conecte-se conosco


Carros e Motos

Downsizing passou longe! Confira o VW Up! com motor VR6 de 200 cv

Publicado


VW Up
Divulgação

VW Up! com motor VR6 deve ser uma flecha sem pena extremamente insana de guiar

Era uma vez Carroll Shelby. No início dos anos 60, o piloto texano decidiu abandonar as pistas, para nos bastidores, importar os AC Cobra — carros britânicos extremamente leves — e colocar motorzões Ford V8, com o 427 (7 litros) — de 425 cv na versão para as ruas e 485 cv para as pistas — no topo da cadeia. Os tempos mudaram, o downsizing chegou, só que malucos como Carroll não pararam de surgir. Eis que, entre eles, um dono de VW Up! conseguiu colocar — sabe-se lá como — um motor VR6, de seis cilindros, no pequeno cofre.

LEIA MAIS: Voyage Plus mantém aparência original, mas com motor de 300 cv


VW Up
Divulgação

Mesmo que “tunado”, até certo ponto o visual original está preservado

Maximilian Schachermayr, um austríaco apaixonado por subcompactos, motores grandes e aspirados, resolveu unir tudo isso e mais um pouco no seu VW Up!
. E todos foram testemunha no último encontro de Volks da Worthersee GTI Meet, com o projeto que já era de conhecimento de alguns do meio. Equipado com a variante de 2,8 litros, o motor rende entre 180 cv e 200 cv, junto a um coletor de escapamento de alto fluxo e filtro de ar esportivo. Talvez a escolha por esse motor, e não o 3.2 VR6 da linha R32, tenha sido puramente o espaço físico no cofre.


vw up
Divulgação

Resultado do “lobo em pele de cordeiro”, no cofre pensado para o motor 1.0 de três cilindros

Entre as modificações estéticas, apesar do visual não tão “sleeper”, preservou a maioria dos componentes originais do hatch. Optou pelos amortecedores a ar e as rodas Gotti g1001 deep-lip
com cambagem negativa, bem como se observa o roll cage
(santantônio) no interior. Além disso, um insulfilm blackout mantém os curiosos a admirar apenas o exterior. Fica aí uma receita para os apaixonados por carros tunados
.

LEIA MAIS: Toyota Prius recebe motor V8 de mais de 1.000 cv no SEMA Show

VW Up! TSi com até 160 cv, aqui no BR


VW Up
Divulgação

Quem tem um Up! TSi e está com água na boca, pode se interessar pelas alternativas disponíveis no mercado

Se você tem um Up! TSi
, mas falta cara e coragem (e dinheiro) para instalar um VR6, vale lembrar das preparações que os donos do subcompacto têm feito aqui no Brasil. Mesmo sem alterar o motor 1.0 TSi original, dele é possível extrair resultados expressivos. Com isso, as diversas remapeadoras no mercado costumam dividir os pacotes de performance em “ Stages
”, que junto ao reacerto da central eletrônica de injeção em todos eles, componentes extras são decisivos para agregar desempenho e diferenciar um “ Stage
” do outro.


Downpipe
Divulgação

Downpipe que diferencia a preparação “Stage 2” da primeira, responsável por otimizar a circulação de gases do turbo

Umas extraindo mais, outras menos, as remapeadoras costumam dividir em até dois “ Stages
”, a partir de algo em torno dos R$ 1.500. Dos 105 cv e 16,8 kgfm declarados originalmente, o 1º nível de preparação consiste em — além do remap — instalar um filtro de ar de alto fluxo dentro da caixa original, rendendo uma potência na casa dos 140 cv de motor e dos 22 kgfm.

LEIA MAIS: Aceleramos o raro Fiat Coupé no Autódromo de Interlagos. Assista ao vídeo

Enquanto isso, no “ Stage 2
”, o sistema de captação de ar original é substituído por um modelo para performance, com maior fluxo (composto por filtro esportivo + intake
), além da instalação de uma saída da caixa quente da turbina mais dimensionada ( downpipe
), mais os abafadores de alto fluxo. Com isso, é possível extrair algo entre 150 cv e 160 cv, para 23 kgfm, dependendo da coragem e competência da preparadora — pois há relatos de que houveram uns  VW Up!
com mais de 160 cv (uns até com o turbocompressor do Golf 1.4 TSi) cuspindo biela por aí.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

Preço da gasolina tem variação de 28% nos estados brasileiros

Publicado


source
gasolina
Divulgação

Confira os preços da gasolina por região

O preço da gasolina registrou variação de até 28% na primeira quinzena de setembro, aponta o levantamento da Ticket Log, empresa de soluções de abastecimento e gestão de veículos. Segundo os dados divulgados hoje (25), o Acre registrou o maior valor do combustível fóssil, sendo encontrado a R$ 5,13 por litro. O menor preço é do Amapá, com média de R$ 4,00.

Todas as regiões do Brasil sofreram aumento no preço do combustível em setembro, na comparação com o mês anterior. A região Centro-Oeste tem a gasolina mais cara do Brasil, sendo encontrada pelo valor médio de R$ 4,62 por litro. Na Região Sul, o combustível é 5% mais barato, e pode ser adquirido por R$ 4,39 nas bombas.

Já o etanol teve flutuação de 58% nos preços entre estados brasileiros. Segundo a Ticket Log, o maior preço do combustível de cana-de-açúcar foi encontrado no Rio Grande do Sul, onde custa R$ 4,11 por litro. O menor valor foi encontrado em São Paulo, por R$ 2,68. O etanol custa, em média, R$ 3,55 por litro no Brasil.

O diesel convencional e o S-10 foram os combustíveis que apresentaram maior alta no período – 4,22% e 4% respectivamente. O diesel comum apresentou média de valor de R$ 3,742 nas bombas brasileiras e o diesel S-10 de R$ 3,78.

Preço da gasolina por região
Ticket Log

Preço da gasolina por região


Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Confira detalhes das novas gerações 4 de SUVs médios híbridos

Publicado


source

Uma nova geração de SUVs médios eletrificados despontam hoje no mercado mundial. O Ford Escape, o Honda CR-V e o Toyota RAV4, todos com versões híbridas, estão entre os modelos mais destacados. Agora, junta-se a esta turma a novo Hyundai Tucson, que inclui versões híbridas e híbridas plug-in.

O Tucson chega em 2021 entre os novos SUVs médios com um novo design muito mais expressivo e vários recursos de tecnologia. A versão híbrida terá motor elétrico de 48V combinando com o 1.6 turbo a gasolina, com 150 cv ou 180 cv. A potência combinada é de 230 cv.

 1 – Hyundai Tucson

A trajetória da coreana Hyundai no Brasil começou com o Tucson . Inicialmente importado, o SUV abriu caminho para ela ser uma das principais marcas do País. Por aqui, Hyundai parou com modelo, mas pode retornar com o novo Tucson.

2 – Ford Escape

A Ford, por dia fez, deve lançar no Brasil o Escape (na Europa chamado de Kuga) no mercado de SUVs híbridos plug-in. Ele já é vendido na Argentina. Produzido na plataforma do Focus, o Escape permite que sua bateria seja recarregada até numa tomada doméstica. Com carga total, a bateria de 14,4 kWh é suficiente para percorrer 50 km no modo elétrico

O Ford Escape tem um motor 2.5 16V a gasolina que gera de 165 cv. Combinado com um motor elétrico a potência sobe para 200 cv. A transmissão é automática e há versões com tração dianteira e integral.

3 – Honda CR-V

Outro SUV híbrido de impacto que deve estreiar por aqui é o Honda CR-V . A Honda já anuncia a chegada nas concessionárias norte-americanas do modelo no início de 2021. Sob o capô, ele é semelhante ao sistema usado no Honda Accord Hybrid. O trem de força combina um motor a gasolina de 2.0 litros com um motor elétrico proporcionando uma potência total de 212 cavalos.

4 – Toyota RAV4

Apesar de já ter o RAV Hybrid vendida no Brasil, a Toyota promete agora o lançamento da versão Prime. Ele é um híbrido plug-in de 306 cv e de acordo com dados de fábrica, a aceração de 0 a 100 km/h é feita em apenas 5,8 segundos .

O Toyota RAV4 Prime 2021, equipado com uma bateria de 18,1 kWh. Tem autonomia de 67,6 km no modo elétrico e de 965 km combinado com o motor à gasolina.

A Toyota já vende no Brasil o RAV-4 híbrido e deverá lançar a versão Prime, um dos SUVs eletrificados mais potentes da categoria. Com diversos avanços tecnológicos, esses SUVs médios reúnem o melhor de dois mundos: modernidade com economia de combustível. A questão é que no mercado brasileiro estes modelos são importamos e podem ter preços acima dos R$ 200 mil.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana