conecte-se conosco


Mulher

Dia de João Paulo II: santo que foi papa durante 26 anos

Publicado


source

João Bidu

undefined
Larissa Silva

Dia de João Paulo II: santo que foi papa durante 26 anos

João Paulo II , batizado com o nome Karol Jósef Wojtyla, nasceu em 18 de maio de 1920 na Polônia, em uma cidade chamada Wadowice. Os membros da sua família, que eram a mãe, o pai e dois irmãos mais velhos faleceram ainda jovens, deixando Karol completamente sozinho aos 21 anos. Ao relembrar dessa época, o papa João Paulo II disse “a os vinte anos, eu já tinha perdido todos os que amava”.

Quando ainda tinha 18 anos, o rapaz entrou na escola de teatro, da Universidade Jagellonica. Em 1939, soldados nazistas invadiram a Universidade e a fecharam. Para conseguir sobreviver e não ser levado para Alemanha, Karol começou a trabalhar em uma indústria química. De forma clandestina, ele continuou os estudos com o objetivo de preservar a rica cultura do seu país.

Já em 1942, Karol ingressou em um seminário clandestino, na Cracóvia, criado pelo arcebispo Adam Stefan Sapieha. Tudo era feito com muita cautela e escondido porque judeus e padres eram levados pelos nazistas para os campos de concentração.

Karol conseguiu retornar abertamente para os seus estudos de teologia após a II Guerra Mundial. Então, em 1946 tornou-se sacerdote. Mesmo com a nova ocupação, não parou de estudar, assim foi dirigido para Roma, onde conseguiu pegar um título de Doutor em teologia. Nos anos seguintes trabalhou como vigário e até lecionou aulas de Ética e Teologia.

Outros anos marcantes para a vida de Karol foram 1958, ano em que tornou-se bispo; 1964, data em que foi designado arcebispo de Cracóvia e 1967, por meio do Papa Paulo VI, foi nomeado cardeal.

Aos 58 anos, Karol Jósef Wojtyla foi escolhido para ser papa, em 16 de outubro de 1978. Foi então que ele passou a ser chamado de João Paulo II, nome papal que ele escolheu para si mesmo. João Paulo II teve um dos mais longos pontificados, com a duração de 26 anos.

Durante os seus anos como papa, João Paulo II promoveu o diálogo e as orações de paz. Foi responsável pela criação da Jornada Mundial da Juventude, em 1985, com o objetivo de facilitar a comunicação entre jovens de diversas culturas e, assim, criar empatia e conexão entre eles.

João Paulo II morreu aos 85 anos, em 2 de abril de 2005. Na época, grandes foram as homenagens para esse papa que até os dias atuais é muito querido pelos fiéis. O processo de beatificação de João Paulo II começou 26 dias após a sua morte.

O milagre que foi associado ao papa ocorreu com uma freira francesa. João Paulo II, quando vivo, sofreu muito com a doença de Parkinson. A freira estava passando pelo mesmo sofrimento, então rezou pela ajuda do papa. Milagrosamente, a freira foi curada do mal de Parkinson. Assim, João Paulo II foi beatificado em 1 de maio de 2011, passando a ser considerado como santo. A data escolhida para celebrar o Dia de João Paulo II foi 22 de outubro.

Dia de João Paulo II: oração ao santo

“Deus, nosso Pai, a fim de voltarmos para vós, devemos encontrar vossa misericórdia, vosso paciente amor que em Vós não conhece limites. Infinita é a vossa prontidão em perdoar os nossos pecados assim como inefável é o sacrifício de vosso Filho. Com confiança pedimos, pela intercessão de São João Paulo II, que nos concedais esta graça. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.”

LEIA TAMBÉM:

Dia de São Lucas: orações para ter a saúde protegida

Aprenda a fazer as orações da noite para um sono mais calmo

Salmos para um amor feliz: veja as orações de cada signo

Fonte: IG Mulher

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher

Pesadelos mais comuns: descubra o que eles querem dizer

Publicado


source

João Bidu

undefined
Redação João Bidu

Pesadelos mais comuns: descubra o que eles querem dizer

Nem sempre pesadelos significam algo de ruim, na maioria dos casos, seu inconsciente usa sonhos mais chocantes para te despertar e fazer você refletir sobre alguma situação ou sombras pessoais que precisam ser enfrentadas. Mesmo que o pesadelo tenha deixado uma sensação de angústia ao acordar, não deixe isso de lado, anote seu sonho e veja o significado dele. 

Veja o significado dos pesadelos mais comuns

DENTES

Dentes bonitos e sadios são sinal de prosperidade. Se forem feios, mostram dificuldade e perda de dinheiro. Perder dente representa embaraço financeiro. Para o homem, perder dente pode significar enfraquecimento sexual; para a mulher, frustração amorosa. Se o dente estiver podre, revela doença grave ou morte na família.

QUEDAS

Se for adulto, é sinal de que você está abandonando velhos padrões, mas deve tomar cuidado com decisões rápidas. Se for criança, indica que está crescendo. Cair e levantar-se rapidamente mostra que será considerada uma pessoa honrada. Ver filhos caindo revela gravidez. Se cair de um telhado, é sinal de que seus planos podem falhar. Cair de joelhos é um sonho que pede cuidado para não ter problemas com humilhações.

COBRA

Ver revela que você tem medo de algo. Se a cobra estiver na sua cama, significa relações amorosas com pessoa infiel. Levar uma mordida de cobra é sinal de que um inimigo poderá acusar você de algo. Pegar indica que poderá enriquecer. Matar representa vitória sobre pessoas que vinham atrapalhando o seu sucesso. Seguir uma é um conselho para que respeite suas intuições. Ser seguido por uma cobra anuncia que você conquistará vitória considerada impossível. Ver uma cobra morta simboliza que suas disputas se aproximam do fim. Se a cobra for verde, ninguém prejudicará você. Se for azul, você tem grande energia espiritual. Caso seja marrom, preste atenção aos seus desejos sexuais. Se for vermelha, você poderá viver uma paixão. Preta indica que poderá passar por momentos de perigo. Preta e amarela é sinal de que pessoas falsas estão próximas. Preta e vermelha é um alerta para tomar cuidado com violência.

ACIDENTE

Ver um acidente significa vontade de se livrar de alguém indesejável. Se envolver você: poderá receber herança. Se envolver outras pessoas, provavelmente enfrentará dificuldades financeiras. Se ninguém se ferir, indica que você vencerá obstáculos.

ARANHAS

Seu sucesso dependerá do seu esforço, mas tenha cuidado na convivência com mulheres.

MORTE

Representa a necessidade de se livrar de problemas ou de alguma insatisfação. Ver morrer alguém que já faleceu indica que ganhará questão ou aposta. Aparecer como morto é sinal de riqueza. Ver morte na estrada simboliza felicidade. Falar com a morte revela que você está vencendo seus medos e preocupações. Procurar a morte indica graves conflitos interiores. Ver a própria morte anuncia casamento próximo e saúde fortalecida. Morte dos filhos é sinal de que é uma pessoa muito preocupada com a saúde deles. O sonho com morte pode significar que se quer terminar algo.

BRIGA

Você brigando indica que ganhará processo ou algo que deseja. Outra pessoa brigando representa sorte em jogos. Se a briga for com o companheiro, tome cuidado com atos impensados. Com a companheira, você deve ter cuidado com o que fala. Se for com animais, simboliza insatisfação. Com amigo, indica que ganhará novas amizades. Caso a briga seja no lar, você terá atrito com parentes por causa de dinheiro.

DEMISSÃO

Entregar sua própria demissão significa que as pessoas, no trabalho, gostam de você. Ver outras pessoas entregar a sua demissão indica melhora em um futuro próximo.

ENTERRO

Se for de pessoa conhecida, é sinal de traição. Se for enterro de homem desconhecido, significa que receberá boas notícias. De mulher desconhecida, indica que receberá energias positivas ou afastará desejos reprimidos. Caso seja o seu próprio enterro, você terá sorte no jogo durante três dias.

MENTIRA

Contar uma indica sucesso nas finanças e nos relacionamentos. Outra pessoa mentindo significa que sua vida será longa.

LEIA TAMBÉM:

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mulher

Meghan Markle revela ter sofrido aborto espontâneo; entenda os riscos

Publicado


source

Alto Astral

undefined
Reprodução: Alto Astral

Meghan Markle revela ter sofrido aborto espontâneo

Meghan Markle , a Duquesa de Sussex, revelou em um artigo autoral publicado pelo The New York Times nessa quarta-feira (25) que sofreu um aborto espontâneo em julho desse ano. O texto, nomeado “The losses we share” (“As perdas que compartilhamos”, em português), traz um relato emocionante da mulher de 39 anos sobre a perda de seu segundo filho.

A esposa de Príncipe Harry contou que vivia uma manhã como todas as outras quando, após trocar a fralda do filho Archie, de 1 ano, sentiu fortes cólicas e caiu no chão com o menino no colo. “Murmurei uma canção de ninar para tentar manter nós dois calmos, o tom alegre da música contrastava friamente com a sensação de que alguma coisa não estava certa”, recordou.

Em um dos trechos mais comoventes da carta, Meghan escreveu: “Eu sabia, enquanto segurava meu primeiro filho, que estava perdendo meu segundo”. Vale lembrar que a atriz é casada com o Príncipe Harry , Duque de Sussex, desde 2018, e deu à luz a Archie em maio de 2019.

O aborto espontâneo é caracterizado pela interrupção repentina da gravidez , que acontece de forma natural até a 22° semana de gestação. A seguir, as ginecologistas Alessandra Evangelista e Erica Mantelli explicam mais sobre o problema. Veja mais sobre o assunto e o relato da Duquesa!

Saiba mais sobre as causas e consequências do aborto espontâneo

Meghan Markle revela ter sofrido aborto espontâneo; entenda os riscos
Foto: Reprodução/Instagram/Sussexroyal

Causas

Geralmente, o aborto espontâneo ocorre no primeiro trimestre da gestação , principalmente por alterações genéticas que levam à má formação do bebê. “Também pode ser relacionado a drogas, alcoolismo, doenças crônicas como diabetes, alterações na tireoide, e até mesmo uso de medicamentos que podem prejudicar a gravidez. Outra causa é a incompetência istmocervical, ou seja, o colo do útero da mulher é enfraquecido e, conforme a gravidez evolui, o órgão não consegue segurar o bebê”, explica a ginecologista Erica Mantelli.

Cuidados necessários

De acordo com a ginecologista Alessandra Evangelista, é preciso manter um acompanhamento adequado com o médico obstetra, realizar todas as consultas do pré-natal e fazer os exames indicados, que servem tanto para avaliar a saúde da mãe quanto a do bebê . Além disso, a mulher grávida deve suplementar sua alimentação com o uso do ácido fólico por, pelo menos, três meses antes da gravidez a fim de garantir a boa formação do feto – tudo isso mediante a orientação de um profissional no assunto.

Aborto em números

“Na dor de nossa perda, meu marido e eu descobrimos que em um quarto com 100 mulheres, 10 a 20 delas sofreram aborto espontâneo”, relata Meghan Markle na carta no Times. Um pesquisa publicada pela revista científica Obstetrics & Gynecology revela que a interrupção involuntária da gestação ocorre entre 15% e 20% dos casos, sendo, em sua grande maioria, associados à má formação genética.

“No entanto, apesar da impressionante semelhança dessa dor, a conversa continua sendo um tabu, cheia de vergonha (injustificada) e perpetuando um ciclo de luto solitário”, questiona Meghan. A Duquesa de Sussex ainda pontua que as poucas mulheres que têm coragem de compartilhar suas histórias abrem portas para que outras também possam falar a verdade, assim como ela fez ao The New York Times .

Riscos pós-aborto

O principal risco para a mulher após enfrentar um aborto espontâneo é sofrer uma hemorragia severa, o que pode causar um quadro de anemia . Outras consequências são as infecções decorrentes do sangramento ou do procedimento de curetagem (realizado quando o feto não foi totalmente expelido). “Toda gestante que apresentar qualquer sangramento deve entrar em contato imediato com seu médico e se dirigir ao pronto-socorro obstétrico mais perto”, alerta a ginecologista.

Superando o trauma

Com o aborto espontâneo, as mulheres tendem a ficar abaladas e podem desenvolver problemas psicológicos e emocionais. “Perder um filho significa carregar uma dor quase insuportável. Muitas de nós passamos por isso, mas poucas conseguem falar sobre”, afirma Meghan Markle em carta.

Horas após sofrer o aborto, deitada em uma cama de hospital, a Duquesa revelou que segurou as mãos molhadas em lágrimas do marido e se perguntou como o casal iria se recuperar da perda.

Por isso, é importante que quem passou pela situação busque ajuda profissional para amenizar as consequências. Àquelas mulheres que desejam engravidar novamente, o indicado é procurar um ginecologista para identificar as causas do aborto espontâneo e evitar que a situação volte a acontecer.

Consultoria: Alessandra Evangelista e Erica Mantelli, ginecologistas | Texto: Redação Alto Astral e Milena Garcia

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana