conecte-se conosco


Geral

Cuiabá terá reforço de R$ 5 milhões para finalização dos Conjuntos Residenciais Nico Baracat 2 e 3

Publicado


A conquista é fruto de um trabalho de articulação junto ao Governo Federal e a Caixa Econômica Federal

A Câmara Municipal de Cuiabá aprovou por unanimidade, a proposta de lei que autoriza o poder executivo municipal a realizar aporte de recursos para a finalização e entrega dos Residenciais Nico Baracat II e III. O recurso aprovado é de R$ 5 milhões e será depositado à instituição financeira via Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

A conquista é fruto de ação do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro e o deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, que vêm trabalhando em Brasília nas negociações junto ao Governo Federal e Caixa Econômica Federal. A proposta havia sido assinada pelo prefeito no dia 21 de outubro e sido encaminhada à Casa de Leis Municipal de Cuiabá logo em seguida para votação.

Há sete anos foi assinado o contrato para a construção do residencial Nico Baracat. Desde que assumiu o mandato, em 2017, Emanuel Pinheiro estabeleceu como uma das prioridades, destravar o processo junto ao Governo Federal para concretizar a entrega das chaves às famílias contempladas.

“Em junho nós entregamos o Nico Baracat I e me comprometi a entregar o dois. Mas não era suficiente, era preciso lutar pela entrega do Nico III, essas pessoas já esperaram demais e essa história não podia mais se delongar. Por isso fomos buscar ajuda em Brasília com o deputado federal Emanuelzinho, que articulou as negociações deste aporte de recursos”, comentou o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro.

Em 17 de junho de 2019, a Prefeitura de Cuiabá e a Caixa Econômica Federal entregaram 360 casas do Residencial Nico Baracat I. Durante a solenidade, foi anunciada a entrega das chaves da segunda etapa, com 443 casas, para o mês de setembro, com aporte financeiro de R$ 1,5 milhões oriundos da Fonte 100.

“É um momento muito feliz pra mim como deputado federal, poder atuar para destravar uma situação que vem se arrastando há tanto tempo e que envolve o bem-estar de tantas famílias da minha cidade, Cuiabá. Estou pronto para buscar cada vez mais o bem da nossa gente”, disse o deputado federal por Mato Grosso, Emanuel Pinheiro Neto.

O residencial está inserido no programa “Minha Casa, Minha Vida”, que tem diretrizes próprias e é coordenado pelo Ministério das Cidades e Caixa Econômica Federal, em parceria com a Prefeitura de Cuiabá.

“A gestão Emanuel Pinheiro tem essa preocupação com as pessoas, podemos ver isso em todas as secretarias, vimos isso com o comprometimento em entregar o HMC e novamente com o Nico Baracat, que mesmo não sendo responsabilidade do Executivo Municipal, será entregue para a população que precisa. E é isso que a Secretaria de Habitação tem feito e vai continuar fazendo, levar moradia digna ao povo de Cuiabá”, declarou o secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Air Praeiro.

Antes da entrega do residencial, a Prefeitura de Cuiabá realizou a pavimentação de 1,2 km da via de acesso ao residencial com pista dupla, drenagem, calçada e paisagismo no entorno.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Relator vota contra liberdade de menor que matou Isabele e votação no STJ é adiada

Publicado

O ministro Antonio Saldanha, da Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça

O ministro Antônio Saldanha Palheiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), votou contra o pedido de liberdade da adolescente de 16 anos acusada de matar Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, em 12 de julho de 2020 em uma mansão no condomínio de luxo Alphaville, em Cuiabá. O julgamento, no entanto, foi adiado devido ao pedido de vistas do ministro Rogério Schietti.

Até agora, o placar está empatado com um voto contrário à soltura, dado pelo relator Antônio Saldanha e um favorável, do ministro Sebastião Reis divergiu e votou a favor.

A menor cumpre pena de 3 anos de internação no Complexo Pomeri por ato infracional análogo ao crime de homicídio doloso, quando há intenção de matar, desde o dia 19 de janeiro, por decisão da juíza Cristiane Padim, da Segunda Vara Especializada da Infância   e Juventude de Cuiabá.

A medida socioeducativa é reavaliada semestralmente e já passou pelo primeiro período de reavaliação em junho deste ano. Isabele foi morta com um tiro de pistola 380, na noite do dia 12 de julho, quando foi convidada pela colega para fazer um bolo. Ela costumava frequentar a casa da amiga. na época com 14 anos.

Continue lendo

Geral

Em 24 horas, MT registra duas mortes e 240 novos casos de Covid; taxa de ocupação de UTIs está em 23%

Publicado

Há 42 internações em UTIs públicas e 23 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 23% para UTIs e em 5% para enfermaria

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (7), 553.898 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.006 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas duas mortes e 240 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 553.898 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.354 estão em isolamento domiciliar e 538.047 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 42 internações em UTIs públicas e 23 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 23,46% para UTIs adulto e em 5% para enfermaria adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (114.386), Várzea Grande (41.936), Rondonópolis (38.538), Sinop (26.877), Sorriso (18.618), Tangará da Serra (17.875), Lucas do Rio Verde (15.785), Primavera do Leste (14.897), Cáceres (12.036) e Alta Floresta (11.398).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 402.742 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, não restam amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na segunda-feira (6), o Governo Federal confirmou o total de 22.147.476 casos da Covid-19 no Brasil e 615.744 óbitos oriundos da doença. Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta terça-feira (07.12).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana