conecte-se conosco


Economia

Dólar fecha em R$ 5,37 e tem maior queda em uma semana

Publicado


source

Agência Brasil

.
Reprodução: ACidade ON

No mercado de câmbio, o dólar comercial caiu R$ 0,058 (-1,06%) e encerrou o dia vendido a R$ 5,375


Em um dia de euforia nos mercados globais, a bolsa de valores encostou em 110 mil pontos, e o dólar teve a maior queda em uma semana. A sessão foi marcada por notícias nos Estados Unidos que animaram os investidores em todo o planeta.


O índice Ibovespa, da B3, fechou esta terça-feira (24) aos 109.786 pontos , com alta de 2,24%. O indicador está no nível mais alto desde 21 de fevereiro, antes de os primeiros casos oficiais de covid-19 serem registrados no país. Na ocasião, o índice tinha fechado em torno dos 113 mil pontos.

No mercado de câmbio, o dólar comercial caiu R$ 0,058 (-1,06%) e encerrou o dia vendido a R$ 5,375. Essa foi a maior queda diária desde o dia 17, quando a moeda tinha recuado 1.97%. A divisa operou em baixa durante todo o dia, até fechar próxima da cotação mínima da sessão.

Vários fatores contribuíram para o otimismo no mercado financeiro . Entre eles, a escolha da ex-presidente do Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) Janet Yellen para ser a próxima secretária do Tesouro norte-americano foi bem recebida pelo mercado.

Com um histórico de política monetária expansionista em sua gestão no Fed, Yellen pode promover mais ações que injetem dinheiro na economia norte-americana, o que empurra para baixo a cotação do dólar em todo o planeta.

O índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, fechou acima dos 30 mil pontos pela primeira vez na história.

Os preços do petróleo retornaram aos maiores níveis desde 5 de março, uma semana antes de a pandemia do novo coronavírus ser declarada. O petróleo do tipo Brent, usado como referência para o mercado internacional, fechou em alta de 3,9%, a US$ 47,86 por barril. O petróleo do Texas teve ganho de 4,3%, sendo vendido a US$ 44,91 o barril.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

IPVA: boletos vencem nesta sexta para placas com final 1 no Rio; veja datas

Publicado


source
Boletos do IPVA 2021 vencem nesta sexta para veículos com placa de final 1 no estado do Rio
Reprodução

Boletos do IPVA 2021 vencem nesta sexta para veículos com placa de final 1 no estado do Rio

Os donos de veículos licenciados no Estado do Rio de Janeiro com final de placa 1 devem pagar a primeira parcela ou a cota única do  Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2021 nesta sexta-feira (22). Os proprietários podem escolher entre quitar o valor de forma integral, com desconto de 3%, ou parcelar a dívida em três vezes.

O imposto deve ser pago por meio da Guia de Regularização de Débitos (GRD), que está disponível para impressão no portal da Secretaria estadual de Fazenda ( fazenda.rj.gov.br/ipva ) e no site do Banco Bradesco ( www.bradesco.com.br ). Para imprimir a cobrança, é preciso informar o número do Registro Nacional de Veículos Automotores ( Renavam ).

Confira abaixo o calendário de pagamento do imposto para todos os finais de placa:

Primeira parcela ou cota única com desconto

  • Placa com final 0 – 21/1;
  • Placa com final 1 – 22/1;
  • Placa com final 2 – 25/1;
  • Placa com final 3 – 26/1;
  • Placa com final 4 – 27/1;
  • Placa com final 5 – 28/1;
  • Placa com final 6 – 29/1;
  • Placa com final 7 – 1°/2;
  • Placa com final 8 – 2/2; e
  • Placa com final 9 – 3/2.

Segunda parcela

Você viu?

  • Placa com final 0 – 22/2;
  • Placa com final 1 – 23/2;
  • Placa com final 2 – 24/2;
  • Placa com final 3 – 25/2;
  • Placa com final 4 – 26/2;
  • Placa com final 5 – 1º/3;
  • Placa com final 6 – 2/3;
  • Placa com final 7 – 3/3;
  • Placa com final 8 – 4/3; e
  • Placa com final 9 – 5/3.

Terceira parcela

  • Placa com final 0 – 24/3;
  • Placa com final 1 – 25/3;
  • Placa com final 2 – 26/3;
  • Placa com final 3 – 29/3;
  • Placa com final 4 – 30/3;
  • Placa com final 5 – 5/4;
  • Placa com final 6 – 6/4;
  • Placa com final 7 – 7/4;
  • Placa com final 8 – 8/4; e
  • Placa com final 9 – 9/4.

Cronograma de licenciamento anual

O Detran-RJ também já divulgou o calendário de licenciamento anual (sem vistoria) para os veículos registrados no estado do Rio. O prazo foi estendido em 2021 porque o órgão ainda está licendiando automóveis que ficaram com a regularização pendente em 2020, em razão da pandemia.

O prazo máximo para os motoristas pagarem a taxa e emitirem o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) 2021 obedecerá ao seguinte cronograma:

  • Finais de placa 1 e 2 – Até 30/09/2021;
  • Finais de placa 3, 4 e 5 – Até 31/10/2021;
  • Finais de placa 6, 7 e 8 – Até 30/11/2021; e
  • Finais de placa 9 e 0 – Até 31/12/2021.

Taxa do Detran-RJ

Para ter o CRLV anual — que a partir deste ano estará disponível somente em versão digital —, basta pagar a Guia de Recolhimento de Taxas (GRT) do Detran-RJ, no valor de R$ 219,37. Esta deve ser quitada de uma única vez. A emissão também é feita pelo site do Bradesco .

Dentro deste valor estão embutidas duas cobranças: o valor referente ao licenciamento anual (R$ 156,69) e o montante relativo à emissão do CRLV (R$ 62,68).

Vale destacar, no entanto, que não é preciso estar com o IPVA 2021 pago para obter o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) junto ao Detran-RJ, que comprova a situação regular do carro. Também não é exigido o pagamento de multas para a liberação do documento.

Continue lendo

Economia

Brasil ignora cúpula em que China oferece R$ 1 bilhão em crédito para vacina

Publicado


source

Brasil Econômico

Brasil ignora cúpula em que China oferece R$ 1 bilhão em crédito para vacina
Rovena Rosa/Agência Brasil

Brasil ignora cúpula em que China oferece R$ 1 bilhão em crédito para vacina

O governo brasileiro faltou a um encontro entre chanceleres latino-americanos e a China, em julho do ano passado, em que foi discutido uma linha de crédito de R$ 1 bilhão para países latino-americanos tivessem acesso aos imunizantes. A informação é do jornalista Jamil Chade, do portal Uol.

Naquele momento, segundo o jornalista, a ausência do Brasil causou incômodo no meio científico. No Instituto Butantan, a opção do país foi alvo de críticas. Segundo a coluna, ainda, o governo chinês recebeu a notícia como uma falta de interesse do Brasil no acesso aos imunizantes.

A reunião contou com os chanceleres da Argentina, Colômbia, Peru, Chile, Uruguai, Barbados, Costa Rica, Cuba, República Dominicana, Equador, Panamá e Trinidad e Tobago.

O governo do Equador confirmou que na época o encontro serviu para que Pequim acenasse com dinheiro para vacinas.

“China expressou seu desejo de contribuir de maneira direta com os países da América Latina, para os quais informou que entregará US$ 1 bilhão em créditos que irão ao acesso de vacinas e medicamentos”, explicou o Ministério de Relações Exteriores de Quito.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana