conecte-se conosco


Diretor se diz “destruído” pela morte de diretora de fotografia

Publicado


O diretor do filme que foi baleado e ferido em um incidente envolvendo o ator Alec Baldwin disse neste sábado (23) estar “destruído” pela morte da diretora de fotografia.

Joel Souza, atingido no ombro quando Baldwin disparou uma arma cinematográfica com munição verdadeira, quebrou o silêncio no terceiro dia das investigações, ainda com muitas perguntas sem resposta sobre como o erro aconteceu.

“Estou destruído pela perda da minha amiga e colega Halyna. Ela era gentil, vibrante, incrivelmente talentosa, lutou por cada centímetro do que conquistou e sempre me motivava a ser melhor”, afirmou Souza em comunicado.

O tiro acertou a diretora de fotografia Halyna Hutchins no peito, segundo o Gabinete do Xerife do Condado de Santa Fé. Ela morreu em decorrência dos ferimentos, e Souza, que estava atrás dela, foi ferido, mas recebeu alta do hospital.

Souza não deu detalhes sobre o acidente ou seus ferimentos, mas disse que ficou “humilde e grato pelas mensagens de afeição que temos recebido da indústria cinematográfica, do povo de Santa Fé e de centenas de desconhecidos que entraram em contato conosco”.

Na sexta-feira, um juiz de Santa Fé aprovou um mandado para que o Gabinete do Xerife apreendesse armas, roupas, câmeras, fitas e munição no rancho Bonanza Creek, nos arredores de Santa Fé, onde Baldwin estava filmando o faroeste de baixo orçamento “Rust”.

Seguranças foram colocados na estrada que leva ao rancho neste sábado.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

PF prende duas pessoas por tráfico internacional de drogas.

Publicado


Guarulhos/SP – A Polícia Federal, em ação conjunta com a Receita Federal, prendeu duas pessoas por tráfico de drogas internacional no Aeroporto Internacional de São Paulo, entre a noite de ontem (6/12) e a madrugada de hoje (7/12).

Na primeira ação, policiais federais que fiscalizavam os passageiros na fila do check-in de voo para Addis Abeba, na Etiópia, entrevistaram uma brasileira que, em razão de suspeitas, foi conduzida a uma sala reservada para revista de suas bagagens. Na mala da suspeita os policiais encontraram 12 quilos de cocaína embalados em 81 pacotes de suco em pó. A mulher, que tinha como destino final de sua viagem a cidade de Maputo, no Moçambique, recebeu voz de prisão.

Em outra ação, servidores da Receita Federal, com auxílio de cães farejadores, identificaram uma mala que havia sido despachada para o voo destinado a Addis Abeba, na Etiópia, e acionaram a PF para comunicação da suspeita. Os policiais encontraram o passageiro já no interior da aeronave e o conduziram para acompanhar a inspeção em seus pertences. Dentro da mala foram encontradas embalagens com camisas sociais que ocultavam pacotes com cocaína, cujo volume total somou 5 Kg. O suspeito, nacional da África do Sul, foi preso em flagrante.

Os presos serão apresentados à Justiça Federal onde responderão pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Comunicação Social – Delegacia Especial no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos.
Superintendência da Polícia Federal em São Paulo.
Tel: (11) 2445-2212

Continue lendo

Policial

Motorista é preso com carga de pasta base de cocaína avaliada em R$ 2,8 milhões

Publicado

A ação ocorreu em um trecho da BR-174, no município de Vila Bela da Santíssima Trindade [Foto – Gefron]

Um motorista foi preso na noite desta segunda-feira (6) com 152 peças de pasta base de cocaína, pesando aproximadamente 157 quilos. A ação ocorreu em um trecho da BR-174, no município de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km de Cuiabá), na região de fronteira com a Bolívia. O prejuízo ao crime é de mais de R$ 2,8 milhões.

Segundo informações do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), durante patrulhamento, os agentes flagraram uma caminhonete modelo Ford F-1000, de cor prata, sem placa traseira e com sinais de adulteração.

Os militares, então, identificaram que o motorista não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O condutor relatou que pegou a droga em uma região conhecida como Marphil, na Bolívia, que levaria até Pontes e Lacerda (443 km de Cuiabá) e que receberia R$ 10 mil pelo transporte do entorpecente.

O suspeito e o entorpecente apreendido foram encaminhados para Polícia Federal, em Cáceres, para registro do boletim de ocorrência.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana