conecte-se conosco


Registro Geral

Dividida pelo aeroporto, Várzea Grande está “rachada”; metade da cidade em quarentena e outra parte a todo vapor

Publicado

Imagem registrada em 1/4/20: Para sacar benefício do INSS, ao menos 200 pessoas se aglomeraram em frente a Caixa Econômica Federal (CEF) da Filinto Muller, em Várzea Grande

Conforme reportagem especial divulgada pelo portal ODOCUMENTO (Veja ao lado), Várzea Grande, segunda maior cidade de Mato Grosso, apresenta quadro atípico para uma cidade com 250 mil habitantes. Na região central, desde a avenida da FEB, até os limites da Júlio Campos, a população praticamente ignora o isolamento social, determinado pelo Ministério da Saúde como única alternativa para conter o avanço da pandemia causada pelo coronavírus. Na Filinto Muller, por exemplo, a nossa equipe de reportagem flagrou cerca de 200 pessoas aglomeradas em frente a agencia da Caixa Econômica Federal (CEF). Eles foram receber o benefício do INSS de forma presencial, mas o banco oferece canal digital, o que evita deslocamento às agências, em todo país. “Meu vô é sistemático. Ele tem medo e não sabe mexer com o celular. Por isso, venho todo mês com ele pra sacar o aposento”, disse Carlos Alessandro, neto de seu Antenor de Barros, aposentado de 69 anos. Nos demais corredores comerciais como Ulisses Pompeu e Alzira Santana, o vai e vem de pessoas e pedestres continua intenso. Preocupante, né?

publicidade
8 Comentários

8 Comments

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registro Geral

Governador liga para Botelho e reconhece: “seu grupo desequilibrou a eleição no segundo turno”

Publicado

Presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), foi fundamental na vitória do prefeito, Emanuel Pinheiro (MDB), no segundo turno, em Cuiabá

Tão logo terminou a apuração dos votos, com vitória do atual prefeito, Emanuel Pinheiro (MDB), o governador, Mauro Mendes (DEM), conversou com o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho. Segundo fonte quentíssima da coluna, Mauro disse que o vereador, Abílio Júnior (Podemos), praticamente entregou de bandeja a reeleição ao adversário, quando rejeitou o apoio do presidente do Legislativo. “O seu grupo, Botelho, deu no mínimo 6 mil votos ao Emanuel. Com apenas metade disso, o Abílio já empatava a eleição. Ele foi infeliz na decisão de não dialogar com você”, teria dito Mendes ao próprio presidente da AL. Em tempo: Abílio dispensou o apoio de Botelho publicamente, ligando-o a uma suposta máfia do transporte coletivo. Recusou, inclusive, conversar pessoalmente com o parlamentar. Vai entender esse Abílio, né?

Continue lendo

Registro Geral

LEÃO DA COLINA: Irmão de Emanuel teve papel decisivo na virada histórica em Cuiabá

Publicado

Empresário Marcopolo de Freitas, o Popó, foi decisivo na reeleição do irmão dele, Emanuel Pinheiro (MDB)

Figura respeitada da chamada cuiabania, o irmão caçula do prefeito, Emanuel Pinheiro (MDB), empresário, Marcopolo de Freitas, o Popó (foto), foi decisivo na conquista da reeleição neste domingo (29). Ligado ao setor de mídia, Popó, com muita educação, mantem cordial relação com jornalistas e empresários do ramo, abrindo portas ao irmão-candidato. Somada a essa qualidade, Marcopolo, profundo conhecedor do mercado de pesquisas qualitativas e quantitativas, calibrou, com precisão, o marketing eleitoral de Emanuel. Ele também atuou, decisivamente, na desconstrução da imagem do oponente, Abílio Júnior, o Abilinho (Podemos), que se passava por bom moço, mas tinha uma “face oculta”, consideravelmente destrutiva. A coluna destaca também a tenacidade de Popó. Mesmo com a desvantagem de 15 pontos, no início do segundo turno, ele não baixou a cabeça e sempre dizia aos amigos: “Vamos virar o jogo. O nosso adversário é frágil. Ele vai cair”. Resultado? O Abílio caiu mesmo!

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana