conecte-se conosco


Política Nacional

Deputado do PSL tem carro alvejado por tiros no Mato Grosso do Sul

Publicado

source
Veículo alvejado arrow-options
Reprodução/Facebook/@loestertrutisdep

Veículo foi atingido por pelo menos cinco tiros

O deputado federal Loester Trutis (PSL-MS) foi alvo de uma emboscada na manhã deste domingo (16) no Mato Grosso do Sul e teve seu carro atingido por pelo menos cinco tiros . O atentado ocorreu quando ele estava a caminho da cidade de Sidrolândia, que fica a 74 km da capital Campo Grande . Trutis e sua equipe não foram atingidos.

Em seu perfil pessoal no Facebook, o parlamentar publicou um vídeo mostrando o estado que o veículo ficou após o ataque. A parte lateral do carro ficou marcas de bala e uma das janelas foi destruída, ficando aos estilhaços.

Loester Trutis arrow-options
Luis Macedo/Câmara dos Deputados

No Facebook, Trutis se define como “conservador, pró-armas, anticomunista e carnívoro”

Ainda de acordo com a publicação feita na rede social, “o deputado conseguiu revidar o ataque”. Não se sabe ele estava armado quando sofreu o ataque.

Leia também: Tiros que mataram miliciano foram dados a distância de 1,5 metro, diz IML

Para sair do local do ataque, Trutis contou com o apoio do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar e foi à Superintendência da Polícia Federal no Estado para prestar depoimento. Foi aberto um inquérito pela Polícia Federal para apurar o caso.

Fonte: IG Política
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política Nacional

Ministro Marco Aurélio Mello encaminha pedido de afastamento de Bolsonaro à PGR

Publicado

source
homem de toga arrow-options
Carlos Moura/SCO/STF

Ministro Marco Aurélio, do STF

O pedido de afastamento do presidente Jair Bolsonaro do cargo, protocolado em forma de notícia-crime pelo deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG), foi recebido pelo ministro Marco Aurélio de Mello e repassado à Procuradoria Geral da República na noite da segunda-feira (30).

A notícia-crime foi feita após “irresponsáveis declarações” do presidente Jair Bolsonaro sobre a epidemia de Covid-19 que assola o país desde o fim de fevereiro. “A peça pode levar ao afastamento do presidente por 180 dias ou mesmo à perda do mandato”, celebrou o deputado nas redes sociais.

Leia também: “Ou o governo libera dinheiro ou o povo sairá para ganhar seu pão”, adverte Lula

Agora, como a queixa não foi arquivada, a PGR, sob comando de Augusto Aras, deverá se pronunciar sobre o caso. Nem Bolsonaro nem o Palácio do Planalto se pronunciaram sobre o assunto.

Fonte: IG Política
Continue lendo

Política Nacional

Eduardo Bolsonaro é alvo de piadas ao errar inglês em postagem: “família buraco”

Publicado

source
publicação de homem na rede social arrow-options
Twitter / Reprodução

Eduardo Bolsonaro confundiu “whole” com “hole” e virou piada nas redes

O deputado Eduardo Bolsonaro , que chegou a ser cotado pelo próprio pai para assumir cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos, cometeu uma gafe com a língua inglesa e se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter na noite desta segunda-feira (30).

A mensagem de Eduardo foi escrita em português e em inglês após ele replicar um tweet do youtuber e teórico da conspiração Paul Joseph Watson, que afirmava que “Bolsonaro se tornou o primeiro líder mundial na história a ser diretamente censurado pelas mídias sociais”. 

Leia também: Facebook e Instagram também excluem posts de Bolsonaro por violação de regras

Endossando o discurso do britânico conspiracionista, Eduardo escreveu uma pequena frase em português “Da família toda” e outra em inglês: “From the hole family ” (“Da família buraco”, em tradução livre).

Possivelmente, o deputado usou o termo “hole” (buraco) no lugar do termo “whole”, que se refere a “inteiro” ou “todo”. A intenção da frase de Eduardo pode ter sido englobar outros Bolsonaros no apagamento de mensagens realizadas pelas redes, já que o senador Flávio Bolsonaro e o próprio Eduardo tiveram vídeos apagados do Twitter.

Leia também: Maduro foi único chefe de país com mensagem apagada em rede antes de Bolsonaro

Em pouco tempo o assunto se tornou um dos mais comentados na rede social, sendo alvo de diversas críticas e piadas. “Esse é o deputado que supostamente traduziu documentos para mandar a polícia americana para que eu seja deportada… Deve ser por isso que continuo aqui, totalmente documentada”, brincou a jornalista Patrícia Lélis.

“A Família Buraco ou a Família que está levando o Brasil para o buraco?”, questionou um seguidor com uma foto de Bolsonaro com os três filhos mais velhos. A publicação de Eduardo foi apagada em pouco tempo.

Leia também: “A gente está em uma casa pegando fogo”, diz biólogo Atila Iamarino

Todos os vídeos excluídos eram referentes a passeios do presidente Jair Bolsonaro no meio do público diante da pandemia do Covid-19, o que contraria as diretrizes da Organização Mundial da Saúde. Em um dos vídeos Jair cita um medicamento ainda não confirmado como possível cura para doença e em outro ele fala que a economia não pode parar.

Fonte: IG Política
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana