conecte-se conosco


Política MT

Deputado afirma que Bolsonaro entrega trecho da BR-163 este mês

Publicado

O deputado Wilson Santos (PSDB) está comemorando o que classifica de momento histórico para o País, que é a conclusão asfáltica da BR-163, iniciada na década de 1970, entre Sinop (MT) e Miritituba (PA). O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e o Exército Brasileiro concluíram as obras em 51 km entre Moraes Almeida (PA) e Novo Progresso (PA), trecho que faltava para interligar, definitivamente, os dois estados.

A obra será entregue até o fim do ano, o que significa a garantia de escoamento da safra de grãos que sai do centro do país, sobretudo do estado do Mato Grosso, até os portos do Pará, com destaque para Miritituba. A rodovia vai garantir mais segurança para os caminhoneiros, que, até então, passavam dias em atoleiros no trecho crítico em questão, principalmente na época de chuvas.

O deputado tucano esteve com o presidente Jair Bolsonaro no sábado (30), e com o general Enzo Peri, ex-comandante do 9º BEC. Na ocasião, Bolsonaro disse que “todo esse trecho está asfaltado e é o coração do agronegócio. Vamos sobrevoar a 163 e entregar juntamente com o ministro Tarcisio Freitas, essa obra que era reivindicada há muito tempo pelo Centro-Oeste, em especial o Mato Grosso”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Ex-governador de Mato Grosso é multado pelo Banco Central por dinheiro em conta no Exterior não declarado

Publicado

O ex-governador de Mato Grosso, empresário do agribusiness e ex-ministro da Agricultura de Michel Temer, Blairo Maggi , foi multado pelo Banco Central por manter no exterior dinheiro não declarado às autoridades brasileiras, segundo foi publicado na Revista Crusoé.

Ao fazer cruzamento de contas em instituições bancárias no Exterior, técnicos do Banco Central, em Brasília, identificaram conta do ex-ministro com boa quantidade de dinheiro,  mas o BC não informou a quantidade do numerário encontrado nas respectivas c0opntas.

Segundo o que foi publicado pela Crozué e pelo siute OAntagonista,  BC aplicou a multa mais alta possível para esses casos, que é de R$ 25 mil.

Ainda conforme o banco estatal, a aplicação da multa é referente a valores não declarados em 2014, quando ele ocupava o posto de senador.

Continue lendo

Política MT

Balanço do governo, no quadrimestre, mostra equilíbro e Mato Grosso sai do ‘vermelho’, diz Gallo

Publicado

FLÁVIO GARCIA /Especial para ODoc

O secretário de Fazenda de Mato Grosso, Rogério Gallo, que apresentou no decorrer da semana o balanço do quadrimestre de 2020 no Estado, disse que pela primeira vez na história, depois de dez anos consecutivos, o governo gasta menos do que arrecada.

_“Depois de dez anos consecutivos no vermelho, gastando mais do que se arrecada, nós fechamos 2019 no azul. Arrecadamos mais do que gastamos”, argumentando que “ainda existem dívidas de outros exercícios, mas pela primeira vez em dez anos, arrecadamos mais do que gastamos”.

Segundo o secretário, no balanço do primeiro quadrimestre de 2020, janeiro a abril, “nós tivemos nos três primeiros meses uma ótima arrecadação. Nós vínhamos com um nível de arrecadação 20% superior ao mesmo período do ano passado”.

Conforme o secretário, esse equilíbrio nas finanças públicas foi altamente positivo para que o Estado atravessasse o período de pandemia do coronavírus, sem maiores problemas. “Com isso nós tivemos condições de enfrentar a pandemia, mesmo sem a ajuda emergencial do governo, o Estado tinha dinheiro em caixa porque fez o dever de casa. Controlou as contas públicas e tinha dinheiro em caixa para fazer o que foi feito lá no Metropolitano, por exemplo, uma ampliação de 180 vagas”, recordou.

“Tivemos o primeiro quadrimestre com equilíbrio orçamentário, gastando menos do que arrecadamos, colocando o Estado num novo rumo, fazendo com que nossos fornecedores recebam em dia e também os servidores públicos, onde já conseguimos trazer do dia 10 para o dia 5, o pagamento dos salários e isso será uma tônica daqui para frente por conta da disciplina fiscal, do respeito com as contas públicas”.

Rogério Gallo disse que “junho e julho tivemos uma queda em relação ao que vínhamos arrecadando. De janeiro a março de 2020, para citar um exemplo, arrecadamos 25% a mais do que no mesmo período de 2019. Nós caímos no segundo trimestre, para 3,5%, quer dizer, de abril a junho nós crescemos apenas 3,5%. Houve uma queda frente ao que vínhamos arrecadando em função da pandemia. Ainda assim continuamos com uma arrecadação superior em relação ao ano passado”.

”De acordo com os dados, a receita total no primeiro quadrimestre de 2020 foi de R$ 6,8 bilhões; já despesa total liquidada chegou a R$ 5,1 bilhões. O resultado foi um superávit na ordem de R$ 1,6 bilhões”.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana