conecte-se conosco


Internacional

Curva ascendente do Coronavírus dispara e Itália tem recorde de quase 800 mortes em um único dia

Publicado

Funeral de vítima de coronavírus em Bergamo

A Itália bateu mais um recorde no número diário de mortos na pandemia do novo coronavírus. Segundo balanço divulgado neste sábado (21) pela Defesa Civil, mais 793 pacientes faleceram em apenas 24 horas, elevando para 4.825 o total de vítimas no país.

O novo dado representa um aumento de 19,7% na quantidade de óbitos desde sexta-feira (20) e faz a Itália concentrar 38% de todas as 12,7 mil pessoas que já perderam a vida na pandemia no mundo inteiro.

Até o momento, o país contabiliza 53.578 casos, o que significa um crescimento absoluto de 6.557 contágios. Com as medidas de isolamento impostas pelo governo, a Itália conseguiu desacelerar o ritmo de avanço da pandemia, mas em velocidade insuficiente para frear a escalada de mortes.

Até 10 de março, quando entrou em vigor o decreto que colocou todo o país em quarentena, os contágios cresciam a uma taxa média de 25,10% ao dia; agora o índice é de 20,74%. Entre 20 e 21 de março, o número de casos subiu 13,94%, menor cifra dos últimos três dias.

“Esse é um sinal forte para dizer que ainda não levamos o perigo suficientemente a sério. Sem o respeito sistemático das medidas, não seremos capazes de retardar a difusão do vírus”, disse Silvio Brusaferro, presidente do Instituto Superior da Saúde (ISS), órgão subordinado ao governo.

Curados e internações. Ainda de acordo com a Defesa Civil, a quantidade de pacientes curados passou de 5.129 para 6.072 (+18,4%), enquanto o de casos ativos cresceu de 37.860 para 42.681 (+12,7%).

Desse total, 2.857 estão em terapia intensiva; 17.708 pacientes estão internados em quartos normais; e 22.116 estão em isolamento domiciliar. A Lombardia, no norte, ainda é a região com mais casos (25.515) e mortes (3.095).

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Internacional

Depois de Bolsonaro, presidente da Bolívia está com Covid-19 e é assintomática

Publicado


source
a presidente interina da bolívia, jeanine añez
Zaconeta Caballero Reinaldo

Añez confirmou seu diagnóstico positivo para Covid-19 em vídeo postado no Twitter


Após o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (sem partido), testar positivo para Covid-19 , a presidente interina da Bolívia, Jeanine Añez, afirma também ter contraído a doença. Seu médico pessoal afirma que ela é assintomática.


Isso faz de Añez a  quinta líder mundial a ser contaminada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) e a segunda na América Latina, atrás apenas de Bolsonaro. O país tem 44.113 casos e 1.638 óbitos.

A presidente postou um vídeo no Twitter na última quinta-feira (9) em que comunica o diagnóstico. “Estou positiva para a Covid-19, estou bem, trabalharei em isolamento. Junto, seguiremos em frente”, escreveu.


Segundo um relatório médico, a presidente, de 53 anos, está “de bom humor e enérgica”, além de não apresentar sintomas da Covid-19

Seu médico, Andrei Miranda, afirma que Añez pode continuar desempenhando suas funções, desde que continue tomando os cuidados preventivos protocolares e permaneça isolada. Ela deve realizar um novo teste em 14 dias.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Peru suspende venda de substância que prometia curar a Covid-19

Publicado


source
dióxido de cloro
Reprodução

Remédio já foi oferecido como cura do autismo


O Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Indecopi) entrou nesta sexta-feira (10) com ordens para o laboratório Mediline e a empresa Mercado Libre, no Peru, para que dióxido de cloro pare de ser vendido. Em seu site, a Mercado Libre é vendida como remédio para curar a Covid-19 .


O órgão recebeu denúncias de uma pessoa que teve problemas devido ao consumo da substância, após ler na internet que seria possível se curar da doença transmitida pelo novo coronavírus.

“O produto viria a ser oferecido como uma solução potencialmente segura e eficaz para superar a Covid-19, apesar de prejudicar a saúde dos seres humanos, já que não teria apoio científico ou autorização sanitária”, afirmou a Indecopi.

O composto químico para consumo humano e não é usado como medicamento. O dióxido de cloro é usado como alvejante e desinfetante.

O mesmo alerta foi emitido por um comitê científico na Bolívia. O órgão informou que o consumo do dióxido de cloro pode ser nocivo à saúde. O composto é capaz de causar anemia, diarreia, vômito, pressão baixa, insuficiência respiratória e distúrbios sanguíneos.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana