conecte-se conosco


Esportes

Covid-19: pela primeira vez desde 1897, Maratona de Boston é cancelada

Publicado


.

A mais antiga maratona do planeta também foi abatida pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). No final da noite de ontem (28), os organizadores da Maratona de Boston (Estados Unidos), cancelaram a prova deste ano, que já havia sido transferida de 20 de abril para 14 de setembro.  A decisão foi tomada após prefeito da cidade – capital de Massachusetts -, Mary Walsh admitir a inviabilidade do evento por razões de saúde pública. Desde a primeira edição, em 1897, a Maratona de Boston nunca havia deixado de ser realizada.

” Embora nosso objetivo e nossa esperança sejam progredir na contenção do vírus e na recuperação de nossa economia, esse tipo de evento não seria responsável ou realista em 14 de setembro ou em qualquer época do ano”, afirmou Walsh em entrevista coletiva, que se disse preocupado com uma possível segunda onda de casos de covid-19 na cidade. O estado de Massachusetts registra cerca de 92 mil casos confirmados de covid-19, e mais de 6.300 mortos.  

Em nota oficial, publicada no site da Associação Atlética de Boston (BAA, sigla em inglês) anunciou que não só ressarcirá a taxa de inscrição, como realizada uma alternativa virtual voltada aos participantes. Anualmente, a Maratona de Boston reúne cerca de 30 mil corredores.

“Todos os participantes que foram originalmente inscritos no evento de 20 de abril de 2020 receberão um reembolso total da taxa de inscrição associada à corrida e terão a oportunidade de participar da alternativa virtual à 124ª Maratona de Boston, que pode ser realizada a qualquer momento entre 7 e 14 de setembro”.

Somente este ano, já foram adiadas as Maratonas de Londres (Inglaterra) – para o dia 4 de outubro – e a de Berlim, que seria em 27 de setembro, ainda não foi remarcada.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Flamengo e Fluminense estão na final da Taça Rio

Publicado


.

Flamengo e Fluminense vão decidir a final da Taça Rio de 2020. O rubro-negro confirmou o favoritismo derrotando neste domingo (5) o Volta Redonda por 2 a 0, no Maracanã. O tricolor segurou o empate em hoje 0 a 0 com o Botafogo, no Estádio Nilton Santos, e se classificou por ter sido o primeiro do Grupo B no segundo turno.

Antes do clássico começar, jogadores de Fluminense e Botafogo estenderam uma faixa de protesto escrita “respeitem nossa história”. Além disso, os atletas trocaram uniformes dos times. No sábado (04), os clubes divulgaram um manifesto com críticas à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) e às decisões no retorno do Campeonato Carioca.

Com a bola rolando, o Fluminense conseguiu manter a posse no primeiro tempo, mas só chegou com perigo ao gol de Gatito Fernández em cobranças de faltas de Nenê. Por outro lado, o Botafogo era mais objetivo e teve a chance de abrir o placar aos 17 minutos, com um belo arremate de Pedro Raul, que obrigou Muriel a fazer grande defesa.

Precisando da vitória, o Botafogo partiu para o ataque no segundo tempo. Apesar de levar perigo ao adversário, o alvinegro deu espaços para os contra-ataques do Fluminense e o jogo ficou aberto. Aos 14 minutos, Fred perdeu a melhor oportunidade do tricolor. Yago avançou com velocidade pela direita e lançou para Wellington Silva. Ele passou para Fred que, sem marcação, chutou torto, à esquerda de Gatito Fernández.

O Botafogo respondeu aos 28 minutos. Honda deu bom passe para Bruno Nazário. Ele dominou e chutou de direita para explodir a trave esquerda do Fluminense. O alvinegro tentou o gol da vitória até o último minuto, mas Muriel salvou o tricolor após chute de Rafael Navarro aos 50 do segundo tempo.

No Maracanã, deu a lógica. O Flamengo não teve dificuldade para passar pelo Volta Redonda, com dois gols de Bruno Henrique. O rubro-negro abriu o placar aos 20 minutos do primeiro tempo. Filipe Luís passou para Gabigol, que tocou de primeira para Bruno Henrique vencer o goleiro Douglas Borges. A segunda etapa começou com outro gol de Bruno Henrique. Aos três minutos, o camisa 27 recebeu outro passe de Gabigol e fechou o placar.

Flamengo e Fluminense se enfrentam quarta-feira pela final da Taça Rio, às 21h30. Não há vantagem de empate, contudo, se o rubro-negro derrotar o tricolor, será campeão carioca sem necessidade de disputa de uma “finalíssima” do Campeonato Estadual, já que venceu a Taça Guanabara e tem a melhor campanha geral da competição.

Edição: Bruna Saniele

Continue lendo

Esportes

Bottas vence GP da Áustria. Hamilton e Albon batem e Norris vai ao pódio

Publicado

O gesto que os pilotos fizeram antes da largada contra o racismo (Foto: Haas)

Valeu a pena esperar! A temporada 2020 do Mundial de Fórmula 1 não poderia ter vivido melhor começo. É verdade que a primeira metade do GP da Áustria foi até morno e sem grandes embates, mas daí em diante a prova no Red Bull Ring ofereceu várias disputas por posição e também um alto número de abandonos, com nove pilotos ficando fora. Valtteri Bottas, que largou na pole-position neste domingo (5), liderou de ponta a ponta para vencer na abertura do campeonato.

Foi uma corrida surpreendente em vários aspectos. Max Verstappen, que mostrava até ter chances de vitória, foi o primeiro a abandonar. Alexander Albon, então, despontou com boas possibilidades ao optar por uma melhor estratégia de pneus na disputa contra as Mercedes de Hamilton e Bottas. O anglo-tailandês chegou a colocar lado a lado para ultrapassar, mas foi tocado pelo hexacampeão.

Hamilton foi punido em 5s e acabou perdendo não só a segunda colocação, mas também o pódio. Surpresas, Charles Leclerc, depois de ter largado em sétimo, e Lando Norris, da McLaren, fecharam o top-3 nesta tarde.

Hamilton teve de se contentar com o quarto lugar, seguido pela outra McLaren, de Carlos Sainz, enquanto Sergio Pérez, que apostou na estratégia de seguir com pneus usados na pista depois do último safety-car, ficou em sexto. Pierre Gasly, da AlphaTauri, completou a prova na sétima posição, à frente da Renault de Esteban Ocon. Antonio Giovinazzi mostrou o quão surpreendente foi a corrida ao colocar a Alfa Romeo em nono. E Sebastian Vettel, depois de ter caído para a zona intermediária do grid depois de lutar por posição com Sainz, ainda marcou um ponto e chegou em décimo.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana