conecte-se conosco


Política Nacional

Deputados podem decidir sobre estados e municípios na reforma esta semana

Publicado

Congresso Nacional
Senado Federal

Congresso não deve ter muitas votação polêmicas na primeira semana de julho

A primeira semana de julho não prevê grande movimentação, já que na terça-feira (2) começa o recesso de meio de ano do Supremo Tribunal Federal (STF). Da mesma forma, os parlamentares já começam a se preparar para o seu recesso, que se inicia em meados do mês, e Bolsonaro se recupera da viagem ao Japão.

Leia também: Bolsonaro diz que leis em excesso “amarram” ações do governo

Na Câmara, os destaques ficam para as audiências sobre o Licenciamento Ambiental e a votação em plenário da nova Lei de Licitações. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também afirmou na última quinta-feira (27) que a próxima terça (2) será o prazo final para que os deputados decidam se incluem ou não os estados e municípios na reforma da Previdência .

Além disso, uma sessão da CPI sobre o rompimento da barragem em Brumadinho acontecerá na segunda. Terça, quarta e quinta serão marcadas por reuniões ordinárias das comissões

Leia Também:  Brasil é uma baleia ferida que não consegue se mover, diz Guedes

No Senado as reuniões de comissões também ocupam a maior parte da agenda. Na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), uma audiência pública vai discutir a questão do registro, posse e porte de armas na quinta-feira (4). Essa semana, o plenário da Casa também pode votar um projeto que obriga os presos a ressarcir os gastos do Estado com sua manutenção.

Leia também: ‘Acontece em qualquer lugar do mundo’, diz Bolsonaro sobre 39 kg de cocaína

O presidente Jair Bolsonaro , que acaba de voltar do Japão, onde participou de reunião da cúpula do G-20, vai passar a segunda-feira (1) em reuniões com os ministros Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, Abraham Weintraub, da Educação, Paulo Guedes, da Economia, e Jorge Antonio de Oliveira Francisco, da Secretaria-Geral da Presidência da República, além do advogado-geral da União, André Luiz de Almeida.

O Planalto ainda não divulgou os compromissos do presidente para o resto da semana.

Fonte: IG Política
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política Nacional

Eduardo Bolsonaro publica vídeo alfinetando deputados do PSL

Publicado

source
Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann arrow-options
Reprodução/Twitter/JoiceHasselmann

Eduardo Bolsonaro e Joice Hasselmann voltam a trocar farpas nas redes sociais. Veja a discussão

Eduardo Bolsonaro utilizou sua conta no Twitter para alfinetar deputados e senadores do PSL que usaram o nome de seu pai para atrair votos durante a campanha política de 2018. Entre os candidatos que aparecem no vídeo, destaque para Major Olímpio (PSL-SP), Luciano Bivar (PSL-PE), Alexandre Frota (PSDB-SP), Joice Hasselmann (PSL-SP) e Dayane Pimentel (PSL-BA).

LEIA MAIS: Gilmar Mendes suspende lei municipal que barrava ensino de gênero

“A sua luta é a minha luta. Pelo fim da corrupção!” diz Alexandre Frota , fazendo referência ao atual presidente. “No dia 7 de outubro, peço com muita humildade, professora Dayane Pimentel, 1717, que tem como referencial político Jair Messias Bolsonaro ”, diz a deputada baiana.

Bivar, presidente do PSL, também aparece ao lado de Flávio e Eduardo, ressaltando a importância do voto em Bolsonaro.

Leia Também:  Paim destaca Sínodo dos Bispos que discute floresta amazônica no Vaticano

O vídeo de Eduardo Bolsonaro chamou a atenção de Joice Hasselmann. A deputada – que durante sua campanha, disse que “enfrentaria essa cambada” ao lado de Jair Bolsonaro – respondeu ao tweet do filho, dizendo que trabalhou incessantemente pela mudança do Brasil. “Obrigada por reconhecer, enfim”, ironiza. “Valeu, menino”.

LEIA MAIS: Governadores do Nordeste publicam carta de repúdio a Bolsonaro

Eduardo, então, retweetou Joice Hasselmann com o meme “Galvão, sentiu!”, e postou a hashtag #DeixeDeSeguirAPepa – que esteve nos trending topics da rede social durante a manhã deste sábado.

Fonte: IG Política
Continue lendo

Política Nacional

PSL quer “salvar o país” dos filhos de Bolsonaro; Eduardo pode ser suspenso

Publicado

source

Segundo informações divulgadas na coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo , neste sábado (19), deputados ligados ao presidente do PSL, Luciano Bivar, apresentação pedido para que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) seja suspenso e levado ao comitê de ética da agremiação. A requisição será levada ao partido no domingo (20).

Leia também: Eduardo Bolsonaro publica vídeo alfinetando deputados do PSL

Eduardo Bolsonaro arrow-options
Roberto Casimiro/Fotoarena/Agência O Globo

Requisição de deputados do PSL pedem que Eduardo Bolsonaro seja suspenso e levado ao comitê de ética do partido

À colunista, o deputado federal Junior Bozzella (PSL-SP) afirmou que a direção executiva do PSL irá acatar a sugestão. “Nós agora temos uma missão: salvar o Brasil dos filhos do presidente. Eles vão afundar o governo do pai deles e o país junto”, disse. 

O político também afirmou que  Eduardo Bolsonaro “passou de todos os limites” com a tentativa de derrubar Delegado Waldir, líder do partido na Câmara dos Deputados. Os ataques feitos pelo filho do presidente Jair Bolsonaro ao partido e seus dirigentes nas redes sociais também não foram vistos com bons olhos pelos membros. 

Leia Também:  Debatedores defendem regulamentação profissional do ‘coaching’

Leia também: Antes “irmãos”, Eduardo Bolsonaro e Joice trocam farpas nas redes sociais

“O país está parado há três semanas por causa dos problemas que eles criam. Eduardo quer ser tudo. E não consegue ser nada. É quase embaixador, quase líder, está dando palpite na liderança do partido enquanto o assessor dele está com problema de rachadinhas de salários de funcionários”, afirma Bozzella. 

Fonte: IG Política
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana