT

Dr. Eugênio percorre mais de 3 mil quilômetros pelo Araguaia

Publicado

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O deputado Dr. Eugênio (PSB) seguiu viagem pela região do Araguaia, na última semana, percorrendo 3.564 mil quilômetros até segunda-feira (01.04), para ouvir as demandas da população de Água Boa , Barra do Garças,  Pontal do Araguaia, Confresa, Bom Jesus do Araguaia e Ribeirão Cascalheira.

O primeiro compromisso do parlamentar foi em Água Boa, onde entregou moção de aplausos aos policiais militares que impediram um roubo de aeronaves no aeroporto da cidade.  Estiveram presentes o comandante-adjunto, tenente-coronel Gyancarlos Cabello e seus comandados; o vereador Reginaldo Martins Del Colle de Nova Nazaré , imprensa e lideranças regionais, “É muito importante fazer a homenagem em nosso gabinete instalado aqui, em Água Boa. Quero que muitas outras cerimônias como esta sejam feitas aqui dentro, como forma de agradecer a amizade e confiança de todos da nossa cidade”, explicou o deputado estadual.

No outro dia (29.03) o deputado seguiu viagem para Barra do Garças onde participou da posse do tenente coronel , Antonio Gilyando Souza, no 5° Comando Regional da Polícia Militar da cidade. Ainda na posse Dr. Eugênio entregou em mãos a “Moção de Aplauso” , pelo *comando do  tenente comandar na ação que impediu o roubo de aviões em Água Boa. *

No mesmo dia o parlamentar visitou a cidade de Pontal do Araguaia, passando pela prefeitura e discutindo as demandas da cidade com o prefeito Gerson Rosa de Moraes (PSDB), “Vamos ter muitas oportunidades de ouvir a população da cidade. Este encontro foi para saber de fato todas as necessidades para que no futuro eu possa cobrar do Executivo as melhorias”, explicou.

Já em Confresa o deputado seguiu uma agenda por diversos órgãos, estabelecimentos públicos e visitas em emissoras de rádio local, além de uma reunião na câmara municipal. Dr. Eugênio visitou a prefeitura onde seguiu com o prefeito, Ronio Condão (PSDB) para uma visita ao hospital regional da cidade, “A visita ao hospital é muito importante, pois sou membro da Comissão de Saúde e quero vistoriar todos os hospitais regionais para que no fim possamos analisar cada caso”, relatou.

Após a visita ao hospital o parlamentar passou por algumas obras finalizadas e que ainda não foram entregues a população, como a Escola Tiradentes. Em seguida conheceu a 3° Companhia de Policia Militar, onde ouviu as demandas e gravou um vídeo para as redes sociais cobrando as necessidades expostas, “Ter apenas uma viatura para um grande numero de população, como de Confresa não traz segurança para os cidadãos da região. Além disso eu vi um prédio em ruínas em condições deploráveis”, contou no vídeo.

O parlamentar ainda visitou a unidade do Corpo de Bombeiros, onde também ouviu e recebeu demandas. No sábado (29.03) o deputado bateu um papo com a população da cidade na câmara dos vereadores, “Me simpatizei muito com a população local. Quero poder ajudar todos, cobrando melhorias ao Executivo. Meu foco é o Araguaia e quero dar respaldo a população que acreditou no meu trabalho”. Ainda em Confresa, o deputado visitou a Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica) e rádios locais.

Em Bom Jesus do Araguaia o deputado participou de uma reunião com os candidatos a prefeitura da cidade, Rone (prefeito) e Mansão (vice). Em Ribeirão Cascalheira o deputado também visitou o comitê dos candidatos à prefeitura, Wiser e Nego Xinai.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Por gratidão a ex-deputado, Wallace contraria PV e declara apoio a candidatura de Kalil Baracat em Várzea Grande

Publicado

Ex-prefeito de Várzea Grande, Wallace Guimarães (PV): recuo da disputa majoritária foi motivado após leitura de pesquisa qualitativa; agora, ele decidiu apoiar a candidatura do ex-vereador, Kalil Baracat (MDB)

O ex-prefeito de Várzea Grande, Wallace Guimarães (PV), que desistiu de disputar a sucessão da prefeita Lucimar Campos (DEM), anunciou na noite desta quinta-feira (17), que apesar de o seu partido apoiar a candidatura do empresário Flávio Vargas (PSB), vai marchar com o candidato do MDB, o ex-vereador Kalil Baracat, que tem como candidato a vice, o atual vice-prefeito José Hazama.

“Como cidadão, morador de Várzea Grande há 30 anos, tive que fazer uma opção em apoiar algum candidato. Estávamos trabalhando com o PV para apoiar um determinado candidato, mas por incompatibilidade de decisão de escolha entre eu e o partido, num trabalho de consenso com a presidência e toda a executiva municipal, entendemos que poderíamos, sim, caminhar separado. O PV fez uma opção de acompanhar o candidato Flávio Vargas e eu a opção de apoiar o candidato Kalil e o Hasama”.

Wallace fez questão de destacar que tem uma gratidão ao ex-deputado, o saudoso Nico Baracat, pai de Kalil Baracat. “Em 2012 eu era do PMDB e o Kalil foi vereador na minha chapa. O seu pai,  o Nico, foi um dos articuladores da minha pré-campanha. Ganhamos a eleição e o Kalil elegeu-se  vereador e foi por um bom tempo meu líder na Câmara,  acompanhou todos os pontos e muito de perto o meu governo, desde o PAC, os R$ 380 milhões, aos 16 PSF´s, as 16 creches as duas UPAs e a reforma do pronto-socorro. Por consideração, entendi que neste momento, eu, os meus amigos e minha família vamos apoiar Kalil nessa empreitada”, disse Wallace.

Conforme o ex-prefeito, “existem projetos pendentes que ele me deu a garantia de concluir caso eleito. Por isso, entendi que era o momento de retribuir. Agora vamos para a campanha com respeito aos adversários e que vença o que a população entender que seja o melhor para a cidade”, completou.

Continue lendo

Política MT

Intensificação das queimadas no Pantanal é debatida em audiência pública na ALMT

Publicado


.

Ambiente virtual reuniu representantes de instituições e população

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

A Assembleia Legislativa debateu as queimadas no Pantanal mato-grossense em audiência pública na tarde desta quinta-feira (17). Representantes de órgãos como Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Ministério Público e Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) participaram do encontro, presidido pelo deputado estadual Lúdio Cabral (PT).

As apresentações feitas no início da audiência pública demonstraram o aumento no número de focos de incêndio na região. De acordo com dados do Inpe, em 2020 já foi registrado o maior número de focos da história do mês de setembro, apesar de ainda faltarem duas semanas para o número ser fechado. O recorde anterior era do ano de 2007 com 5498 focos registrados, enquanto em setembro de 2020 já foram registrados mais de 5600 focos de incêndio. 

O representante do Instituto Centro de Vida (ICV), Vinícius Silgueiro, destacou que cerca de 22% do Pantanal já foi atingido pelo fogo e também que nove pontos de origem eram responsáveis por mais de 67% da área queimada até 17 de agosto. 

Já as pesquisadoras Viviane Layme (UFMT), Solange Castrillon (Unemat) e Onelia Rossetto (UFMT) falaram do impacto dos incêndios na fauna e na flora pantaneiras e também indicaram que falta fiscalização e investimentos em órgãos ambientais para inibir incêndios criminosos. Além disso, Rossetto defendeu que é preciso estabelecer protocolos para o manejo da produção agrícola e de gado. 

O aumento do desmatamento no bioma foi citado pela promotora de Justiça Ana Luiza Peterlini como uma das razões para o agravamento da seca e dos incêndios na região. “O clima está ficando mais seco por ações humanas. No Ministério Público também temos assistido à drenagem das águas à revelia de órgãos de fiscalização e tem alterado todo o ciclo hidrológico do Pantanal”, alertou. 

Participação popular – Realizada de maneira remota, a discussão reuniu mais de 100 interessados na sala virtual disponibilizada para a audiência pública. Entre eles estão pantaneiros, empresários do ecoturismo, indígenas e quilombolas, que falaram das dificuldades que têm enfrentado na atual situação. 

“Perdemos roça, perdemos casa. Estamos pedindo apoio porque estamos sem segurança alimentar, perdemos toda a plantação já próximo da colheita”, relatou a presidente da Organização de Mulheres Indígenas de Mato Grosso, Alessandra Guató, de Barra do Bugres. 

Uma das coordenadoras das comunidades tradicionais pantaneiras, Claudia Pinho, reclamou da ausência do Estado. “Já estávamos sendo muito atingidos pela Covid e depois vieram as queimadas. Nós não estávamos preparados e não tivemos a presença do poder público para minimizar a situação. Comunidades fizeram guarda para o fogo não entrar nas casas, não era nem para não entrar na propriedade”, contou. 

O deputado Lúdio Cabral garantiu que vai analisar e depois encaminhar todas as sugestões que foram dadas pelos participantes da audiência e também agradeceu a presença de deputados da Câmara Federal, que acompanharam o debate. O parlamentar também elogiou a coragem dos que estão combatendo o fogo. “Eles estão tão expostos ao risco de adoecer e morrer quanto os profissionais de saúde que estão na linha de frente contra a Covid”, pontuou Cabral.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana