conecte-se conosco


Economia

Cristo Redentor será iluminado em homenagem a encontro de jovens

Publicado


O monumento ao Cristo Redentor será iluminado, hoje (21), às 19h, nas cores verde-oliva, marrom claro e amarelo em homenagem ao evento mundial Economia de Francisco (EoF), que de forma virtual reuniu jovens do mundo inteiro, entre quinta-feira (19) e este sábado, em referência a São Francisco de Assis, que, no século 13, deixou a fortuna para se dedicar à igualdade e à natureza.

No encerramento do encontro, o papa Francisco disse aos jovens, por videomensagem, que é tempo de ousar “o risco de favorecer e estimular modelos de desenvolvimento, de progresso e de sustentabilidade em que as pessoas, e especialmente os excluídos, entre os quais a irmã terra, deixem de ser uma presença meramente funcional, para se tornar protagonistas de sua vida, assim como de todo o tecido social”.

O papa afirmou ainda que política e economia devem estar a serviço da vida, especialmente da vida humana. “A medida do desenvolvimento é a humanidade. Sem esta centralidade e orientação, ficaremos prisioneiros de um círculo alienante que somente perpetuará dinâmicas de degradação, exclusão, violência e polarização”, destacou.

Em outro momento, Francisco disse que descreditar, caluniar ou descontextualizar o interlocutor que não pensa como nós é “um modo de se defender covardemente das decisões que eu deveria assumir para resolver muitos problemas”.

O encontro Economia de Francisco é uma iniciativa desenvolvida a partir do convite que o papa encaminhou a jovens economistas, estudantes e empresários do mundo inteiro, no dia 1º de maio do ano passado, durante a festa de São José Operário. Para o pontífice, conforme afirmou na carta-convite, Assis era o lugar apropriado para inspirar uma nova economia, porque foi naquele lugar que Francisco abriu mão da riqueza para seguir a Deus como bússola da sua vida, na defesa dos pobres.

O papa Francisco convidou os jovens a fazerem um pacto, no espírito de São Francisco, para uma economia mais justa, fraterna, sustentável e com um novo protagonismo de quem hoje é excluído, buscando a solução dos problemas estruturais da economia mundial.

No total, se inscreveram 2 mil participantes de 120 países, que foram divididos em 12 vilas temáticas e mais de 60 grupos de criação e debate de ideias inovadoras. O Santuário Cristo Redentor do Rio esteve presente no evento mundial, com a participação do gestor de inovação do Santuário Henrique Sengès.

Edição: Graça Adjuto

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Ações do Carrefour caem mais de 6% nesta segunda-feira

Publicado


source

Brasil Econômico

Protestos carrefour
Divulgação

Manifestantes protestam contra morte de João Alberto nas mãos de seguranças do Carrefour

Após os protestos em prol de  João Alberto Silveira Freitas, homem negro morto por seguranças de um supermercado do Carrefour em Porto Alegre, as ações da companhia caíram mais de 6% nesta segunda-feira (23), na Bolsa de Valores de São Paulo .

As ações da franquia brasileira do grupo francês, o CRFB3, chegaram a atingir queda de 6,18% , por volta das 14h, enquanto o índice Ibovespa das principais ações indicava alta de 0,85%. 

Um dia após a morte de João Alberto, na sexta-feira (20), o Carrefour fechou o dia com alta de 0,49%, apesar do repúdio e indignação presentes nas redes sociais e nas ruas, justamente no Dia da Consciência Negra no país. As manifestações contra o racismo pediam, inclusive, o boicote à rede de supermercados.  

“Hoje as ações estão repercutindo as manifestações do fim de semana, que afetou a imagem do Carrefour . Além disso, grandes empresas, como a Ambev, também pediram medidas imediatas para evitar novos episódios (como o que ocorreu nas instalações do grupo francês)”, disse Alex Agostini, da Austin Rating, à AFP. 

As ações do Carrefour na bolsa de Paris registraram queda de 2,21% nesta segunda-feira. 

Desde a divulgação do vídeo em que seguranças do supermercado de Porto Alegre aparecem imobilizando e socando João Alberto até a morte  no estacionamento, o grupo vêm tendo dias conturbados, sofrendo represálias e protestos. 

Na sexta-feira à noite e durante o final de semana, foram realizadas manifestações em frente aos supermercados Carrefour em Porto Alegre e outras grandes cidades do país. 

Em São Paulo, numa filial da rede no bairro Jardim Paulista pedras foram atiradas na fachada de vidro e um grupo de pessoas invadiu o estabelecimento, destruindo e ateando fogo nas mercadorias , entre outras instalações, de acordo com os relatos de um fotógrafo da AFP. 

Na sexta-feira, o CEO do Carrefour, Alexandre Bompard , expressou suas condolências pelo “ato horrível” por meio de uma série de tuítes em português. De acordo com o empresário, as imagens são “insuportáveis”. 

Bompard pediu ainda “uma revisão completa das ações de formação dos funcionários e terceirizados em matéria de segurança, respeito à diversidade, valores de respeito e repúdio à intolerância”.

Continue lendo

Economia

Economia está ‘muito mais saudável’ com dólar a R$ 5 e juros de 2%, diz Guedes

Publicado


source
GUedes
Reprodução, O Dia

Segundo o ministro, câmbio já atingiu seu valor máximo e deve voltar a cair

O ministro da Economia, Paulo Guedes , disse nesta segunda-feira que considera melhor para a situação econômica do país um  dólar cotado na casa de R$ 5 com juros a 2% do que a moeda americana desvalorizada com juro alto. Nesta segunda, o dólar opera em alta e volta a passar de R$ 5,40.

“Nós estávamos em um endividamento em bola de neve, pagando juros altíssimos e com câmbio sobrevalorizado. Uma combinação bastante perversa de dois preços críticos na economia. A economia está muito mais saudável . Invés de (ter) juro a 10%, 12% e o câmbio a R$ 1,80, a economia está muito mais saudável com juro de 2% e câmbio de R$ 5. É muito melhor”, disse o ministro, em transmissão ao vivo para o mercado financeiro.

Para Guedes, o câmbio está em seu nível de equilíbrio e o dólar já fez seu overshooting, ou seja, bateu a máxima e voltou a patamares mais baixos.

“Acredito inclusive que o câmbio brasileiro já fez o overshooting . Quando você troca o patamar de equilíbrio, ele normalmente dispara, passa do nível de equilíbrio e depois aterrissar no nível mais baixo. Eu acho que nós já fizemos o overshooting se prosseguimos com as reformas” disse o ministro.

Perda de empregos

O ministro disse também que o ritmo de geração de empregos observado nos últimos meses deve desacelerar. Ele prevê uma perda aproximada de 300 mil vagas formais de trabalho em 2020 .

Até setembro, o país registrou uma perda líquida (admissões menos demissões) de 558 mil empregos formais. Os saldos negativos foram registrados de março a junho, com o fechamento das atividades pelo país devido à pandemia. De julho a setembro, no entanto, houve geração de vagas .

“É possível que termine o ano com perda de 300 mil vagas no mercado formal. Isso é um resultado muito importante. Nós vamos ficar entre um quinto e um terço das perdas das recessões anteriores . A maior crise na história do Brasil, o mercado de trabalho perder 300 mil empregos é um resultado bastante expressivo”, disse o ministro.

Ele afirmou que a perda de empregos neste ano representará cerca de 20% do resultado negativo observado em 2015 e 2016 . Em 2015 e 2016, houve perda de 1,5 milhão e 1,3 milhão de empregos com a crise econômica vivida pelo país, respectivamente.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana