conecte-se conosco


Política Nacional

Crise no PSDB: nome de Tasso ressurge nas negociações da sigla com MDB

Publicado

source
Senador Tasso Jereissati voltou a ser uma opção para o PSDB
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 22/10/2019

Senador Tasso Jereissati voltou a ser uma opção para o PSDB

Ao mesmo tempo em que o PSDB amplia a pressão para a desistência da candidatura do ex-governador João Doria , volta a ganhar força na sigla o nome do senador cearense Tasso Jereissati . De acordo com dirigentes tucanos, há uma articulação em curso para tentar emplacar uma aliança com o MDB tendo Tasso como vice numa chapa encabeçada pela senadora Simone Tebet (MS) ao Palácio do Planalto.

Se Doria sofre resistência e candidatos a governador e deputados da sigla afirmam que sua rejeição nas pesquisas pode prejudicá-los, a avaliação é que Tasso ajudaria a pacificar a sigla. Ex-presidente do PSDB, Tasso tem boas relações com as principais lideranças do partido — hoje há uma divisão na sigla entre uma ala pró-Doria e um outro grupo que ainda tem esperança de ressuscitar uma candidatura do ex-governador Eduardo Leite .

No entanto, a volta de Leite é descartada, por enquanto, para não acirrar as disputas internas, uma vez que correligionários dão como certo que Doria não hesitaria em recorrer à Justiça para fazer valer sua vitória nas prévias . O paulista se vale do estatuto tucano para garantir que o vencedor das primárias tenha a candidatura homologada na convenção nacional, que deve ocorrer entre julho e agosto. Ainda assim, integrantes da direção nacional creem que Doria seria menos resistente ao nome de Tasso do que um eventual retorno de Leite.

Na reunião da Executiva desta quinta-feira, no entanto, um integrante da cúpula partidária sugeriu incluir o nome de Tasso na pesquisa do Instituto Guimarães, cujo levantamento foi feito em parceria com MDB e Cidadania neste fim de semana. O objetivo era avaliar a viabilidade eleitoral do senador. A ideia foi rejeitada por interlocutores de Doria e do presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo.

O lado cético


Apesar disso, o próprio Araújo foi o principal incentivador de uma candidatura presidencial de Tasso nas prévias presidenciais do PSDB, no ano passado. O senador, porém, acabou desistindo e se engajou na campanha de Leite que, por sua vez, terminou derrotado por Doria. Em razão dessa articulação frustrada, há ceticismo hoje sobre a possibilidade do movimento pró-Tasso dar certo.

Ao responder se aceitaria compor uma chapa com a senadora Simone Tebet (MDB-MS) , Tasso deu a entender que não foi consultado sobre o plano e declarou que “isso não faz parte do seu projeto de vida”. O cearense disse em entrevistas recentes que pretende se aposentar da política, embora continue a participar ativamente da vida partidária da sigla. Tasso também frisou que o assunto não foi tratado na reunião ontem do PSDB, voltada a discutir a “questão Doria” e a manutenção das conversas com o MDB e Cidadania. E saiu de lá afirmando que qualquer “decisão deveria ser feita em diálogo com o próprio Doria”.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política Nacional

Relator pretende ler hoje parecer sobre PEC do Estado de Emergência

Publicado

Paulo Sérgio/Câmara dos Deputados
Discussão e votação de propostas. Dep. Danilo Forte UNIÃO - CE
Forte é relator da PEC

O deputado Danilo Forte (União-CE), relator da PEC 15/22 (e PEC 1/22, apensada), disse que vai se reunir agora com o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, para concluir o relatório da proposta. Ele afirmou que pretende ler o relatório na comissão especial ainda hoje, após a sessão do Congresso, por volta de 19 horas.

Hoje é o último dia para os deputados apresentarem emendas às propostas originais e, segundo Fortes, mais de 15 segmentos já foram ouvidos. Por acordo acertado com o presidente da Câmara, Arthur Lira, Fortes será o relator na comissão especial. Já o deputado Christino Aureo (PP-RJ) será relator no Plenário.

Reportagem – José Carlos Oliveira
Edição – Ana Chalub

Fonte: Câmara dos Deputados Federais

Continue lendo

Política Nacional

Conselho de Ética arquiva representação contra a deputada Jandira Feghali

Publicado

Elaine Menke/Câmara do Deputados
Audiência Pública - Impactos da mineração na Serra do Curral/MG. Dep. Júlio Delgado PV-MG
Júlio Delgado: “Deputados são invioláveis por suas opiniões, palavras e votos”

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (5), o arquivamento de representação do PTB contra a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ). O parecer preliminar pelo arquivamento foi apresentado pelo deputado Júlio Delgado (PV-MG).

Na representação (13/22), o PTB alega que Feghali teria abusado de suas prerrogativas constitucionais em postagem nas redes sociais em que dizia “Olha pro céu, meu amor, vê como ele Stalindo”. Segundo o partido, a deputada fez apologia ao ditador Josef Stalin, responsável pela morte de milhões de pessoas, em afronta a comportamento compatível com o decoro parlamentar

De acordo com Júlio Delgado, não havia justa causa para o prosseguimento da representação, uma vez que, segundo a Constituição Federal, deputados “são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos”. 

Glauber Braga
Ainda nesta terça, o presidente do Conselho de Ética, deputado Paulo Azi (União-BA), designou o deputado Marcelo Nilo (Republicanos-BA) para relator de representação (24/22) do PL contra o deputado Glauber Braga (Psol-RJ). O partido considerou o comportamento do deputado, durante sessão de votações no dia 31 de maio, “desrespeitoso e agressivo” contra o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

Havia a previsão de análise de outros pareceres preliminares, porém a reunião foi encerrada em virtude do início da Ordem do Dia da sessão do Congresso Nacional. Nova reunião foi marcada para esta quarta-feira (6), às 11h.

Reportagem – Paula Bittar
Edição – Roberto Seabra

Fonte: Câmara dos Deputados Federais

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana