conecte-se conosco


Entretenimento

Demitido da CNN por comentário homofóbico, jornalista é contratado na Jovem Pan

Publicado


source

O jornalista Leandro Narloch foi contratado pela Jovem Pan após ser demitido da CNN Brasil por fazer um comentário homofóbico  no ar. No novo veículo de comunicação, já está confirmado que ele irá apresentar com o economista Samy Dana um programa de variedade que deve estrear na primeira quinzena de setembro.     

Leandro Narloch
Reprodução/CNN

Leandro Narloch


Além dessa atração, o ‘Notícias da TV’ divulgou que Leandro Narloch fará participações “Jornal da Manhã” e pode trabalhar junto com o jornalista Augusto Nunes. A contratação faz parte das novidades que a Jovem Pan vem preparando para setembro. A rádio tem investido no YouTube e na plataforma de streaming Panflix.

A demissão de Leandro da CNN Brasil aconteceu em julho depois dele dizer ao vivo no “Live CNN” que “gays têm uma chance muito maior de ter Aids” ao comentar a decisão Supremo Tribunal Federal que libera homossexuais para doarem sangue.

Após deixar a emissora, o jornalista participou do programa “Pânico”, da Jovem Pan, e disse que deveria ter tido a chance de explicar seu comentário. “Os diretores são bombeiros que ficam apagando incêndio o dia todo, essa minha crise foi só uma no meio de tantas outras. O problema foi  a pressão do movimento gay, da comunidade [LGBTQ+], e na televisão a empresa acaba cedendo a pressões, né?”, disse durante a atração.

Fonte: IG GENTE

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Com Covid-19, Monique Evans diz: “Dor de cabeça e muito cansada”

Publicado


source

Nesta quinta-feira (24), Monique Evans foi aos seus stories contar que testou positivo para a Covid-19. A apresentadora tranquilizou seus seguidores ao afirmar que está bem, apesar dos sintomas característicos da doença. “Hoje veio o resultado e realmente eu estou com Covid. Mas não se preocupem, que eu estou numa boa, só estou com muita dor de cabeça, sem sentir sabor nenhum e muito cansada”, contou.

Monique Evans
Reprodução

Monique Evans está com coronavírus


Monique, que está com 64 anos e, portanto, pertence ao grupo de risco da Covid-19, relevou sua preocupação com o quadro mais grave da doença. “Fiquei muito preocupada com o que pudesse acontecer, mas estou de olho para não ficar com falta de ar”, revelou.


Antes de contar aos seguidores que testou positivo, mas já com o resultado do exame em mãos, Monique mostrou que sua noite de quarta-feira acabou em pizza. Ela recebeu o mimo da filha, Bárbara Evans. “Bárbara foi uma gracinha, me mandou pizza para eu comer, porque eu estou sem sentir gosto, então ela me mandou uma pizza deliciosa”, encerrou.

Desejamos que Monique continue bem e tenha uma breve recuperação.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Christiane Torloni fala sobre ajuda ao Pantanal e alfineta governo Bolsonaro

Publicado


source

Aos 63 anos, Christiane Torloni  se tornou uma das vozes mais ativas na luta proteção ao meio ambiente e se mostrou estarrecida com a situação das queimadas no Pantanal .

Christiane Torloni
Reprodução Instagram

Christiane Torloni

“Se eu pudesse, me candidataria a voluntária no combate às queimadas no Pantanal. Fiquei pensando como ter um jeito de fazer isso. É muito angustiante ficar da nossa casa só vendo, sem fazer nada. Descobri (depois de tentar) que não posso ir porque sou do grupo de risco. Se pudesse, estaria lá apagando fogo para criar um anticlímax. As pessoas criaram informações falsas até em cima dos ficais da ICMBio, dizendo que eles estavam provocando as queimadas criminosas.  Queria ver alguém falando que fui para lá botar fogo na floresta “, disse a atriz, em entrevista à revista Quem .

A artista ainda se mostra triste com as declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que minimizam as queimadas. Na última quinta-feira (17), o mandatário afirmou que o Brasil “está de parabéns” pela forma como preserva a natureza.

“Nós sabemos que está muito pior do que os dados divulgados. É desesperador ver que um governo federal diz que isso é mentira. Nós, brasileiros, estamos sendo desqualificados no mundo inteiro. Em 30 anos, nunca estive tão angustiada não só com a questão do meio ambiente, como também com a nossa democracia. É um momento muito terrível, muito delicado. Houve uma política de desmonte. Houve um aval para isso. ‘Podem desmatar que vamos fazer vista grossa’. Quem votou nesse atual governo, votou sabendo de tudo isso. Elas não estão percebendo o crime que está acontecendo”, lamentou.

Diretora do documentário “Amazônia – O Despertar da Florestania”,  Christiane Torloni se chocou com os dados mostrados no ” Jornal da Globo ” de que o desmatamento na Amazônia cresceu 68% comparado a agosto do ano passado. “O filme está ficando cada vez mais atual. Estava vendo matérias da Amazônia e é desesperador que temos as mesmas questões de 10 anos atrás. Só que piorou e vai piorar muito mais. Não temos um governo favorável ao meio ambiente, muito pelo contrário. Do jeito que está, tínhamos que ir para o Tribunal de Haia , porque o que essas queimadas vão provocar efeitos negativos no mundo todo”.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana