conecte-se conosco


Nacional

Covid-19: Idoso morre apenas quatro dias após ter alta e se casar

Publicado


source
idoso
Divulgação/Operação Acolhida

João Ferreira Viana e Teonila Alves se casaram 4 dias antes da morte dele

João Ferreira Viana, um homem de 76 anos, morreu nesta terça-feira (22), em Boa Vista, em Roraima, 4 dias após ter alta do tratamento de Covid-19 e de se casar com a companheira com quem vivia há 50 anos e teve quatro filhos.

João foi internado no dia 2 de agosto e se recuperou da doença, mas a enfermidade complicou o quadro de outra doença, a cirrose hepática. Em entrevista ao portal ‘Uol’, umas das filhas dele, Joice Alves, comentou a morte.

“Ele estava já em estado paliativo e não era questão da Covid. Só que a Covid descompensa outras patologias. A dele era cirrose hepática, e corria o risco de ter hemorragia gastrointestinal, que foi a causa da morte dele”, contou a filha.

Como a situação de João já era muito complicada, a família se preparou para o morte do idoso e tentou cumprir os últimos desejos dele. “Me perguntaram se ele tinha falado alguma coisa, se tinha algum desejo. E a vontade dele era de ir para casa, ficar com a família e comer peixe”, lembrou a filha.

Casamento 

No último dia 18, no mesmo dia em que saiu do hospital, João se casou com sua companheira Teonila Alves, com quem já vivia há 50 anos. 

“Recebemos todo o apoio dos médicos e da equipe, que foram atrás de tudo, de capelão, de bolo, do pessoal que canta, do buquê da noiva, das alianças, da tenda. A gente só chegou para fazer o casamento”, diz a filha do casal.

O casamento era um dos últimos desejos do idoso, que queria realizar a cerimônia oficial. 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Professor é preso suspeito de cometer abusos sexuais contra crianças

Publicado


source
Abuso
FreePick/Divulgação

Vítimas tinham entre nove e 12 anos de idade.

Agentes da Polícia Civil prenderam um professor de geografia de 56 anos de idade que era suspeito de abusar sexualmente de crianças. Até o momento, foram identificadas nove vítimas com idades que variam de nove a 12 anos. A prisão aconteceu na última segunda-feira (19) na cidade de Jacinto, em Minas Gerais.

O professor trabalhava em uma escola estadual da cidade. Entretanto, segundo denúncias, os abusos teriam acontecido no quintal da casa do suspeito. Ele era vizinho de algumas das vítimas, que, em sua maioria, eram de famílias carentes.

Segundo o jornal Estado de Minas, o delegado do caso informou que o suspeito “comprava o silêncio” das vítimas com dinheiro e balas. Ele também as deixava brincando com seu celular.  O delegado afirmou, ainda, que não é possível precisar há quanto tempo os abusos aconteciam.

Como o inquérito continua em andamento, o número de vítimas do professor pode aumentar. Ao ser interrogado na delegacia, ele preferiu permanecer em silêncio, não respondendo perguntas relacionadas à denúncia.

Continue lendo

Nacional

Funcionário é demitido por comentário ofensivo sobre cliente no recibo da compra

Publicado


source
recibo
Reprodução Facebook

Funcionário ofender cliente em recibo do restaurante


Um morador da cidade de São Roque fez uma publicação indignada em sua rede social ao checar o recibo de uma compra feita em um restaurante,  que veio com um comentário ofensivo emitido pelo caixa do restaurante. O funcionário foi demitido depois do ocorrido por escrever na comanda do pedido: “o animal não sabe onde mora” .


O cliente escreveu no post que fez o pedido no restaurante que ja frequentava há cinco anos, para comemorar o aniversário de casamento , na noite da última terça-feira (20). Com o pedido em mãos, o homem notou o que estava escrito no recibo, na aba de observação do local de entrega: “O animal não sabe onde mora e põe centro, mas é Junqueira”.

Segundo o cliente, o comentário estragou a noite.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana