conecte-se conosco


Geral

Detran-MT implanta recurso para coibir fraudes em aulas para habilitação

Publicado

A implantação foi desenvolvida em parceria com a Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) e lançada nesta sexta-feira

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) deu início, nesta sexta-feira (12), à implantação do sistema de telemetria para os Centros de Formação de Condutores (CFC), com o objetivo de coibir fraudes durante processo de formação de condutores. A implantação foi desenvolvida em parceria com a Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI).

Implantada para ser executada em parceria com empresas a serem contratadas pelas próprias autoescolas, a telemetria permite o controle e registro das aulas práticas a partir de câmeras de monitoramento e localizadores de GPS instalados nos veículos das autoescolas.

O diretor de Habilitação da autarquia, Alessandro de Andrade, explicou que atualmente, o sistema de controle de aulas práticas para formação de condutores é realizado com planilha em papel, o que possibilitaria fraudes no decorrer do processo.

“O sistema de telemetria está sendo implantado justamente para combater as fraudes, assegurando que a carga horária de aulas seja realmente ministrada e para que possamos avaliar o conteúdo pedagógico de cada aula e da autoescola”, pontuou Andrade.

De acordo com ele, cerca de 25 autoescolas estão sob investigação, por meio de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) no Detran-MT, desde 2016. “A telemetria, dessa forma, é um serviço para a sociedade, pois queremos garantir a formação de bons motoristas no trânsito, assegurando a idoneidade do ensino transmitido nas autoescolas”.

O presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, informou que os CFCs de Cuiabá e Várzea Grande terão 45 dias para adequação ao sistema e compra dos equipamentos necessários.

“Estamos realizando o levantamento de todos os veículos das CFCs para darmos o prazo adequado de implantação. Depois de Cuiabá e Várzea Grande, notificaremos as cidades-polo de Mato Grosso e, por fim, os demais municípios do interior, para que todas as autoescolas se adequem ao sistema. Acredito que até outubro deste ano, a telemetria esteja implantada em todo o Estado”, afirmou Vasconcelos.

Nesta sexta-feira, o Detran-MT realizou o primeiro teste de telemetria em um veículo de autoescola. O procedimento foi acompanhado pelo secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

“Essa tecnologia vai trazer transparência e garantir a boa qualificação das novas CNHs. Além de trazer uma tranquilidade muito grande para o Governo, uma vez que esse investimento se traduz em economia em casos de acidentes, na saúde e segurança, sendo imensurável esse retorno, pois vidas estarão sendo preservadas, o que é mais importante”, declarou Carvalho.

O sistema

Para dar início à aula prática, a telemetria fará o reconhecimento do aluno-condutor a partir de biometria digital ou facial – e o próprio sistema vai apresentar os dados do condutor e do veículo utilizado, registrar o desempenho do condutor durante o percurso e gerar um relatório da aula.

Esse relatório vai conter a duração da aula, a distância e o caminho percorrido, a velocidade do veículo, além das faltas e infrações cometidas e os locais onde elas ocorreram durante o percurso. Todos esses dados, inclusive com imagens registradas durante as aulas, serão encaminhados pela MTI ao sistema do Detran-MT que, assim como as autoescolas, terá o histórico das aulas realizadas e do conteúdo programático ofertado.

De acordo com o vice-presidente da MTI, Cleberson Gomes, o projeto da telemetria foi desenvolvido para assegurar maior eficiência e modernidade ao sistema do Detran-MT. “Assinamos um termo de compromisso com o Detran para a entrega de 23 projetos – e o da telemetria é um deles. Agora será possível avançar na prestação de um serviço de melhor qualidade ao cidadão mato-grossense”, disse.

 

 

publicidade
1 comentário

1 comentário

  1. Paulo disse:

    Quando a empresa tem boa gestão os serviços aparecem. Parabéns ao detran-mt e a MTI. É a MTI provando a sua viabilidade como empresa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Operação da Lei Seca termina com 16 pessoas presas por embriaguez ao volante

Publicado

Ao todo, 87 veículos foram fiscalizados na Avenida Tenente Coronel Duarte, em Cuiabá 

A Operação Lei Seca realizada na madrugada de sábado (6) resultou na prisão de 16 motoristas embriagados em Cuiabá e 87 veículos abordados. Além das autuações por consumo de álcool e direção, 22 pessoas vão responder por conduzir veículo sem registro ou não licenciado, 15 por dirigir sem ter CNH, duas por se recusarem a fazer o “bafômetro” e outras nove por razões diversas.

A polícia também comunicou que prendeu uma pessoa que estava com um mandado de prisão em aberto. Ainda foram recolhidas 12 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) e 49 veículos foram apreendidos e encaminhados ao Pátio Municipal.

A ação da Polícia Militar e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), entre outros órgãos, ocorreu na Avenida Tenente Coronel Duarte, no Bairro Dom Aquino.

Continue lendo

Geral

Cuiabá garante aumento salarial para agentes comunitários de saúde e de combate às endemias

Publicado

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, garantiu a aplicação do piso nacional dos Agentes Comunitários de Saúde – ACS e Agentes de Combate às Endemias – ACE, na folha de pagamento referente ao mês de julho, sendo pago ainda os retroativos dos meses de maio e junho, conforme repasse do Governo Federal.

No ano de 2019, o chefe do Executivo Municipal sancionou a Lei n 6.417/2019, instituindo o piso nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias, conforme a Lei Federal n 13.708/2018. Na oportunidade, o gestor fez ainda prever no § 2⁰ do art. 1⁰ que o Executivo estaria autorizado a conceder a todos os ACS e ACE o piso salarial e suas alterações de forma simultânea e espontânea.

Com a data-base dos servidores municipais em abril, a gestão concedeu também no ano de 2022 o Reajuste Geral Anual  (RGA) de 12,47% a todos os servidores, inclusive aos ACS e ACE, correspondente aos últimos 12 meses (maio/21 a abril/22).  Posteriormente, com o advento da Emenda Constitucional 120/2022, que definiu que o vencimento dos Agentes Comunitários  de Saúde e de Endemias não seria inferior a dois salários mínimos, a Prefeitura de Cuiabá automaticamente atualizou os vencimentos da categoria, passando a pagar no mês de julho de 2022 o equivalente a R$ 2.424,00, sendo pago também na mesma folha os retroativos de maio e junho.

Vale ressaltar que os Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemias recebem ainda o adicional de insalubridade e o prêmio saúde, que também foi atualizado no final de 2021, passando de R$ 70 para R$ 400 mensais.

“Tenho orgulho em dizer que a nossa gestão preza pelo respeito com o servidor que ajuda a construir uma Cuiabá melhor para  se viver. Um servidor valorizado tem mais estímulo para trabalhar e teremos sempre como resultado final, a excelência no atendimento à população cuiabana. Por isso não poderíamos deixar de olhar, principalmente, aos servidores que ajudam a melhorar a saúde pública da nossa querida Cuiabá”, destaca o prefeito Emanuel Pinheiro.

 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana