conecte-se conosco


Geral

Cuiabá libera cinema e teatro, altera horários do comércio, academias e shoppings, e volta dos servidores

Publicado

Decreto também libera eventos sociais com até com 200 pessoas e empresariais com até 300

A prefeitura de Cuiabá editou o Decreto nº 8.106, com novas medidas de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). O documento, que deve ser publicado nesta quarta-feira (14) no Diário Oficial de Contas, libera a retomada de cinemas e teatros, limitado a 30% da capacidade total de cada sala. Além disso, traz alterações nos horários de funcionamento do comércio varejista e atacadista em geral e Shopping Popular, passando a vigorar das 9h às 19h, vedado o funcionamento aos domingos e feriados.
No caso dos cinemas e teatros, devem ser respeitadas ainda medidas como: distanciamento mínimo de 1,5 m entre as poltronas; uso obrigatório de máscaras de proteção; oferta permanente de álcool em gel 70% no local; higienização do local após a realização de cada sessão; aferição de temperatura corporal na entrada do estabelecimento, mediante termômetro infravermelho, sendo que nas hipóteses de temperatura corporal acima da normalidade (37,5º C) a entrada deve ser impedida.
Outro ponto de destaque é a mudança também no horário do comércio varejista dos shoppings centers, retomado para o período das 10h às 22h, de segunda a domingo, permitindo também o atendimento ao público nos feriados. Além disso, as academias de musculação, ginástica, natação e congêneres ficam liberadas para o funcionamento de segunda a sábado, das 6h às 14h e das 16h às 21h, sendo proibida a abertura aos domingos e feriados.
O novo Decreto altera ainda o limite de público em eventos sociais e coorporativos. Agora, fica autorizado o público de 200 pessoas, para eventos sociais, e 300 pessoas, para eventos coorporativos. A medida, todavia, não abrange eventos esportivos, casas de shows e congêneres.
A partir da publicação no Diário Oficial de Contas, fica determinada também a retomada do serviço público municipal de forma presencial, observado o horário de funcionamento das 8h às 12h e das 14h às 18h, seguindo as medidas de biossegurança como o distanciamento mínimo de 1,5 m entre as pessoas, uso obrigatório de máscaras de proteção, oferta permanente de álcool em gel 70% no local.

 

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Em 24 horas, MT registra 4 mortes e 760 casos de Covid; quase 147 mil pacientes estão recuperados

Publicado

Estado já registrou 156.937 casos e 4.111 óbitos pela doença

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (25), 156.937 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.111 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 4 mortes e 760 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 156.937 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 5.476 estão em isolamento domiciliar e 146.900 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 134 internações em UTIs públicas e 139 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 33,25% para UTIs adulto e em 16% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (34.361), Rondonópolis (11.640), Várzea Grande (11.071), Sinop (8.214), Sorriso (6.711), Lucas do Rio Verde (6.145), Tangará da Serra (6.039), Primavera do Leste (5.242), Cáceres (3.620) e Nova Mutum (3.319).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 123.141 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 365 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional 

Na última terça-feira (24), o Governo Federal confirmou o total de 6.118.708 casos da Covid-19 no Brasil e 170.115 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 6.087.608 casos da Covid-19 no Brasil e 169.485 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de quarta-feira (25).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Continue lendo

Geral

TJ mantém liberdade da adolescente que atirou e matou amiga de 14 anos dentro de mansão em condomínio de luxo

Publicado

Isabele Guimarães Ramos

A Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) confirmou na tarde desta quarta-feira (25) um habeas corpus favorável à menor que atirou e matou Isabele Guimarães Ramos, de 14 anos, em 12 de julho deste ano em uma mansão no condomínio de luxo Alphaville, em Cuiabá.

Em setembro, ela chegou a ser detida por decisão da juíza Cristiane Padim da Silva, da 2ª Vara da Infância e da Juventude, mas deixou a unidade socioeducativa do Pomeri em menos de 24 horas após a internação, por meio de um habeas corpus impetrado pela defesa e concedido pelo desembargador Rui Ramos, substituindo a internação provisória por outras medidas cautelares, como recolhimento em casa no período noturno, aos finais de semana e também em outros dias de folga.

Na última segunda-feira (23), o Ministério Público Estadual (MPMT) pediu a internação da adolescente por seis meses, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Isabele foi morta pela adolescente por volta das 22h do dia 12 de julho, no banheiro do quarto da acusada, no condomínio Alphaville.  A distância do tiro aconteceu entre 20 e 30 cm, informou à perícia, que também descartou o tiro acidental apresentado na primeira tese da defesa da menina. O processo tramita em sigilo por se tratar de menor de idade.

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana