conecte-se conosco


Nacional

Covid-19: Mortes no Brasil se aproximam de 30 mil; casos passam de 526 mil

Publicado


source
Mulher deitada em leito de hospital
Jochen Sand/GettyImages/Creative Commons

Ao atingir mais de 500 mil casos confirmados, Brasil se tornou o epicentro da Covid-19 no mundo

O Ministério da Saúde atualizou os dados sobre a pandemia da  Covid-19  no Brasil nesta segunda-feira (1º). Agora, segundo a pasta, subiu para 29.937 o número de mortes pela doença, sendo 623 novos registros. A alta corresponde a um crescimento de 2,1%. Desses 623 óbitos, 220 foram nos últimos três dias.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, os novos casos confirmados de contaminação pelo  novo coronavírus  (Sars-CoV-2) no Brasil são 11.598, totalizando 526.447. O aumento foi de XXX %. Já a taxa de letalidade se manteve em 5,7%.

No levantamento da pasta deste domingo, o número de óbitos chegou a 29.314, com 480 novos registros, um recorde em 24 horas. Já a quantidade de pessoas com a Covid-19 saltou para mais de 514.849, sendo que o aumento foi de 16.409.

São Paulo continua sendo o estado que tem mais mortes, com 7.667 das 29.937 ocorrências. A letalidade é de 6,9% no estado. Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro, com 5.462 mortes e letalidade de 10%.

No quadro de casos confirmados, São Paulo também lidera a lista. O estado tem 111.296 pessoas infectadas pelo coronavírus. Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro, com 54.530 vítimas de contaminação, sendo seguido por Ceará (50.504), Amazonas (41.774) e Pará (38.046).

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Dois prefeitos do interior de SP morrem de coronavírus na última semana

Publicado


source

O prefeito de Santo Antônio do Aracanguá (SP), Rodrigo Aparecido Santana Rodrigues (DEM), 35, morreu na tarde desta sexta-feira (26), vítima do novo coronavírus. É o segundo prefeito do interior paulista que morre no intervalo de uma semana em decorrência do Covid-19. As informações são do jornal Folha de S.Paulo .

prefeitos
Reprodução

Ambos ficaram internados e passaram pela hemodiálise


O político estava internado na UTI do Hospital da Unimed, em Araçatuba, desde o dia 2 de junho. 

No dia seguinte à internação foi intubado e passou a respirar com o auxílio de aparelhos. Já no hospital, Rodrigo apresentou anemia e precisou de transfusão de sangue. Foi, ainda, submetido a uma traqueostomia e a sessões de hemodiálise.

Até esta sexta-feira, a cidade tinha 43 casos da Covid-19, com 3 mortes. Ainda de acordo com a prefeitura, foi feito neste sábado (27) um cortejo pelas principais ruas da cidade, até o cemitério, onde o enterro foi acompanhado apenas por familiares e um padre.

PREFEITO DE BOREBI

A morte em Santo Antônio do Aracanguá é a segunda envolvendo prefeitos paulistas no intervalo de uma semana devido à Covid-19. No último dia 20, o então prefeito de Borebi, Antônio Carlos Vaca (PSDB), 73, morreu em Bauru, onde estava internado desde o dia 24 de maio com grave quadro de insuficiência respiratória.

A cidade tem, até este sábado, 13 casos confirmados do novo coronavírus e a única morte foi a do prefeito. Assim como o prefeito de Rodrigo, ele passou por hemodiálise durante seu tratamento, que teve complicações como um AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Antônio Carlos estava em seu terceiro mandato na prefeitura. Não houve velório e moradores soltaram balões quando o veículo da funerária chegou à cidade.

Continue lendo

Nacional

Dissertação de novo ministro da Educação tem indícios de plágio

Publicado


source

O novo ministro da educação, Carlos Alberto Decontelli, nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro na última quinta-feira (25), está sendo acusado de ter plagiado parte da sua dissertação de mestrado. 

carlos alberto decontelli
Reprodução/MEC

Após ter seu doutorado contestado pelo reitor da Universidade Nacional de Rosario, o ministro também é acusado de plagiar sua dissertação de mestrado


A suspeita foi levantada pelo professor do Insper, Thomas conti, em sua conta no Twitter, neste sábado. O professor achou as irregularidades quando um seguidor lhe mandou a dissertação, defendida na FGV (Fundação Getúlio Vargas), onde o resumo em inglês continha diversos erros apontados em vermelhos — e foi publicado dessa forma.

Depois disso, decidiu investigar melhor e buscou alguns trechos do trabalho na internet, encontrando o relatório do Banrisul na CVM (Comissão de Valores Imobiliários) com trechos idênticos.


Segundo a pesquisa de Thomas, o ministro não é citado no relatório e em seu CV consta que ele trabalhou na Banrisul de 2004 a 2005, sendo que o relatório é de 2008.

O MEC ainda não se pronunciou a respeito, mas disse ao UOL que soltará uma nota ainda neste sábado, que será incluída neste texto assim que divulgada.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana