conecte-se conosco


Nacional

Covid-19: No Paraná, 8 pessoas são infectadas após reunião de Dia das Mães

Publicado


source
mulher internada ligada por fios
Jochen Sand/GettyImages/Creative Commons

De todos os infectados na festa pela Covid-19, apenas dois precisaram de internação


No último domingo, 31, a prefeitura de Arapongas, município no Paraná, divulgou que oito pessoas foram contaminadas pela Covid-19 , doença transmitida pelo novo coronavírus , em uma reunião. Todos são da mesma família e celebravam o Dia das Mães.

A festa contava com dez pessoas, que tinham entre 18 e 69 anos. A primeira infectada foi uma mulher de 68 anos. Ao apresentar os sintomas, ela e os outros convidados passaram a ser monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde.

Leia também: Pesquisa da UFPel estima subnotificação de casos no país

Os exames foram confirmando os outros infectados ao longo do mês. Mais um membro da família que teve sintomas não teve seus exames divulgados. Apenas duas dessas pessoas precisaram de internação.

Apesar de a festa ter contado com a presença de apenas dez pessoas, os membros da família tiveram contato com outras 20 pessoas, que também estão em monitoramento.

Sessenta e sete pessoas foram infectadas pela Covid-19 em Arapongas, sendo que 53 se recuperaram e uma morreu. A cidade já realizou 1.276 testes na população.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Detento infectado pelo novo coronavírus foge de hospital em Goiânia

Publicado


source
fachada do Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa)
Divulgação

O homem foragido estava internado no Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa)


Na madrugada da última terça-feira (23), um  detento que cumpria pena por homicídio em Goiânia, em Goiás, fugiu do Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa). Ele estava internado pois foi diagnosticado com a Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus . A identidade do homem não foi identificada.


O homem deu entrada no Huapa no último dia 15 e apresentava sintomas da Covid-19 . O diagnóstico foi confirmado após a realização de hemogramas e exame de imagem.

O detento estava isolado em na enfermaria do hospital e era supervisionado por agentes penitenciários. Ele cortou a rede de proteção da janela e fugiu das instalações.

O hospital emitiu uma nota em que explica que a equipe de enfermagem que prestava atendimento ao detento não o encontrou no leito. A ausência do paciente foi levada diretamente aos agentes que o acompanhavam.

“A direção informa ainda que a unidade adotou as medidas administrativas cabíveis e necessárias pertinentes ao caso”, informou o documento.

Segundo a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), o caso está sob apuração e as devidas providências serão tomadas. O órgão também emitiu nota de esclarecimento.

“De imediato, foram notificadas as forças policiais para realização das buscas pelo detento que evadiu do local. A ocorrência, sob investigação da Polícia Civil, será apurada também internamente pela DGAP. As apurações da DGAP vão apontar as responsabilizações, na esfera administrativa, relacionadas aos servidores que estavam na vigilância do detento”, informou.

Continue lendo

Nacional

Wassef escondeu Fabrício Queiroz no Guarujá antes de levá-lo a Atibaia, diz TV

Publicado


source
queiroz
Divulgação

Queiroz foi preso em Atibaia, mas, segundo reportagem, passou antes pelo Guarujá

Um apartamento no Guarujá, que pertence à  família de Frederick Wassef, ex-advogado da família  Bolsonaro, foi usado para esconder Fabrício Queiroz por cerca de 5 meses. As informações foram divulgadas em reportagem do “Jornal da Band”, na noite desta quinta-feira (25).

Segundo a reportagem, antes de levar Fabrício Queiroz para sua casa em Atibaia, no interior de São Paulo, Wassef escondeu Queiroz em um apartamento da família no Guarujá, com 200 metros quadrados, que fica numa área nobre da cidade. O ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro ficou por cerca de cinco meses no local depois de fazer uma cirurgia para a retirada de câncer no Cólon.

Segundo um morador do prédio, que não quer se identificar, as pessoas demoraram para descobrir que se tratava de Fabrício Queiroz quem estava vivendo no local. “No começo, ninguém sabia que era o Queiroz. Porque o prédio tem muito poucos moradores. A maioria do pessoal que frequenta o prédio é turista”, disse.

“O pessoal foi perceber que era o Queiroz depois do carnaval mais ou menos”, afirmou. Ainda segundo pessoas da região, Queiroz pouco saia do apartamento. Na maioria das vezes, ele era visto descendo para pegar comida. “Ele andava de bone e óculos escuros. Saia pouco do apartamento”, disse outro morador.

No período em que Queiroz ficou no apartamento, Frederick Wassef o visitou algumas vezes, segundo a reportagem. “Quando o Queiroz estava lá, o Frederico apareceu algumas vezes. Todo mundo viu o Frederico, conhecido como Fred, no prédio, frequentando o edifício”, disse a testemunha.

A reportagem da Band tentou contato com o advogado Frederick Wassef, mas não obteve resposta.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana