conecte-se conosco


Turismo

De São Paulo rumo ao Rio: 10 cidades à beira da Dutra que valem uma parada

Publicado


source
Aparecida
Reprodução/Wikimedia Commons

Aparecida é um dos destinos que podem ser acessados pela Dutra

Com a tendência a visitar locais mais próximos de casa, muitos brasileiros  estão preferindo cidades do interior e também do litoral para viajar, seja em um bate e volta ou para ficar alguns dias e relaxar em um bom hotel com a retomada do turismo nacional. Mas há rodovias que cortam cidades turísticas perfeitas para quem quer um destino novo até pelo meio do caminho.


Pensando nisso, a rede Summit trouxe sugestões de destinos que ficam ao longo da Rodovia Dutra, saindo de São Paulo e indo rumo ao Rio de Janeiro. Tem uma série de cidades bem interessantes no caminho entre as duas capitais para quem vai fazer uma viagem de carro. Vale uma parada para descansar um pouco da direção, comer algo ou mesmo passar alguns dias. 

Arujá

Na beira da rodovia Dutra, Arujá fica a 42,7 km de São Paulo, perfeita para um bate e volta! Com parques e hotéis relaxantes, a cidade é ótima sair um pouco da rotina da cidade grande. Os hotéis têm média de preço de R$207. 

São José dos Campos

Situado no Vale do Paraíba, São José dos Campos está a 89 km da capital paulista e é um dos centros industriais mais famosos de São Paulo, mas tem um ambiente natural lindo para se visitar. Com parques, lojas de artesanato e a famosa loja de chocolates Umpalumpa, São José dos Campos vai bem para um passeio relaxante. A média de preços de uma diária é de R$125.

Caçapava

Acessada pela Dutra, o destino está a apenas 119 km de São Paulo e abriga uma das maiores fábricas de chocolates do Brasil, a Nestlé! Com passeios dentro da fábrica e muitas gostosuras, a cidade também tem um ar de interior aconchegante, com grutas, fazendas de café e muitas matas e cachoeiras para visitar. 

Se gosta de história, a cidade reúne o Museu do Exército Brasileiro, com memórias da Segunda Guerra Mundial e lutas dos soldados brasileiros. As diárias em hotéis da região têm média de R$156. 

Taubaté

Que tal visitar o mundo de Monteiro Lobato e Mazzaropi? A 130 km de São Paulo, a cidade tem destaque nacional por conta do artesanato e também pelas célebres figuras da cultura brasileira, com museus dedicados aos artistas.

As hospedagens têm média de R$164 e a alimentação é bem rica, com colônias italianas perfeitas para ter uma experiência saborosa.

Pindamonhangaba

Na Serra da Mantiqueira, Pindamonhangaba fica a 157 km de São Paulo. Com passeios de trem para Campos de Jordão e muitos locais cheios de natureza para visitar, Pindamonhangaba tem o famoso Pico do Itapeva, do qual você pode ver mais de 15 cidades.

Também não faltam cachoeiras e hotéis perfeitos para descansar. As hospedagens têm diárias com uma média de R$183.

Aparecida

A 179 KM de São Paulo, a cidade é acessada pela Rodovia Dutra e tem o turismo voltado à Basílica de Nossa Senhora Aparecida, mas também tem diversas atrações para os visitantes! Vale a pena conhecer o Museu de Cera, passear no teleférico, que conta com uma vista privilegiada da imensa Basílica, e andar de trem dentro do complexo. 

É fácil encontrar hoteis com preço acessível – as diárias custam em média R$177. Uma opção agradável é o Summit Porto Real e o San Diego Express, que ficam respectivamente a 3 e 2 quilômetros de distância da Basílica, perfeitos para um bom passeio e descanso.

Campos de Jordão

Muito procurado em épocas mais frias e também no Natal, a cidade está a 180 km da capital paulista. Com temperaturas mais amenas à noite, o destino atrai pelos restaurantes, fábricas de chocolates e um centro bem divertido de se visitar, além, é claro, do estilo arquitetônico que conquista muitos visitantes.

Os hotéis têm preço médio de R$294, mas você deve ter cuidado para escolher a hospedagem, pois dependendo do seu objetivo, você pode ficar longe do centro e precisará de um transporte a mais.

Guaratinguetá

Outro centro da peregrinação religiosa em São Paulo, Guaratinguetá está a 187 km da capital. O local reúne igrejas do estilo barroco e também a casa do Frei Galvão. Se quiser boa comida, Guaratinguetá também tem! Você pode comprar queijos de búfala e petiscos da região.

As hospedagens têm média de R$169.

Cachoeira Paulista

A cidade que está a 212 KM de São Paulo agrada quem busca mais uma opção de turismo religioso, já que o destino tem o Santuário do Pai das Misericórdias, da Canção Nova, e também oferece uma gama de atividades em meio à natureza para se aventurar, como o Cachoeirão da Bocaína, localizado no Rio Bravo, com 80 metros de extensão e um desnível de 20 metros! Outra opção é ver o pôr do sol no Mirante Padre Léo, com belíssima vista para a Serra da Mantiqueira.

Para quem gosta de história, vale uma passada pela Estação Ferroviária da Central do Brasil, construída em 1877, e pela primeira usina elétrica de São Paulo, a Represa da Usina Hidrelétrica da Serra da Bocaina, edificada em 1912 e ainda em funcionamento. As hospedagens na cidade têm média de R$168 a diária.

Penedo – Itatiaia

Já no Rio de Janeiro, Penedo é um local contemplato pelo Parque Nacional do Itatiaia, com muita natureza e belezas da Mata Atlântica. Também é conhecida pela fábricas de chocolate e vila do Papai Noel. A cidade está a 279 km da capital paulista e 178 km da capital fluminense. Penedo está próxima de Resende e tem diversas pousadas e hotéis com média de R$216, perfeito para descansar e passear pela região.

Fonte: IG Turismo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Cidadão do mundo: veja quais são os passaportes mais poderosos do planeta

Publicado


source
Desde 2018%2C o Japão lidera a lista dos passaportes mais poderoso do mundo%2C numa lista de 110
Banco de Imagens

Desde 2018, o Japão lidera a lista dos passaportes mais poderoso do mundo, numa lista de 110

Anualmente o ranking Henley Passport Index aponta os passaportes mais poderosos do mundo. O ranking é feito com dados da Iata (Associação Internacional de Transportes Aéreos) e leva em consideração o número de países a que eles dão acesso sem necessidade de visto ou onde é possível emiti-lo apenas depois de chegar no destino.

Desde 2018, o  Japão lidera a lista dos passaportes mais poderoso do mundo, numa lista de 110 passaportes. O documento japonês dá acesso a 191 países. O Afeganistão aparece como o mais fraco, permitindo o acesso a apenas 26 países sem o visto. O Brasil ocupa a 19ª posição, junto da Argentina e de Hong Kong. Os três permitem que seus cidadãos entrem em 170 países sem a necessidade de solicitar e emitir visto. Em 2021, a segunda colocação do ranking ficou com a Singapura, cujo passaporte é aceito em 190 países, e o terceiro lugar ficou com Alemanha e Coreia do Sul, que dão direito de acesso a 189 países. Apesar do acesso irrestrito a alguns lugares,  essas condições mudaram para muitos países durante a pandemia da Covid-19, por regras temporárias de cada país. Confira os principais países do ranking: Os passaportes mais poderosos 1º Japão (191 países) 2º ​Singapura (190 países) 3º Coreia do Sul e Alemanha (189 países) 4º Finlândia, Itália, Luxemburgo e Espanha (188 países) 5º Áustria e Dinamarca (187 países) 6º França, Irlanda, Holanda, Portugal e Suécia (186 países) 7º Bélgica, Nova Zelândia, Noruega, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos (185 países) 8º Austrália, República Tcheca, Grécia e Malta (184 países) 9º Canadá (183 países) 10º Hungria (182 países) Os passaportes mais fracos 106º Somália e Iêmen (33) 107º Paquistão (32 países) 108º Síria (29 países) 109º Iraque (28 países) 110º Afeganistão (26 países)

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Turismo

Ecoturismo pertinho de São Paulo: saiba como se aventurar em Brotas

Publicado


source
rafting
Divulgação

O rafting é uma das atrações em Brotas que atrai quem gosta de adrenalina

São Paulo, apesar de ser um estado repleto de cidades grandes, tem refúgios naturais . Para os que querem fazer uma trilha, aproveitar uma praia ou fazer atividades radicais, um desses destinos é Brotas.

Localizada a 220 quilômetros da capital, Brotas é oferece diversas opções para os apreciadores do ecoturismo e dos esportes radicais. Conhecida como a Capital Nacional do Turismo de Aventura, a estância é referência quando o assunto é atividades ao ar livre. O clima é quente o ano inteiro, tornando possível a prática de atividades de ecoturismo por terra, água ou ar independente da estação. 

Você viu?

O que fazer em Brotas?

O rio Jacaré Pepira é o principal atrativo da cidade. Ao longo de seu curso há cachoeiras, nascentes, cuestas basálticas, trilhas com diversos graus de dificuldade, ecoparques. Entre eles o Eco Parque é um dos mais famosos. Outra atividade que vem ganhando destaque em Brotas é a prática de observação de pássaros.

Para quem curte esportes radicais, existem opções para todos os gostos e idades. Só para citar alguns exemplos, é possível praticar rafting, floating, kayak, boia cross, canionismo, voo do Tarzan, tirolesas, trilhas, trekking, árvorismo, quadricículos e cavalgadas. Existem, inclusive, algumas atividades que podem ser realizadas durante a noite.

Como se hospedar em Brotas?

As hospedagens são variadas, com hotéis fazenda repletos de atividades. Uma dica de hospedagem é o Brotas Eco Hotel Fazenda. O valor para o casal tem tarifas a partir de R$ 2.316, com pensão completa. Crianças até 3 anos não pagam. Além do Eco Hotel, as hospedagens em Brotas saem na média diária de R$ 504. 

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana