conecte-se conosco


Política MT

ALMT aprova Lei que autoriza patrocínio de R$ 3,5 milhões do Governo do Estado para o Cuiabá

Publicado

Projeto foi aprovado em segunda-votação nesta terça-feira. Demais clubes dividirão patrocínio de R$ 1 milhão [Foto – JL Siqueira]

Os deputados estaduais de Mato Grosso aprovaram nesta terça-feira (26), em duas sessões ordinárias, o Projeto de Lei 963/2021, mensagem governamental 168/2021, que dispõe sobre a criação do programa “Mato Grosso Série A”. O projeto foi aprovado em primeira e segunda votações com um voto contrário do deputado Lúdio Cabral (PT). O PL 963/2021 teve um substitutivo integral apresentado pelo líder de governo no Parlamento, deputado Dilmar Dal Bosco.

A mensagem provocou discussão em plenário durante a votação. Para o deputado Lúdio Cabral, que discutiu a matéria na tribuna, o “governo está querendo surfar no sucesso do Cuiabá Esporte Clube ao propor essa Lei. O Cuiabá chegou nesta posição, até agora, sozinho. Tem todas condições de se manter sem precisar de patrocínio do governo”, disse o parlamentar.

Segundo o parlamentar, “isso é uma empresa privada recebendo recursos públicos. Há pareceres em outros estados contrários a esse tipo de patrocínio e esse questionamento jurídico pode acontecer em Mato Grosso e contaminar a gestão do Cuiabá Esporte Clube. Não é de interesse público investir em um clube de futebol”, destacou Lúdio Cabral.

O deputado Wilson Santos (PSDB), também em discussão sobre a matéria, disse que respeita a posição do deputado Lúdio Cabral, “mas no País do futebol é preciso reconhecer que milhares de pessoas ganham a vida com essa prática esportiva. O Cuiabá, hoje, é uma máquina de empregos, de geração de renda. Esse projeto é para dar uma ajuda financeira ao time, como o governo fez com diversos setores neste período de pandemia. Gira a economia, gera emprego e gera renda”, afirmou.

Quem também defendeu o projeto governamental foi o primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho. “O Cuiabá está propiciando um movimento grande, estamos atraindo pessoas para Cuiabá, para assistir os jogos. O governador está surfando mesmo, é assim que funciona. O governo tem que fazer essas funções”, disse.

O PL 963/2021 autoriza a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) está autorizada a firmar contratos de patrocínio, de forma direta, com as equipes, sendo R$ 3,5 milhões destinados aos times na Série A e R$ 1 milhão para quem estiver na Série B. Caso não tenha times disputando as séries A e B do Brasileirão, o patrocínio será revertido às equipes profissionais que disputam as séries C e D.

O governo argumenta que o projeto objetiva promover o incentivo ao futebol profissional de alto rendimento em Mato Grosso. E que o programa adota como diretrizes a promoção da competitividade entre as equipes profissionais mato-grossenses, bem como autonomia das entidades desportivas. Segundo o governo, a propositura também é “apta a conferir ao Estado de Mato Grosso o reconhecimento em nível nacional, já que a sua imagem está associada ao esporte de maior alcance entre os brasileiros”.

publicidade
1 comentário

1 comentário

  1. Vicente disse:

    Os clubes há anos reivindicam essa ajuda do poder público tanto estadual como municipal, sempre a mesma desculpa, o MP dizia que é anticonstitucional. A lei mudou?. Agora pode dar dinheiro para um clube-empresa?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Delegado Claudinei homenageia os integrantes do Cuiabá Esporte Clube

Publicado


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O presidente do Cuiabá Esporte Clube, Alessandro Dresch, recebeu das mãos do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), a Moção de Aplausos de n.º 61/2021 que manifesta o reconhecimento público ao time de futebol mato-grossense pelo acesso à série A do Campeonato Brasileiro, o que consequentemente contribuiu no fomento da economia por meio do esporte e turismo no Estado de Mato Grosso. O ato da entrega ocorreu na segunda-feira (29), no Plenário Renê Barbour da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. 

“A gente fica feliz em homenagear o Cuiabá Esporte Clube, que fez a diferença no futebol mato-grossense. No final do ano passado, apresentei a Moção de Aplausos, quando o Clube foi para a série A. Realmente esse time de futebol teve destaque neste ano. Foi uma satisfação contar com a presença do Alessandro, que recebeu a homenagem. Estamos muito felizes com esse Clube que levou o nosso Estado a nível nacional e fomentou o turismo de Cuiabá. Parabéns a todos envolvidos”, declarou o parlamentar. 

Dresch explica que ficou muito honrado em representar o time, a torcida, a diretoria, jogadores e a comissão técnica do Cuiabá Esporte Clube. “É uma história muito bonita atrás disso tudo. O Cuiabá nasceu predestinado para ser um grande campeão. Hoje, a gente representa a cidade. A gente leva muito bem, a cidade para fora do Estado e do mundo. A gente até usa o slogan – Cuiabá é Mato Grosso na Série A”, posicionou. 

Ele acrescenta que o momento do Clube é manter o foco total para permanecer na Série A. “Não temos planejamento para 2022. Não temos como garantir nada por enquanto. Somos muito pé no chão e chegamos até aqui por sermos assim. Vamos só fazer novos planejamentos após a decisão do campeonato. Acredito que até o ano que vem  a gente tenha um percurso para novas conquistas e consigamos levar novamente o nome da cidade e do estado”, concluiu Alessandro. 

Clube – O Cuiabá Esporte Clube foi fundado no mês de dezembro de 2001. Uma das principais conquistas da agremiação foi o bicampeonato da Copa Verde e dez títulos de campeão mato-grossense. A primeira conquista aconteceu em 2003, ao ingressar no futebol profissional e garantido a primeira colocação do Campeonato Estadual de Mato Grosso.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Botelho destina emenda e escolas de Itanhangá receberão tablets

Publicado


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

A rede de ensino municipal de Itanhangá vai receber investimentos na ordem de R$ 270 mil com a compra de tablets para alunos e professores das escolas municipais. O convênio 0986-2021 foi firmado na semana passada, com a Secretaria Estadual de Educação – Seduc, que entrará com R$ 250 mil, por meio de emenda do deputado Eduardo Botelho (DEM), primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, e mais 20 mil da contrapartida da Prefeitura Municipal de Itanhangá.

A emenda de Botelho visa proporcionar tecnologia e melhorar as condições do ensino que avança cada vez mais com o uso de computadores.  

“Vivemos numa nova era, com nova forma de aprendizado através da tecnologia. Ela é importante para os alunos, que vivem nos smartphones e daqui uns dias não vai ter mais quadro nas salas de aulas, vai ser o aprendizado digital. Então, o estado dar condições para os alunos acompanharem isso é muito importante. Essa emenda, não resta dúvidas, vai colocar Itanhangá em nível de primeiro mundo, pois podem ter o tablet para estudar, pesquisar. Isso é a modernidade e nós estamos levando esse investimento para os moradores de Itanhangá, que realmente merecem tecnologia de primeiro mundo”, afirmou Botelho.

Durante a assinatura do convênio, o secretário de Educação, Allan Porto reconheceu o trabalho do deputado em defesa da educação. “Essa emenda de R$ 250 mil do deputado Botelho veio num momento importante para Itanhangá, onde vai beneficiar os profissionais da Educação. É a soma de esforços por mais um benefício que vai chegar para todos os professores, numa parceria do governo do estado, juntamente com o município. Estamos muito felizes em assinar esse convênio, um dos primeiros das emendas parlamentares. Próximo passo é liberar o recurso, que está em conta, e o município fazer a licitação para a compra desses tablets”, explicou o secretário.  

O prefeito Edu Pascoski agradeceu o benefício. “Tivemos que inovar na pandemia, trabalhando com equipamentos eletrônicos, isso vai contribuir para que possamos trabalhar no aprendizado das nossas crianças. A emenda vem num momento muito bom, nossos agradecimentos a todos. Vamos atender 100% nossos profissionais da rede municipal de educação. Também vamos começar a implementar essas ferramentas para os nossos alunos, num processo gradativo, mas necessário para o futuro”, reconheceu o prefeito.  

De acordo com o secretário, há entendimento para que o governo invista na estrutura física, na tecnológica e, principalmente, na parte pedagógica das escolas mato-grossenses. Tanto que já investe em notebooks para professores da rede estadual e, agora, em fase de licitação a compra de chromebooks para estudantes.  

“São muitos avanços, reformas de escolas, climatização, construção de escola nova e ano que vem o foco será recuperar aprendizagem dos nossos estudantes. Vai vir material complementar, educação financeira, inglês, formação continuada dos professores, trabalho de gestão, cada escola terá uma meta de aprendizagem para atingir seus objetivos”, concluiu Alan Porto.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana