conecte-se conosco


Economia

Doria anuncia R$ 50 milhões para erguer hospitais de campanha em São Paulo

Publicado

Doria anunciou, nesta sexta-feira (27), novas medidas de enfrentamento ao coronavírus arrow-options
Reprodução

Doria anunciou, nesta sexta-feira (27), novas medidas de enfrentamento ao coronavírus

Doria anunciou, na tarde desta sexta-feira (27), o repasse de R$ 50 milhões à Prefeitura de São Paulo para cofinanciar a estruturação dos hospitais de campanha de São Paulo, que servirão para tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus .

O governo estadual já havia repassado R$ 319 milhões para mais de 500 municípios de São Paulo investirem em estruturas de saúde.

“Todos os valores deverão ser investidos para o custeio, compra de insumos, montagem e operação de hospitais de campanha, como este, estádio do pacaembu”, afirmou Doria.

De acordo com o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) , a prefeitura utilizará o dinheiro na criação de mais 725 leitos de UTI na cidade.

“É um trabalho conjunto, não apenas dos dois governos, mas também ao lado da ciência. Estamos fazendo o que é recomendação da OMS e das principais autoridades sanitárias”, destacou.

Localizado no estádio do Pacaembu, hospital será inaugurado na próxima quarta-feira (01) arrow-options
Prefeitura de São Paulo/Reprodução

Localizado no estádio do Pacaembu, hospital será inaugurado na próxima quarta-feira (01)

Veja também: Doria anuncia repasse de R$ 218 milhões a 80 municípios de São Paulo

Caminhoneiros

A partir de hoje, os espaços dos postos de pesagem das rodovias de São Paulo ficarão disponíveis para apoio e descanso de caminhoneiros. A medida é válida até o dia 30 de junho. Foi liberado, também, o acesso de caminhões aos domingos à tarde na chegada pelas rodovias de São Paulo.

“Até ontem isso era restrito devido ao grande fluxo de veículos que retornam à capital paulista nos finais de semana”, explicou o governador.

Dois canais de denúncia também foram criados. Segundo Dória, os sistemas servem para que motoristas denunciem o fechamento de serviços essenciais nas estradas ou qualquer outro tipo de bloqueio nas rodovias que possam prejudicar os trabalhos dos caminhoneiros.

As Denúncias poderão ser feitas pelo telefone  0800 055 5510 ou através do endereço de e-mail [email protected] . Ambos os canais funcionarão 24 horas por dia.

Leia mais: “Não tenho medo de Bolsonaro”, diz Doria sobre ameaças de morte 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Economia

Auxílio emergencial: veja quem recebe a 2ª parcela nesta segunda-feira (1º)

Publicado


source

A partir desta segunda-feira (1) os nascidos em fevereiro poderão realizar o saque da 2ª parcela do auxílio emergencial de R$ 600 . A Caixa destina o valor aos trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos, desempregados e beneficiários do Bolsa Família . Ainda falta uma terceira parcela a ser paga, esta ainda não foi detalhada.

Argentina e credores se aproximam de acordo com nova proposta

O programa foi criado pelo governo federal para garantir uma renda básica emergencial para o enfrentamento dos efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) .

Caixa Econômica Federal
Agencia Brasil

Caixa Econômica Federal


Veja o calendário para saque e transferência da poupança social:
Nascidos em:

  • janeiro (30 de maio)
  • fevereiro (1 de junho)
  • março (2 de junho)
  • abril (3 de junho)
  • maio (4 de junho)
  • junho (5 de junho)
  • julho (6 de junho)
  • agosto (8 de junho)
  • setembro (9 de junho)
  • outubro (10 de junho)
  • novembro (12 de junho)
  • dezembro (13 de junho)

Continue lendo

Economia

Governo atualiza programação orçamentária

Publicado


.

A Presidência da República editou o Decreto Nº 10.385 atualizando a programação orçamentária do ano de 2020. Esta atualização envolve os gastos que o Executivo pretende realizar ao longo do ano.

Entre outras determinações, o decreto determina, entre outras coisas, o cronograma mensal de pagamento entre junho de 2020 e dezembro de 2020 relativo às dotações da Lei Orçamentária de 2020 e os restos a pagar das maioria das fontes de receita, excetuando, entre outras, a participação da União na capital de empresas, emendas impositivas individuais, emendas impositivas de bancada, emendas de comissão e emendas de relator. 

O decreto determina o pagamento, entre outros órgãos, da Presidência da República, de ministérios como o da Agricultura, da Economia, da Educação, da Defesa e da Saúde; agências como a Agência Nacional de Telecomunicação (Anatel), Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e órgãos como o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação; da Advocacia-Geral da União e da Controladoria-Geral da União.

O novo decreto atualiza o anterior, N° 10.249, de 19 de fevereiro de 2020, que havia definido os dispêndios do ano por órgãos no total e a cada mês, bem como as emendas individuais, de bancada e de comissão.

 

Edição: Fábio Massalli

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana