conecte-se conosco


COVID-19

Em rítmo de regressão, boletim da saúde aponta uma morte e 29 novos casos de infecção nas últimas 24 horas

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (24.10), 545.098 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.910 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 29 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 545.098 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.638 estão em isolamento domiciliar e 528.974 estão recuperados.

Devido à manutenção na base de dados do sistema oficial do Ministério da Saúde, não foi possível publicar o Ranking da Vacinação em Mato Grosso nesta semana. A perspectiva é de que o Ranking seja atualizado até a próxima terça-feira (26.10).

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 71 internações em UTIs públicas e 37 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 25,82% para UTIs adulto e em 6% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (113.090), Várzea Grande (40.175), Rondonópolis (38.252), Sinop (26.280), Sorriso (18.392), Tangará da Serra (17.798), Lucas do Rio Verde (15.700), Primavera do Leste (14.784), Cáceres (11.932) e Alta Floresta (10.817).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 404.835 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 85 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (23.10), o Governo Federal confirmou o total de 21.723.559 casos da Covid-19 no Brasil e 605.457 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país tinha 21.711.843 casos da Covid-19 no Brasil e 605.139 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (24.10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COVID-19

Brasil recebe segunda remessa com 1,2 milhão da vacina pediátrica da Pfizer

Publicado

 

Brasil recebe segunda remessa de vacina pediátrica da Pfizer
Alex Sandro/TV Brasil

Brasil recebe segunda remessa de vacina pediátrica da Pfizer

O Ministério da Saúde confirmou que uma segunda remessa de vacinas pediátricas contra covid-19 chegou hoje (16) ao aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Desta vez, foram recebidas 1,2 milhão de doses da Pfizer, a única autorizada até agora pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa) para aplicação em crianças entre 5 e 11 anos. De acordo com o secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, a remessa mais recente estava prevista para chegar ao país apenas em 20 de janeiro, mas foi antecipada. No próximo dia 27, está prevista a chegada de mais 1,8 milhão de doses. A primeira remessa de doses da vacina foi descarregada na madrugada da última quinta-feira (13), também em Viracopos. No dia seguinte, o estado de São Paulo aplicou a primeira vacina pediátrica contra covid-19 da Pfizer em uma criança. “Para a imunização desse público [entre 5 e 11 anos] será necessária a autorização dos pais. No caso da presença dos responsáveis no ato da vacinação, haverá dispensa do termo por escrito. A orientação da pasta é que os pais ou responsáveis procurem a recomendação prévia de um médico antes da imunização”, disse o Ministério da Saúde.da Saúde.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

COVID-19

Vacina pediátrica para Cuiabá será aplicada no domingo, diz governo

Publicado

O Ministério da Saúde informou ao Estado de Mato Grosso a alteração do horário da entrega de 23 mil doses de vacina da Pfizer para imunização contra Covid-19 de crianças de 05 a 11 anos. As doses estavam previstas para chegarem às 8h30 desta sexta-feira (14), mas, após mudança da programação por parte do governo Federal, a previsão é para que a nova remessa chegue às 16h15 desta sexta, no aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

Todas as informações e recomendações sobre a aplicação da vacina contra Covid-19 para crianças de 05 a 11 anos foram repassadas aos secretários municipais em reunião ocorrida nessa semana com o Secretário Adjunto de Vigilância em Saúde da SES, Juliano Mello. O documento com as recomendações da Anvisa pode ser acessado neste link. 

Logística

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalham no recebimento das doses, que consiste na conferência da quantidade, catalogação e no encaixotamento para retirada dos municípios.

Conforme Resolução da Comissão Intergetores Bipartite (CIB) nº 126 de 2021, as novas doses das vacinas contra a Covid-19 passarão a ser distribuídas mediante solicitação das gestões municipais.

A medida se deve ao risco de perda de doses, devido ao prazo de validade, e à baixa procura por imunização em alguns municípios. Desta forma, será encaminhado um quantitativo compatível com a necessidade local.

Essa logística já ocorre com todos os outros imunizantes da Campanha Nacional de Imunização e, agora, também passa a valer para as vacinas contra a Covid-19. As solicitações deverão ser feitas por meio do Sistema de Insumos Estratégicos em Saúde (Sies), conforme fluxo já estabelecido com as demais vacinas.

A Resolução ainda prevê que os municípios deverão solicitar o quantitativo de doses uma vez por semana, às sextas-feiras. A entrega das doses será realizada na semana seguinte.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 6.701.217 doses de imunizantes contra a Covid-19 e aguarda a chegada da primeira remessa para crianças de 05 a 11 anos.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana