conecte-se conosco


Esportes

De Lucas Lima a Borja, Mano pode recuperar “esquecidos” de Felipão na crise

Publicado

Mano Menezes dá instruções a jogadores do Palmeiras durante seu primeiro treino

UOL – Com apenas o Campeonato Brasileiro em disputa até o final da temporada, Mano Menezes terá o desafio de gerir um elenco do Palmeiras que foi inicialmente pensado para brigar pelo título em todos os torneios do ano. E o treinador, que faz sua estreia amanhã, contra o Goiás, pode recorrer a opções que foram deixadas de lado pelo antecessor Luiz Felipe Scolari na reta final de sua passagem, que terminou em meio à crise no clube.

Algumas escolhas de Felipão no segundo semestre, quando o desempenho do time começou a cair, causaram estranheza em pessoas próximas ao clube e ao elenco. O meia Lucas Lima, por exemplo, recebeu uma sequência de seis partidas como titular antes da parada da Copa América, quando a equipe conquistou sua última vitória no Brasileirão (contra o Avaí, em 13 de junho).

Depois, porém, o camisa 20 praticamente sumiu do time. Foi titular apenas nos dois jogos contra o Internacional pelas quartas de final da Copa do Brasil, e substituído em ambos. Nas demais partidas, não saiu do banco ou não foi sequer relacionado, perdendo espaço para Raphael Veiga e Gustavo Scarpa. Mano gosta do estilo de Lucas Lima e deve tentar recuperar o jogador.

Leia Também:  City vence o Leicester, retoma liderança e fica mais próximo de título do Inglês

Outro exemplo do tipo é Borja. Encostado no clube até então, ele “ressuscitou” nas oitavas de final da Libertadores, quando foi escalado por Felipão como titular e fez gols decisivos nas duas partidas contra o Godoy Cruz. Recebeu elogios do chefe, que o chamou de “jogador de Libertadores”. Mas diante do Grêmio, nas quartas, não entrou em campo, ficando atrás de Luiz Adriano e Deyverson na preferência do técnico.

Deyverson, aliás, enfrenta uma nova onda de rejeição da torcida após a atuação ruim no jogo decisivo contra o Grêmio que culminou na eliminação da Libertadores. Apesar disso, o atacante tem bons números no Brasileiro (três gols e duas assistências). Por enquanto, Mano não deu indicações de qual estilo de centroavante preferirá usar, mas já brincou que opções para o setor não faltam – o elenco tem ainda Henrique Dourado, recuperado de lesão e que aguarda para estrear.

Zé Rafael é mais um atleta que pode ser recuperado. O meia-atacante foi a contratação de melhor rendimento no primeiro semestre, mas perdeu muito espaço com o retorno de Willian de lesão após a Copa América. Xodó da torcida, o “Bigode” ainda não conseguiu render o que pode, mas Felipão o manteve como primeira opção até o final.

Leia Também:  Dentro de Casa, Flu bate o Aliança e se aproxima das Oitavas de Final

O primeiro ensaio do que será o Palmeiras de Mano Menezes poderá ser visto amanhã, a partir das 21h, no Serra Dourada. O alviverde viaja nesta tarde para Goiás, após o treino. O time está há sete rodadas sem vencer e ocupa a quinta colocação do Brasileiro, com um jogo a menos.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Copa do Brasil 2020 define os primeiros duelos. Confira

Publicado


Torneio vai de fevereiro a setembro. Chaveamento define caminho até 3ª fase

Em sorteio realizado na tarde desta quinta-feira (12), no Rio de Janeiro, a CBF definiu os primeiros duelos da edição de 2020da Copa do Brasil. O torneio começará já em fevereiro e terá as finais antecipadas para setembro, para evitar acúmulo de jogos decisivos com Campeonato Brasileiro, Libertadores e Sul-Americana.

O sorteio não teve a presença das equipes classificadas para a Libertadores, que entrarão somente nas oitavas, assim como os campeões da Série B, da Copa do Nordeste e da Copa Verde. A 1ª fase será disputada em jogo único e o mando de campo será do time com pior posicionamento no ranking da CBF.

Em cerimônia comandada pela dupla Fred e Chico, do canal Desimpedidos, ficou definido que o Cruzeiro, recém-rebaixado para a segunda divisão nacional, encara o São Raimundo-RR, enquanto seu rival, o Atlético-MG, estreia contra o Campinense-PB. O trio do Rio de Janeiro também conheceu seus adversários: o Fluminense encara o Moto Club-MA, o Vasco pega o Altos-PI e o Botafogo joga contra o Caxias.

Veja todos os jogos da 1ª fase da Copa do Brasil:

CHAVE 1:
River-PI x Bahia
São Luiz-RS x América-RN

Leia Também:  Dentro de Casa, Flu bate o Aliança e se aproxima das Oitavas de Final

Coruripe-AL x Juventude
XV de Piracicaba x Londrina

CHAVE 2:
Caxias-RS x Botafogo
Toledo-PR x Náutico

Palmas-TO x Paraná
Bahia de Feira x Luverdense

CHAVE 3:
Brusque-SC x Sport
Frei Paulistano x Remo-PA

Manaus-AM x Coritiba
Gama x Brasil de Pelotas

CHAVE 4:
São Raimundo x Cruzeiro
Vilhenense-RO x Boa Esporte

Brasiliense-DF x Paysandu
Independente-PA x CRB-AL

CHAVE 5:
Moto Clube x Fluminense
Atlético-BA x Botafogo-PB

Novo Horizontino x Figueirense
Vitória-ES x CSA

CHAVE 6:
Boavista x Chapecoense
Caucaia-CE x São José-RS

União-MT x Atlético-GO
Operário-MT x Santa Cruz-PE

CHAVE 7:
Imperatriz x Vitória-BA
Lagarto-SE x Volta Redonda

Bragantino-PA x Ceará
Bangu x Oeste-SP

CHAVE 8:
Campinense x Atlético-MG
Afogados x Atlético-AC

Novo Hamburgo-RS x Ponte Preta
Galvez-AC x Vila Nova-GO

CHAVE 9:
Altos-PI x Vasco da Gama
Aquidauanense-MS x ABC

Fast Clube x Goiás
Santo André x Criciúma-SC

CHAVE 10:
Santos-AP x América-MG
Barbalha-CE x Operário-PR

Ferroviária-SP x Avaí
Águia Negra-MS x Sampaio Corrêa-MA

Continue lendo

Esportes

Fluminense abre mão de Marcão e anuncia Odair Hellmann para 2020

Publicado

Ex-comandante do Internacional deve assinar contrato de um ano com seu novo clube

Terra – O Fluminense anunciou nesta quarta-feira (11) a contratação do técnico Odair Hellmann, ex-Internacional, para a temporada de 2020. De acordo com o clube tricolor, ele chegará às Laranjeiras com contrato que terá a duração de um ano e virá acompanhado do auxiliar técnico Maurício Dulac.

Hellmann ocupará a função que vinha sendo exercida por Marcão desde a conturbada demissão de Oswaldo de Oliveira. Sob o comando de Marcão, o Fluminense conseguiu uma reação na reta final e escapou do rebaixamento à segunda divisão, terminando o Brasileiro na 14ª colocação. Mesmo assim, a recuperação não foi suficiente para mantê-lo no cargo em 2020.

“O Fluminense agradece por toda a dedicação, lealdade e entrega de Marcão, cujo aproveitamento dignificou sua história e a do clube. Marcão, um dos melhores profissionais da nova geração de técnicos brasileiros, seguirá no clube como responsável pela equipe Sub-23 e manterá suas funções no departamento de futebol profissional como auxiliar técnico”, disse o Fluminense, em nota.

Também integrante da nova geração de técnicos do futebol brasileiro, Hellmann foi auxiliar-técnico na conquista do ouro inédito para a Seleção Brasileira de futebol nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e comandou a volta do Internacional à primeira divisão em 2017. No ano seguinte, levou o clube colorado à terceira colocação do Brasileiro e às quartas da Libertadores em 2019 e vice da Copa do Brasil no mesmo ano. Em quase dois anos, comandou o time do Beira-Rio em 116 jogos com aproveitamento de 60% – 61 vitórias, 27 empates e 28 derrotas.

 

Leia Também:  É clássico! Flamengo recebe o Corinthians no Brasileirão sub-17
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana