conecte-se conosco


Policial

Dois suspeitos do roubo a cooperativas de crédito no norte de MT são presos pela Polícia Civil

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Dois criminosos envolvidos nos roubos a duas cooperativas de crédito em Nova Bandeirantes (1.026 km ao norte de Cuiabá) foram presos pela Polícia Civil nesta quarta-feira (23.06), em Nova Monte Verde, durante diligências realizadas pela equipe da delegacia do município.

As prisões ocorreram no momento em que os suspeitos negociavam a compra de um veículo, mas não efetivaram a aquisição. Em poder dos suspeitos foi apreendido R$ 35.251,00 mil em dinheiro, além de outros itens utilizados na prática dos roubos, como roupas camufladas, arma de fogo e munições.

Entre as armas apreendidas estão um fuzil .30, que aparece em posse dos suspeitos nas imagens dos circuitos de segurança das agências bancárias.

Após a tentativa de compra que não foi efetivada, um dos suspeitos foi abordado em via pública e o segundo em uma residência nas proximidades. Na abordagem, foi encontrada uma quantia em dinheiro em poder dos suspeitos e chaves de um quarto de hotel, onde eles estavam hospedados.

Em buscas na residência foram apreendidas mais notas de diversos valores em sacolas, um fuzil, que estava camuflado em meio a lixo e carregadores. No hotel foram localizadas roupas camufladas, luvas e outros pertences pessoais.

Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Nova Monte Verde, onde serão interrogados pelo delegado Antenor Pimentel Marcondes e autuados em flagrante pelos crimes de roubo majorado, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Segundo o delegado da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, o flagrante será realizado na Delegacia de Nova Monte Verde e o procedimento será posteriormente encaminhado ao GCCO, sendo representado pela conversão da prisão em flagrante dos suspeitos em prisão preventiva.

“É importante ressaltar que a ação foi realizada por policiais civis da Delegacia de Nova Monte Verde. Os policiais civis da cidade por conhecer bem a região vêm auxiliando muito no trabalho investigativo, que avança a cada dia, na identificação dos suspeitos envolvidos direta e indiretamente nos crimes”, disse o delegado.

As diligências na região continuam em andamento contando com a participação das equipes da GCCO, GOE e Delegacia Regional de Alta Floresta.

Dinheiro recuperado e identificação

Ainda no final da tarde desta terça-feira (22.06), o Batalhão de Operações Especiais (Bope) voltou ao local do confronto entre policiais militares da Força Tática e de dois suspeitos do assalto às cooperativas de crédito, ocorrido na segunda-feira (21.06) e acabou encontrando R$ 45.025,00 em dinheiro após varredura na área. Também foram encontradas gandolas camufladas, roupas e uma rede de selva.

Além disso, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) identificou pela papiloscopia os dois suspeitos mortos no confronto de segunda-feira. Trata-se de Diego Almeida Costa, de 31 anos e Adailton Santos da Silva, de 40 anos.

*Com informações das assessorias da PJC, PM e Politec

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Polícia Civil inaugura Sala da Mulher na Delegacia de Comodoro

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil inaugurou na tarde de quarta-feira (04.08), no município de Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá), a “Sala da Mulher” que atenderá e acolherá de forma adequada vítimas de violências doméstica e familiar da região.

O novo ambiente foi adaptado nas dependências da Delegacia de Polícia de Comodoro para proporcionar um trabalho exclusivo de atendimento humanizado.

Em parceria com o Conselho Comunitário de Segurança Pública (Conseg) da cidade, a reforma da “Sala da Mulher” faz parte do projeto denominado “Sala da Mulher – CISC Comodoro”, que foi contemplado com o valor de R$ 20 mil, vindo do Fundo Social e financiado pelo Banco Sicredi.

Conforme o delegado de Comodoro, Ricardo Marques Sarto, a proposta surgiu da necessidade de uma sala na unidade policial, que pudesse receber e amparar de forma ideal, mulheres, crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica.

“A finalidade desta sala é proporcionar um atendimento adequado, acolhedor e humanizado a esse grupo de pessoas. Portanto, a solicitação foi atendida, o projeto foi colocado em prática e a obra concluída”, destacou o delegado.

O delegado também ressaltou a importância do apoio do engenheiro Igor, da empresa Projetta, que fez a doação do projeto arquitetônico da sala, e dos membros do Conseg que não mediram esforços para ajudar na elaboração e inscrição do planejamento.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil impede vítima de cair em golpe pela internet relacionado a venda de caminhonete Hilux

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Estelionato e Outras Fraudes de Cuiabá, conseguiu evitar que uma vítima caísse em um golpe envolvendo a venda de uma caminhonete Toyota Hilux, em ação realizada na quarta-feira (04.08).

A vítima de 38 anos procurou a Polícia Civil, informando que havia anunciado na internet, através do site OLX, a venda do seu veículo, quando recebeu proposta de um comprador, que se identificou como um advogado de Primavera do Leste (231 km ao sul de Cuiabá).

Durante as tratativas do negócio de compra e venda, o suposto comprador enviou a foto dos documentos pessoais. A vítima realizou a pesquisa na OAB Nacional e constatou que o nome apresentado pelo suspeito era de advogado do Estado de São Paulo (SP).Em pesquisa sobre o profissional, a vítima descobriu que ele possui um site em que informava que o nome dele estava sendo utilizado para a prática de golpes.

Após orientação recebida pela equipe da Delegacia Especializada de Estelionato e Outras Fraudes, o comunicante marcou um encontro com a pessoa supostamente interessada na compra da caminhonete, no estacionamento de um shopping center, no bairro Santa Rosa, em Cuiabá.

Os policiais da Delegacia de Estelionato foram com a vítima até o local combinado, e por volta das 10h30 , flagraram o momento em que dois homens, de 58 e 47 anos, que se identificaram como corretor e garagista respectivamente.

Os suspeitos informaram a equipe que viram o anúncio da venda do veículo pela rede social (Facebook) e logo entrou em contato com o número de celular do suposto advogado, o qual disse que era sócio do proprietário da Hillux (vítima), bem como possuía um escritório de advocacia em Cuiabá, porém tinha desfeito a sociedade e pego a camionete no negócio.

Os dois homens se prontificaram em acompanhar os policiais civis para prestarem mais esclarecimentos. Enquanto eles estavam sendo ouvidos na Delegacia de Estelionato, o golpista que se passava por advogado entrou em contato com um dos senhores, dizendo que “havia gostado do veículo”

Em seguida o suspeito enviou os dados bancários para o depósito do valor, sendo a conta no nome de uma terceira pessoa, bem como pediu para que o senhor não comentasse com o dono do veículo a respeito de valores, pois estava vendendo a Hillux com preço abaixo do mercado.

Evidenciado que o fato se tratava de um golpe, o pagamento não foi efetuado, sendo instaurado inquérito policial para continuidade das investigações e providências que o caso requer.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana