conecte-se conosco


Saúde

Crivella libera comércio de rua e salões de beleza no Rio

Publicado


source

Agência Brasil

Prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella
Rhavinne Vaz/ Prefeitura do Rio

Apesar de reabertura, Crivella pede para que pessoas do grupo de risco se mantenham em casa



O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, anunciou nesta sexta-feira (26) que decidiu liberar o comércio de rua na cidade a partir deste sábado (27), assim como algumas outras atividades comerciais . Segundo Crivella, a medida foi aprovada pelo comitê científico da prefeitura, devido à queda no número de mortes e ao aumento na disponibilidade de leitos de enfermaria e de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).


Além do comércio de rua, o prefeito também liberou salões de beleza e barbearias. Todos, porém, terão de trabalhar em horário reduzido, das 11h às 17h, para não se chocar com os horários dos shoppings , que abrem das 12h às 20h. O objetivo, segundo ele, é evitar lotação no sistema de transportes.

“O comércio abre na cidade toda, às 11h, para não coincidir com o horário dos shoppings , [que é] ao meio-dia, e fecha às 17h, porque os shoppings fecham às 20h. De tal maneira que os transportes públicos não deverão ter aglomerações”, explicou Crivella, em coletiva de imprensa.

Na quinta-feira (2), poderão abrir as academias, bares e restaurantes. Porém, os comerciantes deverão seguir regras de distanciamento e higiene, oferecendo álcool gel e sabão nas pias para lavagem das mãos, além de manter os ambientes abertos e ventilados.

Segundo o prefeito, a reabertura é possível porque se reduziram os índices de ocupação de enfermarias e UTIs, além do menor número de enterros na cidade, comparado ao ano passado. Para Crivella, isto é motivo de celebração.

“Acho que é uma boa notícia. A cidade do Rio de Janeiro já começou o seu processo de reabertura há um mês e as curvas, diferente daqueles que profetizavam ou agouravam que haveria um caos, um problema muito grande, que nós não estávamos sendo prudentes ou sábios, no nosso processo de abertura, graças a Deus as curvas se mantiveram em descendência. Ontem, na cidade do Rio, nós sepultamos 164 pessoas e no dia 25 de junho do ano passado tínhamos sepultado 200, portanto 36 pessoas a menos num período de coronavírus, de extrema pandemia, é algo que nós devemos celebrar”, disse.

Crivella apelou ainda para a permanência em casa das pessoas classificadas como grupos de risco, como idosos, obesos, diabéticos, pessoas com pressão alta, com câncer e problemas renais.

“Aquelas pessoas com comorbidades, obesos, com diabetes descompensada, pressão alta, insuficiência renal, que estão fazendo tratamento de câncer, os cardiopatas, pessoas que têm muita idade, essas pessoas, permaneçam nas suas casas, se preservem, tenham cuidado consigo mesmo.”

A prefeitura prometeu fiscalizar com rigor, a partir de amanhã, a reabertura do comércio, para checar se as regras de higiene e afastamento estão sendo seguidas. A cidade do Rio registrou, nesta sexta-feira, 55.152 casos de Covid-19 , com 6.264 mortes pela doença.

Fonte: IG SAÚDE

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Brasil chega a 3 milhões de casos confirmados de Covid-19

Publicado


source
médicos respiradores covid-19 coronavirus
Rovena Rosa/Agência Brasil

Estado de São Paulo é o mais atingido pela Covid-19

O Brasil chegou neste sábado (8) a 3 milhões de casos confirmados de Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), segundo boletim do Ministério da Saúde. A marca foi alcançada no mesmo dia que o  País ultrapassou a 100 mil mortes pela doença.

De acordo as informações divulgadas pela pasta, o casos confirmados passaram a 3.012.412, sendo que os novos registros nas últimas 24 horas foram 49.970. O número de mortos, ainda de segundo esses dados, agora é de 100.477. Os novos óbitos foram 905.

São Paulo continua sendo o estado maia afetado pela Covid-19, com 621.731 casos confirmados da doença e  25.016 óbitos registrados desde o início da pandemia. A quantidade de mortes faz o estado responder, sozinho, por 25% delas em todo o Brasil.

A Bahia é o estado que aparece em segundo lugar, sendo que os casos confirmados no estado são 191.401 e as mortes, 3.899. Em seguida vêm Ceará (188.244 casos confirmados e 7.951 mortes), Rio de Janeiro (178.524 casos confirmados e 14.070 mortes) e Pará (167.099 casos confirmados e 5.871 mortes).

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Saúde

Ministério da Saúde corta verbas destinadas ao combate da Covid-19

Publicado


source

O Ministério da Saúde cortou a verba de R$ 10,3 bilhões destinadas a ações diretas para combate à pandemia da Covid-19 , para compra de euipamentos de proteção individual, insumos e respiradores. Agora, o valor é de R$ 7,6 bilhões, de acordo com a coluna de Mônica Bergamo. Neste sábado, o Brasil passou de 100 mil morto s.

Eduardo Pazuello
Najara Araújo/Câmara dos Deputados

Eduardo Pazuello, ministro da Saúde


Parte desse dinheiro agora irá para estados e municípios promoverem ações de saúde. No congresso, já há disputa entre os parlamentares por essas verbas.

Pandemia

Cinco meses da explosão da pandemia no Brasil e com a infecção aparentemente no pico, 48% dos R$ 39 milhões reservados foram desembolsados até agora.

“Neste ritmo, esse dinheiro só será gasto lá pelo fim do ano. Enquanto isso, a epidemia corre solta”, diz o economista Francisco Funcia, da comissão de orçamento e financiamento do CNS para a coluna.

O CNS já emitiu recomendação para que o presidente Jair Bolsonaro adote “medidas corretivas urgentes que promovam a execução orçamentária e financeira do Ministério da Saúde com a celeridade requerida pela situação de emergência sanitária”, pontuou à coluna.

Fonte: IG SAÚDE

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana