conecte-se conosco


Esportes

Douglas Lorite, do basquete 3×3: “queremos chegar bem preparados”

Publicado


.

O Pré-Olímpico de Basquete 3×3 (modalidade estreante no Programa Olímpico em Tóquio) vai ocorrer entre os dias 26 e 30 de maio de 2021, na cidade austríaca de Graz. O anúncio foi feito na última semana pela Federação Internacional de Basquete (FIBA).

Serão 20 equipes em cada naipe divididas em quatro grupos, com cinco seleções cada um. As duas melhores de cada grupo seguem adiante até a definição das três melhores que estarão garantidas em Tóquio.

“Ainda estamos aguardando algumas definições por parte da FIBA. Mas, de qualquer forma, temos os atletas em stand-by. Existe uma programação para fazermos uma etapa legal de treinos no ano que vem. O adiamento da Olimpíada foi bom. Talvez até consigamos viajar antes do torneio para disputar amistosos. O orçamento já foi mandado. Dependemos da aprovação. Mas a ideia é chegarmos com uma equipe bem preparada”, comentou à Agência Brasil o técnico da seleção masculina, Douglas Lorite.

O comandante brasileiro considerou positiva  também a ida de alguns atletas do 3×3 para o basquete tradicional, como aconteceu com o ala Jefferson Socas, do Blackstar de Joinville. “É importante que os atletas possam se manter ativos enquanto não estamos na temporada de 3×3 aqui no Brasil. Prefiro até que eles consigam conciliar a vida deles jogando o tradicional e depois possam voltar mais fortes”.

Outra dúvida é sobre os grupos do Pré-Olímpico. Sorteio realizado no ano passado colocou o Brasil ao lado da Mongólia, Polônia, República Tcheca e Turquia. “Ainda aguarmos a confirmação oficial. Mas é uma chave sem um destaque. Talvez a Polônia e a Mongólia tenham um pouco mais de experiência. Mas são equipes equilibradas. Eu costumo dizer que é mais fácil ganhar uma medalha olímpica do que se classificar para os Jogos. Precisamos de um pouco mais de “rodagem”, temos que treinar mais e ter um intercâmbio maior com jogadores internacionais”.

Uma preocupação específica do técnico brasileiro é a seleção espanhola. Já que, recentemente, o pivô Marc Gasol, jogador do Toronto Raptors e da seleção do país europeu, anunciou que vai investir na formação de uma equipe profissional de basquete 3×3 no Girona Basket, clube do qual ele é proprietário. “A gente sabe da estrutura que eles têm e o dinheiro que o Marc tem para investir no esporte. E eles ainda estão no nosso grupo. Mas não tem jeito. Vamos treinar para conseguir essa vaga”.

Ainda vai ocorrer um outro classificatório, em Budapeste, na Hungria, sem data definida, com as seleções nacionais que não participaram das edições olímpicas de 2012 e 2016 no basquete tradicional. O Brasil não vai participar desse torneio, já que esteve presente nas disputas do basquete 5×5 em Londres e no Rio de Janeiro.

Pelo ranking mundial do 3×3, China, Japão, Sérvia e Rússia estão garantidos em Tóquio no masculino. E, entre as mulheres, China, Mongólia, Romênia e Rússia já têm a vaga.

Edição: Liliane Farias

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Libertadores: Líder do Grupo G, Santos enfrenta o Delfín no Equador

Publicado


.

O Santos fecha nesta quinta-feira (24) a participação dos clubes brasileiros na quarta rodada da Fase de Grupos da Copa Libertadores. O Peixe vai encarar o Delfín (EQU) fora de casa, no Estádio Jocay, na cidade de Manta, no Equador, às 23h (horário de Brasília). O time brasileiro é o primeiro colocado do Grupo G, com sete pontos conquistados. Enquanto os equatorianos são o quarto, com um ponto na tabela de classificação.

Se a equipe da Vila Belmiro vencer na noite de hoje (24), nas duas rodadas restantes da Fase de Grupos, basta somar um ponto para assegurar a vaga para as oitavas de final. 

O outro confronto do Grupo G válido pela quarta rodada, aconteceu ontem (23). O Defensa y Justicia (ARG) venceu o Olimpia (PAR) por 2 a 1 na capital Buenos Aires, na Argentina. Com esse resultado, os argentinos alcançaram a vice-colocação, com seis pontos conquistados. Já os paraguaios, com cinco, ocupam a terceira posição. 

A equipe da Vila Belmiro permanece invicta na competição. Nos três primeiros confrontos disputados até o momento, foram duas vitórias e um empate. No Campeonato Brasileiro, os santistas aparecem na oitava colocação. Do outro lado, o Delfín busca a sua primeira vitória na Libertadores, em três jogos, empatou um e perdeu dois. No Campeonato Equatoriano, o adversário dos paulistas é o nono colocado.

Na terceira participação na Libertadores, o Delfín busca avançar pela primeira vez às oitavas de final. Em 2018 foi eliminado na Fase de Grupos, terminando a participação na lanterna do grupo. Já em 2019 parou na Segunda Fase, que é classificatória para a Fase Grupos.

Edição: Fernando Fraga

Continue lendo

Esportes

Começa hoje a temporada 20/21 do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

Publicado


.

Nesta quinta-feira (24), as duplas masculinas de vôlei de praia entraram em ação para os primeiros jogos da fase classificatória da etapa inicial do Circuito Brasileiro 20/21. As partidas seguem até o próximo domingo (27), no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ). Esse é o primeiro torneio do naipe masculino após a paralisação do calendário pela pandemia do novo coronavírus (covid-19) e tem diversos protocolos de prevenção, inclusive a ausência de público.

Uma das presenças confirmadas na competição é a do campeão mundial e atleta olímpico Evandro, que junto de Bruno Schmidt representará o Brasil nos Jogos de Tóquio no próximo ano. “Estou muito feliz em poder voltar a fazer o que amo, estar novamente competindo, colocando nosso time à prova. Voltamos aos treinamentos há cerca de dois meses, mas o ritmo de jogo volta somente jogando os torneios, será muito importante para nossa caminhada. Os protocolos são necessários para que possamos voltar em segurança, vimos que tudo transcorreu bem no feminino e acredito que o mesmo acontecerá agora”, disse Evandro.

A fase principal do torneio é formada por 16 duplas – 12 já classificadas pelo ranking e quatro que saem do qualifyig -, começando na sexta-feira (25).

Os 12 times já garantidos pelo ranking são André Stein/George (ES/PB), Alison/Álvaro Filho (ES/PB), Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF), Guto/Arthur Mariano (RJ/MS), Pedro Solberg/Vinícius (RJ/ES), Vitor Felipe/Arthur Lanci (PB/PR), Hevaldo/Saymon (CE/MS), Renato/Adrielson (PB/PR), Oscar/Thiago (RJ/SC), Allison Francioni/Fábio Bastos (SC/CE), Bernardo Lima/Eduardo Davi (CE/PR) e Jô/Bruno de Paula (PB/AM).

Uma das novidades da temporada é a estreia de algumas duplas. Entre elas, a do carioca Guto, melhor defensor da temporada 17/18, com o bloqueador Arthur Mariano, terceiro colocado geral na última edição do circuito. 

Guto comentou a expectativa pela nova formação e volta às quadras após o período de pandemia. “Estamos bem preparados psicologicamente. Sabemos o que temos que fazer, o que pode acontecer no torneio, estamos preparados tanto para as vitórias quanto para as derrotas. Na parte física, estamos em processo de adaptação, ninguém nunca parou de treinar tanto tempo, é uma novidade para todos. Arthur também está vivendo a mudança de cidade, de técnico e preparador físico. Estamos prontos para jogar, sabendo que não estamos 100% fisicamente, ainda longe do auge, mas temos uma base. Felizes e motivados, sabendo que esse retorno será um espetáculo e que vamos dar nosso máximo”, declarou Guto.

O paraibano Vitor Felipe, vice-campeão da temporada passada ao lado de Ricardo, começará uma nova parceria no torneio desta semana. O medalhista pan-americano atuará ao lado do campeão mundial Sub-21 Arthur Lanci e não esconde a empolgação para retomar as atividades e, de quebra, disputar os primeiros jogos oficiais ao lado do jovem paranaense. 

“Estou conhecendo o Arthur Lanci dentro da quadra agora, fizemos as primeiras atividades nesta semana, também por conta de toda a pandemia. Ele tem um astral muito bom, estou adorando essa convivência inicial fora de quadra. Nos primeiros treinos deu para ver que o jogo será de uma maneira que gosto muito, bastante encaixado, com volume. Arthur é um craque, possui muito controle de bola e uma visão de jogo absurda, está me ensinando muito. Acredito que será um time muito competitivo, com muito potencial. Estou confiante. Vamos jogo a jogo, mas sabendo que cada um trabalhou muito e está muito motivado”, destacou Vitor.

Formato de disputa

Depois que as 16 duplas estiverem definidas, elas serão divididas em quatro grupos com quatro duplas. Eles jogam duas vezes no grupo. Quem vence as duas partidas, sai em primeiro, quem vence um dos dois duelos, fica em segundo ou terceiro, e o time derrotado duas vezes, termina em quarto, eliminado na primeira fase.

Os primeiros colocados de cada grupo seguem direto às quartas de final, enquanto segundos e terceiros disputam uma rodada eliminatória a mais, da repescagem. 

O torneio segue em formato eliminatório direto, com quartas de final, semifinais e disputas de bronze e ouro. 

O calendário ainda prevê outras quatro etapas para este ano. A próxima será em Saquarema, em outubro, entre os dias 15 a 18 (feminino) e 22 a 25 (masculino). As outras três etapas da temporada 20/21 ainda terão locais definidos, mas já possuem datas. A terceira parada será de 5 a 8 de novembro (feminino) e 12 a 15 de novembro (masculino). O quarto torneio será de 2 a 6 de dezembro, e o quinto de 16 a 20 de dezembro, com possibilidade de realização dos dois naipes.

Serviço

CIRCUITO BRASILEIRO OPEN DE VÔLEI DE PRAIA

1ª Etapa – Torneio Masculino – Temporada 20/21

Local: Centro de Desenvolvimento de Voleibol, Saquarema (RJ)

Data: 24 a 27 de setembro

Horários: Quinta – 8h às 15h; Sexta – 9h às 13h e 15h às 21h;

Sábado – 9h às 15h e 19h às 21h; Domingo – 11h às 13h

Transmissão: voleidepraiatv.cbv.com.br e Facebook da CBV

Edição: Fernando Fraga

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana