conecte-se conosco


Policial

Crimes de roubo têm redução de 30% no estado de janeiro a setembro

Publicado


Hérica Teixeira/Sesp-MT

As ações repressivas deflagradas em todo o estado de Mato Grosso resultaram na redução de 30% nos crimes de roubos (quando há violência). Os dados correspondem ao período de janeiro a setembro deste ano, em comparação com 2019. Na modalidade furto, a queda também foi de 30%.

Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Superintendência do Observatório de Segurança Pública, e o quantitativo é obtido mediante os registros de Boletim de Ocorrência (B.O) das 15 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp’s), que contemplam os 141 municípios de Mato Grosso.

Nos primeiros nove meses de 2020, foram registradas 7.555 ocorrências de roubo. Já no mesmo período do ano passado somaram 10.820 casos. Ainda neste ano, foram 23.726 registros de furto contra 34.087 no mesmo período de 2019. O total de roubo e furto equivale as ocorrências em residências, estabelecimentos comerciais, pedestres, entre outros.

O secretário adjunto de Integração Operacional da Sesp-MT, Coronel PM Victor Fortes, ressalta que mesmo com um ano atípico por conta da pandemia, as forças de segurança continuaram atuando firmemente no combate à criminalidade, reforçando o policiamento, as ações integradas e as investigações criminais.

“O empenho das forças de segurança e o comprometimento dos profissionais foram primordiais para alcançar os resultados. A Secretaria fortaleceu a integração tanto na atividade de inteligência quando na atuação operacional entre as instituições, com ações preventivas e repressivas no enfrentamento aos principais índices criminais, principalmente aos crimes contra a vida e o tráfico de drogas. Nosso objetivo é continuar ampliando as nossas ações”, enfatiza.

Ainda segundo o secretário, todas as Risp’s apresentaram reduções nos crimes de furto. Já em relação ao crime de roubo, somente as Regiões representadas pelas cidades polos de Barra do Garças e Nova Mutum tiveram aumento de 5% e 20%, respectivamente.

As outras 13 Risp’s são representadas pelos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Rondonópolis, Cáceres, Tangará da Serra, Juína, Alta Floresta, Vila Rica, Primavera do Leste, Pontes e Lacerda, Água Boa e Guarantã do Norte.

Veículos

De janeiro a setembro, Mato Grosso registrou queda de 30% nos números de veículos roubados. Foram 1.027 roubos em 2020 contra 1.464 no mesmo período de 2019. Já os crimes de furtos reduziram 23%. Saiu de 1.810 ocorrências em 2019 para 1.394 em 2020.

Fazem parte das forças de segurança a Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Sistema Penitenciário e Sistema Socioeducativo.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Equipe da Delegacia Especializada de Trânsito de Cuiabá são homenageados pela Assembleia Legislativa

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Os 34 policiais civis da Delegacia de Delitos de Trânsito de Cuiabá (Deletran) foram condecorados nesta quarta-feira (25.11) com “Moção de Aplauso” concedida pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

A iniciativa é do deputado estadual Claudinei Lopes, a homenagem para os escrivães e investigadores, coordenados pelo delegado Christian Alessandro Cabral é em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à sociedade mato-grossense na área de segurança pública.

A Deletran vem se destacando pelo trabalho desenvolvido, visando a repressão, investigação e apuração dos delitos de trânsito na Capital e em Várzea Grande, cidades abrangidas pela circunscrição da unidade policial. A delegacia realiza atendimentos nos locais de acidentes automobilísticos com vítimas, em vias urbanas e rodoviárias da área de atuação.

Nos últimos três anos, a Deletran registrou alto índice de instauração de procedimentos e resoluções das ocorrências, além de participar das operações integradas de fiscalização da Lei Seca, deflagradas para reprimir a condução de veículos por pessoas sob efeito de bebidas alcoólicas e entorpecentes.

Em 2017 foram recebidos 9.745 boletins de ocorrências; instaurados 1.103 inquéritos; concluídos 1.093 inquéritos; confeccionados 720 Termos Circunstanciados de Ocorrência; concluídos 416 Termos Circunstanciados de Ocorrência e realizadas 42 blitzes.

No ano de 2018 foram recebidos 10.212 boletins de ocorrências; instaurados 1.156 inquéritos e concluídos 1.041 inquéritos. A delegacia também confeccionou 782 Termos Circunstanciados de Ocorrência; concluídos 859 TCOs e realizadas 56 blitzes.

Já em 2019 os números apresentados são: registrados 10.440 boletins de ocorrências; instaurados 1.121 inquéritos; concluídos 1.171 inquéritos; 938 Termos Circunstanciados de Ocorrência confeccionados e concluídos 944, além de 41 blitzes realizadas.

Conforme o delegado da Deletran, Christian Cabral, nos nove primeiros meses deste ano (janeiro a setembro), a unidade promoveu a responsabilização criminal de 679 motoristas que foram flagrados conduzindo veículos sob efeito de álcool.

Pela grandeza dos trabalhos prestados a Deletran conquistou credibilidade e superou metas decorrentes das ações investigativas e repressivas voltadas para a garantia da segurança no trânsito.

Durante a solenidade de entrega das homenagens, o delegado titular da unidade especializada falou da amizade e união dos servidores que reforça o trabalho desempenhado pela Deletran. “O resultado que temos é reflexo do desempenho dos policiais que não medem esforços e de forma dedicada e diferenciada prestam o melhor serviço à sociedade”.

Presente na cerimônia o delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval, parabenizou a unidade pelo relevante serviço da Deletran, que desempenha um papel fundamental na segurança pelo trânsito. “O comprometimento de toda a equipe da unidade e traduz nos números de atendimentos prestados”, ressaltou.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil recupera Corolla roubado em residência utilizada para ocultação de veículos

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um veículo Toyota Corolla com restrição de roubo/furto foi recuperado pela Polícia Civil, na terça-feira (24.11), durante investigações realizadas pelos policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA). O veículo foi localizado em uma residência no bairro Santa Rosa II, supostamente utilizada por um grupo criminoso para esconder automóveis de origem ilícita.

O imóvel já era investigado por policiais da DERRFVA em razão de operações anteriores e na terça-feira (24), os investigadores visualizaram o Corolla branca no interior da residência com várias placas de outros veículos jogadas pelo chão, possivelmente de outros carros roubados.

Com fundadas suspeitas de que o imóvel era utilizado por um grupo especializado em roubo e furto para ocultação de veículos, os investigadores entraram na residência, confirmando que o Toyota Corolla que estava na casa era roubado. Os policiais ficaram em monitoramento do endereço, esperando que algum suspeito retornasse ao local, porém ninguém apareceu.

Os investigadores realizaram diligências na vizinha para obter informações sobre os responsáveis pelo imóvel. O veículo foi apreendido e encaminhado a DERRFVA para as providências cabíveis.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana