conecte-se conosco


Política MT

Deputado defende acordo para que as prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande assumam obras do VLT

Publicado

José Medeiros ao lado do prefeito Emanuel Pinheiro na Conferência Municipal Sobre o Modal de Transporte Público (VLT X BRT), na AMM

O deputado federal José Medeiros (PL), disse nesta quinta-feira (7), em Cuiabá, durante a Conferência Municipal sobre o Modal de Transporte Público (VLT X BRT), que defende uma gestão das prefeituras da Capital e de Várzea Grande, para finalização das obras do VLT entre as duas cidades. Segundo Medeiros, o “caso do VLT até na Bolívia daria cadeia para os envolvidos”.

“A decisão mais acertada é as prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande assumirem a obra. Tem empresas que querem terminar o VLT, sem precisar de recursos do Estado, mas o governo não quis nem receber esse pessoal. Acho que deveria haver um acordo entre as duas prefeituras e tocar a obra que está aí para não jogar R$ 1 bilhão no lixo”, disse.

“Estamos aqui em mais uma reunião desse tema. Uma coisa que era para ter terminado há tempos e ainda estamos discutindo. Não dá para acreditar, uma obra que gastou quase um bilhão de reais e está quase pronta, permanecer nessa indefinição. Isso era para estar todos os prefeitos estarem protestando, é dinheiro de todos os mato-grossenses. É um caso que até na Bolívia daria cadeia”, afirmou o federal.

Conforme José Medeiros, “é uma obra que se tornou emblemática no Brasil, um País de obras inacabadas, mas nenhuma desse porte. Vamos acompanhar a vistoria da Câmara e ver de perto como estão as coisas no centro de operações do VLT”, disse o parlamentar sobre a visita que ocorre nesta sexta-feira (8), da Comissão de Viação e Transporte da Câmara Federal, em Várzea Grande.

“Está chamando atenção do País esta obra porque tem um barracão com mais de R$ 700 milhões em equipamentos, que é a parte eletrônica e os vagões”, disse, acrescentando que a culpa pelo atual estágio está nos governantes. “A culpa começa quando parou a obra, pelo ex-governador Pedro Taques e continua com o Mauro Mendes que não continuou”.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política MT

Mauro destaca experiência de Wellington e que bom trânsito em Brasília foi fundamental para Mato Grosso

Publicado

Governador destacou a importância política do senador para Mato Grosso

A experiência, o trânsito em Brasília e o perfil trabalhador do senador Wellington Fagundes (PL) o credenciam para mais um mandato. Esta é a avaliação do governador Mauro Mendes (UB), que também concorre a reeleição, e destaca a importância política do senador para Mato Grosso.

“Ele tem uma energia, uma vontade extraordinária de continuar representando Mato Grosso no Senado Federal. O Senado é a Casa onde todos os estados tem a mesma igualdade e Wellington Fagundes tem essa experiência, esse conhecimento, esse trânsito em Brasília para continuar defendendo o estado de Mato Grosso. Essa parceria está dando certo”, argumentou o governador durante o lançamento oficial da candidatura do ex-secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo (UB), para deputado estadual, na noite de quarta-feira (17).

Gilberto também enalteceu o senador por ter sido um grande parceiro de Mauro Mendes no primeiro mandato, quando mobilizou recursos para que o governador e os secretários de Estado pudessem colocar em prática os projetos estruturantes da gestão. “Essa parceria agora só vai consolidar esse grande trabalho realizado. Estamos com o senador Wellington Fagundes e vamos trabalhar pela reeleição dele para que continue auxiliando o governo de Mato Grosso nesses programas importantes para melhorar a qualidade de vida da população”, declarou.

O candidato a deputado federal, Fábio Garcia (UB), afirmou que Wellington é um dos parlamentares brasileiros mais articulados dentro do Congresso Nacional.

Ambos foram colegas na bancada de Mato Grosso neste ano, por quase 100 dias, devido a licença do senador Jayme Campos. “Ele tem muito conhecimento em Brasília, é experiente, trabalhador, portanto, através do trabalho de Wellington Fagundes, com certeza vamos viabilizar mais projetos importantes para o desenvolvimento de Mato Grosso. Essa parceria com o presidente Bolsonaro, governador Mauro Mendes e o senador Wellington vai trazer muitos resultados positivos para o Estado”, afirmou.

Por ser um estado em desenvolvimento, Fagundes disse também que é necessário manter o alinhamento político do governo federal e governo estadual, para que Mato Grosso continue no caminho da geração de empregos e oportunidades à população.

 

 

Continue lendo

Política MT

“Fila do osso só existe em Cuiabá, que é mal administrada”, afirma vereadora

Publicado

A vereadora de Cuiabá, Michelly Alencar (União), foi categórica ao afirmar que a primeira-dama da capital e candidata ao governo do Estado, Márcia Pinheiro (PV) ao “jogar a culpa da fila dos ossinhos no Estado”, demonstra “descaso com os mais pobres”.

“É um absurdo o que ela está tentando fazer. Tirar uma culpa que é dela, da falta de Assistência Social da Prefeitura de Cuiabá, que ela deveria cuidar, e jogar para o Estado. Esse jogo de empurra-empurra que ela está fazendo só mostra o descaso dela com os mais pobres”, afirmou a vereadora.

Michelly destacou o trabalho realizado pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, tanto em Cuiabá, como no interior. “Como a assistência social de Cuiabá não funciona, não chega onde deve chegar, Virginia assumiu esse trabalho. Porque ela tem esse olhar cuidadoso com os mais pobres, não consegue ver pessoas passando necessidade e não fazer nada. Fui com ela em diversas ações e entregamos cestas básicas e cobertores nos bairros mais carentes de Cuiabá”, contou.

“Se a fila do ossinho existe em Cuiabá, e vemos que é só em Cuiabá, é porque a cidade está muito mal administrada. No interior, vemos muitas ações do Estado, tanto em parceria com os municípios, como em aldeias indígenas, em que a Virginia tem uma forte atuação, e as famílias carentes conseguem receber os auxílios do governo e ter acesso aos programas sociais”, completou a vereadora.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana