conecte-se conosco


Cuiabá

Defesa Civil trabalha com ações preventivas no período pré-chuvoso e faz faz monitomento de áreas críticas

Publicado

Depois de 88 dias, Cuiabá registrou na madrugada da última quinta-feira (9), as primeiras chuvas. No pluviômetro da Defesa Civil foi registrado 10mm de precipitação enquanto em outros três pontos da cidade monitorados pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), na Prefeitura de Cuiabá, e nos bairros Cohab e Liberdade, foram registrados respectivamente, 9 mm, 10mm e 43 mm.  A Defesa Civil, entretanto, alerta a população para que continue mantendo os cuidados. Isso porque a previsão é de que nos próximos dias, o calor deve voltar com força.

Além de combater os incêndios em vegetação em apoio ao Corpo de Bombeiros Militar, uma das ações da Defesa Civil neste período é manter a população informada e em estado de alerta.

De acordo com o diretor da Defesa Civil Municipal, José Pedro Ferraz Zanetti isso é importante diante do comportamento extremo do clima nesta temporada de estiagem. Para se ter uma ideia, de acordo com o Inmet, a mais alta temperatura registrada este ano na cidade, foi de 43.7ºC, no dia 30 de agosto. Em relação as chuvas, a última registrada foi no dia 11 de junho, sem falar na baixa umidade relativa do ar que já chegou a 13%, em 13 de julho e os dias de altas temperaturas estão longe de acabar, a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), é de que os termômetros cheguem até domingo, aos 41º C.

“Os agentes de Defesa Civil atuam em ações preventivas, de socorro, assistenciais e reconstrutivas, visando evitar ou minimizar os desastres e seus impactos para a população. Tanto em ações de combate aos incêndios florestais, chuvas intensas, desastres ou temperaturas elevadas e baixa umidade relativa do ar, nosso objetivo é reduzir os riscos para a população”, destacou José Pedro Zanetti.

O diretor lembrou outra ação importante realizada pela Defesa Civil durante todo o ano, o monitoramento do Rio Cuiabá e fez uma orientação à população. “Apesar de não termos registros ainda de uma situação crítica em relação a cota do Rio Cuiabá, devemos adotar medidas de economia em relação ao uso da água diante da estiagem forte que estamos observando este ano”, explicou José Pedro Zanetti.

Alertas

José Pedro Zanetti explicou que a nível local, a Defesa Civil replica os alertas emitidos pelo órgão nacional. O sistema de alerta funciona por meio do SMS e as mensagens de texto não necessitam de conexão com a internet. Para se cadastrar basta enviar uma mensagem para o número 40199 com o CEP da sua residência ou região de interesse. Esse serviço é gratuito. “É importante que a população seja informada para que possa tomar as providencias necessárias”, disse o diretor.

Localmente, a Defesa Civil de Cuiabá ainda disponibiliza um atendimento ativo, por meio do número de WhatsApp, (65) 99310 8810, para o recebimento de denúncias em casos queimadas urbanas, invasões de áreas de risco, crimes ambientais e outras situações de risco.  O serviço funcionará 24 horas por dia e os atendimentos das demandas, durante a semana, em horário comercial.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cuiabá

“A decisão dos deputados representa respeito à história”, diz Juca sobre homenagem a Vicente Vuolo

Publicado


Secom Câmara

O presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná Filho (MDB), comemorou a aprovação, com apoio unânime dos deputados, do projeto de lei que denomina a primeira ferrovia estadual de “Senador Vicente Emílio Vuolo”. &nbspO projeto foi aprovado em primeira votação nesta quarta-feira (20).


“Mantenho a minha posição: não há outro nome para essa ferrovia que não seja Ferrovia Estadual Vicente Vuolo. A decisão dos deputados representa o respeito à história. Eu fiquei muito feliz com o lançamento dessa ferrovia estadual e ao mesmo tempo fiquei um pouco frustrado quando soube que mudaria de nome. Respeito a biografia do ex-rei da soja, Olacyr de Moraes, foi um grande empresário, mas a biografia do ex-senador Vicente Vuolo precisa ser preservada”, disse o vereador


“Desde criança eu ouço falar de ferrovia, ouvia falar de Vicente Vuolo que tem uma trajetória, foi um cuiabano ilustre, foi senador, ex-prefeito de Cuiabá, ex-promotor de Justiça. Temos que preservar a história dos grandes homens da nossa querida Cuiabá”, complementou.


A nova ferrovia &nbspdeve começar a ser construída no segundo semestre de 2022. Ela vai ligar Cuiabá a Rondonópolis, bem como Rondonópolis com Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, além de se conectar com a malha ferroviária nacional.

Gabinete Presidência

Continue lendo

Cuiabá

Suelen Danielen Alliend

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana