conecte-se conosco


Economia

Covid-19: para não quebrar, comércios oferecem voucher de R$ 100

Publicado

Com a recomendação do isolamento social para conter a propagação da Covid-19, os bares e restaurantes tiveram que fechar as portas, muitos aderiram ao sistema delivery para continuar atuando neste período.

Leia também: Homem gasta R$ 3 mil em restaurante e sai sem pagar

Apoie um restaurante arrow-options
Divulgação

Apoie um restaurante

Considerando a baixa nas vendas devido a Covid-19 , a cerveja Stella Artois e alguns de seus parceiros criaram o movimento “Apoie Um Restaurante”. O projeto tem como objetivo oferecer um voucher que vale R$ 100 com 50% de desconto, ou seja, o valor que será pago pelo consumidor é de R$ 50.

Leia também: Restaurante indenizará homem agredido por não pagar R$ 8 pelo uso do banheiro

O voucher , apenas poderá ser usado quando o restaurante reabrir. Todavia, o valor arrecadado será 100% revertido aos estabelecimentos participantes, a expectativa é injetar milhões no setor.

A ideia contaminou empresas e setores e acabou ganhando versões semelhantes por todo o País. O programa “Menu do Amanhã”, por exemplo, tem propósito parecido, com listagem de restaurantes, padarias e confeitarias de São Paulo e Rio, os estabelecimentos dão descontos para quem comprar antes – um voucher de R$ 120 que vale consumo de R$ 145.

Além dos dois citados, a Avec, plataforma de agendamentos para salões de beleza, barbearias e clínicas estéticas, também aderiu à solução para aquecer o nicho.

Com 25 mil estabelecimentos em sua plataforma, a Avec viu o volume de transações de pagamentos despencar 95% em duas semanas. Logo, a empresa se juntou a Wella e Gama para promover a campanha “Apoie um Salão”.

Assim como as outras iniciativos, o serviço é agendado para uma data futura, mas o valor é pago ao salão de imediato. Quem fizer uma assinatura de serviços, que garante esse fluxo futuro, tem bônus de até 50% ao mês.

Leia também: Procon notifica restaurante em SP que cobra R$ 300 por cancelamento de reserva

O isolamento social foi recomendado para conter a propagação da Covid-19 . Até a manhã desta terça-feira (31), as Secretarias estaduais de saúde contabilizavam 4.661 infectados em todos os estados e 165 mortos.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Fernanda Ribeiro fala sobre fintechs e novos bancos em live do iG nesta 5º

Publicado


source

Brasil Econômico

Fernanda Ribeiro
Divulgação

Fernanda Ribeiro, convidada do programa Brasil Econômico ao Vivo desta quinta-feira

Nesta quinta-feira (26), a partir das 17h, o Brasil Econômico ao Vivo recebe a Presidente da Associação AfroBusiness e co-fundadora e CCO da Conta Black, Fernanda Ribeiro , para falar sobre os novos bancos e as Fintechs no Brasil. O programa faz parte de projeto de lives que acontecem sempre às quintas.

Formada em turismo e pós graduada na área de comunicação corporativa, Fernanda é líder de diversidade da Associação Brasileira de Fintechs e Embaixadora Rede Ibero Americana de Mulheres em Fintech. Venceu o Prêmio Empregueafro Talento da Diversidade e o Prêmio CITI Jovens Empreendedores na categoria Organização Social Mais Transformadora. 

Reconhecida na lista dos 50 profissionais Hustlers a serem seguidos segundo a Gama Academy , dedica-se também ao desenvolvimento de ações e programas para fomento da diversidade, inclusão econômica e social relacionados às temáticas de gênero e étnico-raciais, com ênfase em empreendedorismo e finanças.

Curadora dos programas Startup A e E-commerce Social , atuou em empresas multinacionais nas áreas de qualidade, e-commerce, experiência do cliente, treinamento e comunicação interna.

Lives do Brasil Econômico

As entrevistas sempre contam com participação de jornalistas convidados e são transmitidas simultaneamente no perfil do Facebook do iG e no canal do YouTube . Internautas poderão interagir e mandar perguntas durante a entrevista.

Continue lendo

Economia

Aeroporto de Congonhas e Santos Dumont entram para programa de privatizações

Publicado


source

Agência Brasil

Aeroporto
Rovena Rosa/Agência Brasil

Além de Congonhas e Santos Dumont, outros 14 terminais de passageiros devem ser privatizados

O Ministério da Infraestrutura informou nesta quarta-feira (02) que 35 projetos da pasta foram qualificados para inclusão no Programa de Parcerias e Investimentos (PPI). Entre os projetos estão relicitações de ferrovias, rodovias, e a desestatização de portos e aeroportos.

De acordo com a pasta, os projetos podem render R$ 6,4 bilhões em investimentos até o fim de 2022, além de 100 mil empregos. A inclusão foi anunciada mais cedo durante a 14ª reunião do conselho do PPI.

No setor de aeroportos, a intenção é conceder à iniciativa privada 16 terminais de passageiros. Entre os aeroportos que podem ser privatizados estão o Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e Congonhas, em São Paulo.

Já entre os portos que devem ser desestatizados, estão a Companhia Docas da Bahia (Codeba), responsável pela administração dos portos de Salvador, Aratu e Ilhéus, a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) e a Companhia Docas de São Paulo (Codesp), que opera nos portos de Santos e São Sebastião. Também estão na lista os terminais públicos nos portos de Vila do Conde (PA), Suape (PE), Maceió, Santos (SP) e Pelotas (RS).

No setor de rodovias será realizada a relicitação da concessão da BR-163, no Mato Grosso do Sul. O leilão deve ser realizado em 2022. Também estão previstos leilões para trechos das rodovias BR-153 e BR-080, localizados em Goiás e em Tocantins.

O Ministério ainda informou que haverá a relicitação ferroviária da Malha Oeste, entre Mato Grosso do Sul e São Paulo, e a renovação da concessão da Malha Sul.

Criado em 2016, o Conselho do PPI se reúne três vezes ao ano. Na reunião de hoje, a última de 2020, foi apresentado um balanço do que foi realizado neste ano. Foram 18 leilões e projetos, e mais 11 estão agendados até o fim de dezembro, entre eles o leilão dos parques nacionais e a liquidação do Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada, empresa pública que atua no segmento de semicondutores.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana