conecte-se conosco


Policial

Delegacia de Poconé recebe viatura reformada com apoio da sociedade

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um trabalho de parceira com a sociedade civil organizada proporcionou a entrega de uma viatura totalmente reformada, à Polícia Judiciária Civil do município de Poconé (104 km ao Sul). A reunião para entrega da caminhonete Mitsubish L200 aconteceu nesta segunda-feira (16.09), na Delegacia Regional de Várzea Grande. 

O novo veículo é resultado da união de esforços entre a Delegacia de Polícia de Poconé, o Conselho da Comunidade do município, a Cooperativa de Mineradores de Poconé (Cooper Poconé) e a empresa privada (oficina mecânica) Abdala Quality.

A caminhonete modelo L200, de patrimônio do Estado, estava baixada no setor de transporte da Polícia Civil, deteriorada, com problemas mecânico e motor fundido.

Diante da tamanha demanda para atender na região rural de Poconé, e sem uma viatura específica para o tipo de trabalho, à Delegacia de Polícia da cidade, passou a buscar parceiras com objetivo de angariar uma viatura para estrada de chão.

Conforme o delegado de Poconé, João Eduardo Sampaio de Alencar, que está a frente da unidade policial há cerca de cinco meses, o município além da área urbana, tem 72 comunidades e assentamentos na sua circunscrição, localizadas em regiões as quais em época de chuva ficam praticamente intransitáveis.

“Em razão da importância de se atender toda a população, com diversos expedientes e diligências pendentes na delegacia, por falta de carro para deslocamento em estradas de terra, sem asfalto, a Polícia Civil de Poconé passou a buscar por parceira para sanar o problema”, disse o delegado de Poconé. 

Com apoio do Conselho da Comunidade, Cooper Poconé e a empresa Abdala Quality, foi possível retirar a L200 que estava parada e em desuso, a qual foi totalmente recuperada e adesivada, conforme a nova identidade visual da instituição. Todo trabalho de recuperação do motor e lataria da caminhonete foi realizado em Cuiabá, na oficina mecânica que cedeu a mão de obra, Abdala Quality. 

Durante o evento da entrega da viatura, o presidente da cooperativa de garimpeiros e mineradores (Cooper Poconé), André Molina, falou dos projetos em parceria que veem sendo elaborados, para promover melhorias e consequentemente fortalecer a segurança pública na região.

Entre outros planejamentos para a Delegacia de Poconé estão: a reforma do prédio da unidade, doação de quatro computadores, contratação de um estagiário, bem como a limpeza e retirada de cerca de 32 toneladas de sucatas, que estavam aglomeradas no antigo pátio da delegacia, realizada no início do mês de setembro.

“Nos últimos anos, a Cooperativa vem desenvolvendo atividades sociais, auxiliando em diferentes projetos de várias áreas, como saúde, educação e outras. Então essa parceira com a Polícia Civil, em contribuir no conserto de um veículo que vai auxiliar na mobilidade dos policiais, é de suma importância e vem de encontro com nosso objetivo, uma vez que vai melhorar e fortalecer ainda mais o setor da segurança pública”, disse André Molina.

O presidente do Conselho da Comunidade, Luís Eduardo Costa Campos, falou da inédita iniciativa da Polícia Civil de Poconé, por meio do delegado João Eduardo, que de forma diferenciada vem fazendo um trabalho que vai muito além do que o sistema pode oferecer.

“O Conselho da Comunidade está muito feliz de fazer parte dessa parceria, e lisonjeado em poder ter junto nesse trabalho e na coordenação da Delegacia de Poconé, um profissional dedicado, proativo e que correr atrás, na busca de soluções e alternativas para os problemas, assim como faz João Eduardo”, parabenizou o presidente.

Presente na ocasião, o delegado geral adjunto, Gianmarco Paccola Capoani, em nome da Polícia Judiciária Civil, agradeceu a sociedade civil organizada de Poconé, pelo empenho em colaborar com a Segurança Pública, transformando um veículo baixado e inutilizado, em um praticamente zero-quilômetro.

“Atitudes como essas dignificam o policial. Atualmente estamos trabalhando com pouco efetivo, porém esse número bem abaixo do ideal, tem nos demonstrado comprometido e por isso estão fazendo toda a diferença. Parabéns a todos envolvidos nessa empreitada, que tem como retorno a valorização e engrandecimento dos nossos policiais”, elogiou o delegado geral adjunto.

Ao final os policiais civis da Delegacia de Poconé, fizeram um agradecimento em especial ao delegado João Eduardo Sampaio de Alencar, pela excelente gestão humanizada que vem fazendo, e de forma brilhante agregando toda a equipe.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Diretores visitam obras de revitalização da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Diretoria-geral da Polícia Civil visitou na manhã de quinta-feira (28.05), as obras de revitalização da estrutura da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA). Além do acompanhamento da reforma, a visita tinha a finalidade de verificar o trabalho de atendimento ao público realizado pela unidade na estrutura temporária.

Através de parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos está sendo ampliada e renovando toda a sua estrutura física. A reforma de valor estimado R$ 1,3 milhão tem o objetivo de modernizar as atividades da delegacia, em especial nas áreas de inteligência e investigação, atendendo demandas solicitadas pelos servidores da unidade.

A primeira parte da visita aconteceu na 2ª Delegacia de Polícia de Várzea Grande, onde a DERRFVA está funcionando temporariamente durante o período de obras. Na ocasião, os diretores puderam verificar como é realizado o atendimento ao público e demais atividades desenvolvidas pela delegacia na unidade improvisada.

Posteriormente, os diretores junto aos delegados foram até a sede da DERRFVA onde visitaram os contaneirs e ônibus em que parte da unidade está atuando e passará a atuar em sua totalidade até o final da reforma.

Mesmo durante as obras na sede continuam sendo realizados os serviços de atendimento às vítimas de roubos e furtos, registro de ocorrência e restituição de veículos. Outro trabalho que é realizado no local é o prensamento de veículos que estavam acumulados há anos no pátio da delegacia.

O delegado titular da DERRFVA, Gustavo Garcia Francisco, disse que a visita foi uma oportunidade de mostrar a estrutura montada para fazer o atendimento ao público e também para mostrar o andamento das obras que já está em fase de demolição da área interna do antigo prédio, com as sapatas e fundações já instaladas.

“Durante a visita foi apresentado todo o projeto da nova estrutura, as construções, o fortalecimento das unidades investigativas, que foi aprovado por todos os diretores. Eles também parabenizaram a dedicação dos servidores, que mesmo diante de todas as dificuldades, como mudança de local, trabalho concomitantes com obra, continuam prestando um serviço de excelência ao público”, disse Gustavo.

O delegado-geral, Mário Dermeval Aravechia de Resende, ficou muito satisfeito com as obras ressaltando a importância da parceria com o Detran na revitalização da especializada. “A entrega da unidade totalmente revitalizada com mobiliário novo, iluminação apropriada, auditório e todo um sistema de tecnologia avançada que vai aprimorar o trabalho investigativo, está prevista para dezembro, transformando a unidade em uma das especializadas de roubos e furtos de veículos mais modernas do país”, destacou Dermeval.

A diretora da Diretoria de Execução Estratégica (DEE), Daniela Silveira Maidel, destacou que a visita foi muito produtiva, uma vez que além de conhecer a nova estrutura também foi possível perceber a motivação dos policiais devido a modernização da unidade. “Foi muito gratificante ver a animação dos policiais que mesmo passando por certo desconforto temporariamente, uma vez que precisaram sair da unidade e se alojar em outra delegacia, estão extremamente motivados com a melhoria”, disse a delegada.

Para a diretora metropolitana, Ana Paula de Farias Campos, a reforma e ampliação da DERRFVA trará conforto, dignidade e motivação aos servidores daquela delegacia, bem como resultará em melhoria do atendimento da população. “É o resultado da boa gestão do delegado titular da unidade, Gustavo Garcia e do esforço de toda equipe da unidade, que, com certeza, será refletido de forma positiva a toda sociedade”, concluiu.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Policiais civis localizam corpo de vítima de homicídio que foi dada como desaparecida

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um crime de homicídio ocorrido em Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá) e tratado, inicialmente, como desaparecimento foi esclarecido pela Polícia Civil do município. O suspeito de cometer o crime foi preso e poderá ser indiciado por homicídio e ocultação de cadáver. 

O corpo da vítima, que tinha deficiência auditiva, foi localizado em estado avançado de decomposição na tarde desta quinta-feira (28.05).

As diligências iniciaram no dia 24 de abril, após o proprietário de uma casa, nas proximidades do rio Guaporé, procurar a Delegacia de Comodoro e relatar que Luciano Claudemir de Oliveira, 36 anos,  que era mudo, havia desaparecido.

Conforme o comunicante, Luciano residia no imóvel há cerca de cinco meses e recentemente havia se envolvido em uma ocorrência de  tentativa de homicídio contra outros dois homens. Uma das vítimas da tentativa do homicídio foi levada para o Hospital de Cáceres, onde ficou internada e depois recebeu alta.    

Luciano foi visto pela última vez na noite do dia 20 de abril e depois desapareceu. Testemunhas encontraram somente a motocicleta dele, uma Honda Titan vermelha, e outros pertences da vítima.

Policiais civis de Comodoro passaram a fazer diligências para esclarecer o desaparecimento. Como parte da investigação foi realizada a operação “Porto Seguro”, deflagrada na última sexta-feira (22.05), para cumprimento de três mandados de buscas e apreensões domiciliares, que resultaram na obtenção de provas para o esclarecimento do caso.

A Polícia Civil identificou que a vítima foi morta por disparo de arma de fogo e depois enterrada com o intuito de dificultar ou impedir as investigações. 

O corpo de Luciano foi encontrado em uma área a 110 quilômetros do perímetro urbano, região de mata a dois quilômetros da estrada de acesso ao Porto Municipal de Comodoro. 

Com a localização do cadáver e prisão do suspeito, os policiais civis prosseguem com as diligências para verificar se há outros participantes do crime e posteriormente concluir o inquérito policial. 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana