conecte-se conosco


Policial

Dez são presos por embriaguez e 47 são multados por dirigir sob efeito de álcool

Publicado


Ao todo, foram cinco pontos de blitze, sendo aplicados 567 testes de alcoolemia de quinta-feira até domingo

Durante quatro dias consecutivos da Operação Vida no Trânsito, 10 pessoas foram presas por dirigir embriagadas e 47 foram multadas por estarem no volante sob efeito de álcool. Ao todo, foram cinco pontos de blitze, sendo aplicados 567 testes de alcoolemia de quinta-feira (28) até domingo (1).

Também foram removidos 108 veículos, 58 motoristas multados por estar sem licenciamento dos veículos, 31 pessoas foram flagradas dirigindo sem CNH, 12 se recusaram a fazer teste com etilômetro. Outros 7 motoristas foram multados por estarem com a CNH vencida há mais de 30 dias.

A Operação Vida no Trânsito foi realizada pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), Semob, Serviço de Operações Penitenciárias Especializadas (SOE), Ciosp, Polícia Rodoviária Federal, em parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG).

A ação teve como objetivo principal entrevistas com motoristas de Cuiabá para pesquisa nacional, encomendada pelo Ministério da Saúde à UFG para avaliar o efeito do Programa Vida no Trânsito (PVT), que estima a prevalência e fatores associados ao beber e dirigir e velocidade excessiva nos condutores de automóveis ou motocicletas.

Leia Também:  Polícia Civil prende suspeito por estupro de vulnerável de menor desaparecida

O estudo vai avaliar o comportamento dos motoristas nas cidades de Cuiabá, Palmas, Campo Grande, Curitiba, Teresina, Belo Horizonte, Boa Vista, Florianópolis, São Luís, São Paulo, Macapá, Goiânia, Salvador e Vitória.

Pesquisadores da UFG, sob orientação do coordenador, o médico infectologista e pesquisador da UFG, Otaliba Libânio de Morais Neto, ouviram moradores da Capital, que não fossem trabalhadores de aplicativos, taxistas ou mototaxistas. Além de preencher o questionário, os motoristas sopraram o etilômetro para fins acadêmicos e depois, decidia se faria ou não o teste oficial da equipe da Lei Seca.

“Na pesquisa, avaliamos, através das entrevistas e também pelo teste de etilômetro, a dosagem de alcoolemia nos condutores de veículos. O estudo permite avaliar quais os principais fatores associados aos acidentes de trânsitos, e principalmente, com as mortes e feridos graves causados pelos os acidentes de trânsitos. Avaliamos usos detratores, como de aparelho celular e outros aparelhos que o condutor utiliza e que diminui a atenção, o que pode estar relacionado ao acidente de trânsito”, explica.

O secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp, coronel PM Victor Fortes, destaca que os resultados da pesquisa serão importantes para ações efetivas para reduzir acidentes e mortes no trânsito. A Sesp continua por meio de parceiros como a PRF, órgãos municipais de trânsito, como a Semob e a Guarda Municipal de Várzea Grande, com as ações da Lei Seca.

Leia Também:  PRF do Mato Grosso reduz em 56% o número de acidentes

“A gente também destaca a parceria e a integração de todos os órgãos e instituições que atuam na fiscalização, órgãos municipais, estadual e federal, participação ativa de todas as forças de segurança. O objetivo de todos é comum é preservar a vida e garantir a segurança de todos”, afirma.

Lei Seca

Em 2019, foram realizadas 35 operações Lei Seca em Mato Grosso, contemplando os municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Cáceres, Rondonópolis e Campo Novo do Parecis. Foram 161 pessoas presas por dirigir bêbadas, 4.363 testes de alcoolemia foram aplicados, 436 CNHs recolhidas, 367 documentos de veículos recolhidos, 854 veículos removidos, 437 pessoas dirigindo embriagadas e 96 se recusaram a fazer teste de bafômetro.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

PRF em Mato Grosso concentra maior apreensão de madeiras do País

Publicado

Em 2019 já foram recolhidos 6.542 m³ do produto, o que corresponde a 327 caminhões carregados

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mato Grosso é a superintendência que mais apreende madeira irregular no País. Em 2019, apenas até o início de dezembro, já foram recolhidos 6.542 m³ do produto, o que corresponde a 327 caminhões carregados.

As últimas apreensões ocorreram na terça-feira (10) na BR-163, em Guarantã do Norte e Matupá, quando 103m³ de madeira foram retidos e três pessoas acabaram presas.

Os flagrantes são feitos quase diariamente pela PRF em Mato Grosso. Mais de 90% da madeira apreendida é do tipo serrada e estima-se que é necessário em média uma árvore para produzir cada metro cúbico deste produto. Portanto, apenas o volume retido neste ano representa cerca de 6 mil árvores derrubadas sem autorização dos órgãos ambientais.

As principais irregularidades cometidas são o transporte sem Guia Florestal ou Documento de Origem Florestal, a reutilização de documentação emitida para outra carga ou mesmo documentação falsa.

Leia Também:  Polícia Civil recupera objetos furtados de residência em Alto Araguaia

As espécies mais encontradas nos flagrantes são a Itaúba e o Angelim, mas há também a Castanheira, com corte e comercialização proibidos no Brasil. Muitas vezes, os policiais localizam espécies ou quantidades divergentes do que está sendo declarado.

Essas são algumas das formas encontradas por madeireiros, comerciantes e transportadores para esconder a extração ilegal, conforme explica o PRF Héber Araújo “Essa madeira não está registrada no banco de créditos florestais junto aos órgãos ambientais competentes, então eles simulam a emissão de documentos e tentam dar aparência de legalidade. Esse lucro obtido ilegalmente é prejuízo para o meio ambiente e para a sociedade já que o meio ambiente é um bem de uso comum e essencial à sadia qualidade de vida”.

Normalmente as madeiras ilegais vem do Pará, de Rondônia e do Amazonas e tem como destino o Sul, Sudeste e Centro Oeste do País.

Nos flagrantes feitos pela PRF, são identificados o transportador, o comerciante e o madeireiro como autores no crime ambiental referente a transportar, adquirir ou vender madeira sem licença válida. “As penas para esses infratores vão deste a detenção, aplicação de multas e também perda do material envolvido no crime, como os veículos e equipamentos”, destaca Araújo.

Leia Também:  PRF do Mato Grosso reduz em 56% o número de acidentes

A madeira é apreendida e pode ser doada ao final do processo para instituições públicas ou entidades assistenciais e ainda leiloada e revertida para os órgãos de segurança pública e ambientais.

Em Sorriso, por exemplo, madeiras apreendidas pela PRF já se transformaram em quiosques, bancos, mesas e passarelas da Área Verde Central do município e em pontes na área rural. Em outros municípios, foram leiloadas e o valor arrecadado foi utilizado para equipar forças de segurança.

*O policial Héber Araújo, da 6ª Delegacia da PRF em Sorriso, é consultor técnico do Grupo de Enfrentamento aos Crimes Ambientais (Gecam) da PRF e especialista em educação ambiental e sustentabilidade.

Neocleciana Gonçalves – SECOM PRF MT

Fonte: PRF MT
Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende 6 integrantes de facção atuante com tráfico de drogas em Confresa

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Seis integrantes de uma facção criminosa atuante em Confresa (1.160 km a Nordeste de Cuiabá) foram presos pela Polícia Judiciária Civil do município, na terça-feira (10.12). A ação resultou também na apreensão de drogas, dinheiro e três motocicletas produtos de roubo/furto.

Lindondion Barbosa de Oliveira, 32, conhecido como “Capitão”, Thiago Eduardo Sokolowski, conhecido como “Soko”, Daniel Lima da Silva, 23, Wanderson Tavares da Silva, 18, conhecido como “Metralha”, João Paulo Almeida Silva, 20, conhecido “Mosquito”, Glebson dos Santos Costa, 24, conhecido como “Doda”, foram presos em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação qualificada.

Os policiais civis realizavam diligências investigativas quando avistaram no quintal de uma casa no bairro Jardim Planalto, uma moto Honda Pop com registro de furto. Diante dos fatos, a residência passou a ser monitorada.

Após certo tempo de vigilância os investigadores perceberam movimentação estranha no endereço. Ato contínuom foi feita aproximação e abordagem de dois indivíduos, Lindondion Barbosa de Oliveira e Glebson dos Santos Costa, sendo que o segundo informou ser o proprietário da moto Honda Pop.

Leia Também:  Polícia Comunitária participa de roda de conversa sobre violência contra mulher em Rondonópolis

No imóvel, foram apreendidas dentro de um tênis várias porções de drogas, entre maconha e cocaína, mais de R$ 1,3 mil em dinheiro trocado, e outra motocicleta que estava escondida no interior de um dos cômodos. Camuflado no telhado, também foram localizadas mais trouxas de substâncias entorpecentes além de uma balança de precisão.

No momento em que os policiais civis realizavam buscas, outros dois suspeitos chegaram no local, sendo Wanderson Tavares da Silva e Thiago Eduardo Sokolowski, ambos integrantes do grupo criminoso.

Em seguida, a equipe deslocou-se para onde endereço apontado pelos suspeitos, onde mais dois envolvidos foram localizados, João Paulo Almeida Silva e Daniel Lima da Silva. Com eles os policiais civis apreenderam vários produtos roubados como um videogame Play Station PS4, um relógio, uma balança de precisão, e mais de R$ 900,00 em dinheiro.

Diante do flagrante, os seis suspeitos foram conduzidos para Delegacia de Polícia de Confresa, interrogados e autuados em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação qualificada.

Leia Também:  COMUNICADO – DEDETIZAÇÃO DELEGACIA DE CRIMES FAZENDÁRIOS

Após a confecção dos autos os presos foram encaminhados para a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, ficando à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana