conecte-se conosco


Geral

Polícia Civil flagra corretor no exercício ilegal da profissão em Cuiabá

Publicado

Operação foi deflagrada nesta sexta-feira, em Cuiabá

A 2ª Fase da operação integrada “João de Barro”, que tem o objetivo de averiguar condutas irregulares na venda de imóveis, foi deflagrada pela Polícia Civil, através da Delegacia Especializada do Consumidor (Decon) em parceira com o Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 19ª Região (Creci-MT), nesta sexta-feira (9), em Cuiabá.

A ação resultou na condução de P.D.R.S., 19, que atuava no comércio de imóveis de forma ilegal, sem a devida formação para a função e sem possuir registro junto ao Creci-MT. Ele foi autuado em flagrante, em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), por exercício ilegal da profissão.

A operação foi deflagrada a pedido do Conselho Regional de Corretores de Imóveis com objetivo de confirmar uma denúncia de exercício ilegal da profissão de corretor de imóveis, sem habilitação exigida conforme a Lei Federal nº 6530/78, assim como sem registro junto ao Creci.

As equipes foram até a imobiliária denunciada, no bairro Jardim Imperial, foi constatada veracidade da denúncia, uma vez que jovem trabalhava como corretor de imóveis na empresa, realizando o contato com clientes interessados no ramo imobiliário, sem possuir registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis.

Leia Também:  Prefeitura de Cuiabá publica resultado final do concurso público da Educação

Diante da situação, o falso corretor foi conduzido a Decon, onde foi formalmente ouvido pelo delegado Antônio Carlos de Araújo. Constatada a atuação irregular, o acusado responderá a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por exercício ilegal de profissão ou atividade (conforme Lei das Contravenções Penais – 3.688/41 – relativas à organização do trabalho).

As investigações continuam para apurar a conduta do proprietário da imobiliária.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Geral

“Durante 2019 respeitamos a Arena como palco do futebol; hoje ela se transforma no Palco do Natal”, diz governador

Publicado


A partir desta sexta-feira, a Arena Pantanal será aberta ao público como o palco do natal mato-grossense

A Arena Pantanal, principal espaço do futebol de Mato Grosso, foi respeitada, durante todo o ano de 2019, como palco das partidas da Série B e também dos campeonatos estaduais e Copa Verde, de acordo com o governador Mauro Mendes. Nesta sexta-feira, (6), com o fim das competições, a arena será aberta ao público como o palco do natal mato-grossense.

“Hoje ela se transforma na Arena Encantada. O espaço foi concebido com muito carinho e muito trabalho, para que tenhamos nesse final de ano um período de congraçamento, fé e de magia. Quero agradecer muito a todos aqueles que trabalharam conosco ao longo de toda a concepção do projeto e aos parceiros que acreditaram, principalmente, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em nome do seu presidente Eduardo Botelho”, destacou o chefe do Executivo.

O governador ressaltou que um dos aspectos respeitados no projeto foi a manutenção do gramado. “Tivemos todo o cuidado, como a população poderá conferir, a partir de hoje, que a grama, os quatro cantos do campo, foram preservados com a cerca de árvores de natal, que compõem o cenário”.

Leia Também:  Número de queimadas aumenta e governador decreta situação de emergência por 60 dias em MT

Mauro Mendes acrescentou que tudo foi pensado para que a função multiuso da arena seja respeitada. Ou seja, utilizada para o futebol e também para grandes espetáculos, respeitando sempre o gramado.

O trabalho desenvolvido na Arena Encantada traz à população a magia do natal e o verdadeiro sentido do espírito natalino, que é o de comemorar o nascimento de Jesus. A idealização e coordenação do evento foi feita pela primeira-dama Virginia Mendes.

“Os cenários foram pensados para resgatar esse espírito de alegria, solidariedade, magia e, principalmente, o nascimento de Jesus”, explicou.

O governador ainda lembrou que a população poderá ajudar com a doação de um quilo de alimento por família, como forma de contribuir para o natal de centenas de famílias menos favorecidas.

No dia 17, outra ação social será realizada pela primeira-dama Virginia Mendes e a equipe da Unidade de Ações Sociais e Atenção à Família (Unaf). Seis mil estudantes irão participar de atividades na Arena Encantada e receberão brinquedos.

Avaliação

Mauro Mendes também destacou que chega ao final do primeiro ano de gestão vencendo muitos desafios, mas ainda com muitos a vencer com auxílio de toda a equipe. “Teremos ainda muitas boas notícias para anunciar ao longo de dezembro para a população e também para os servidores públicos”, ressaltou.

Leia Também:  Prefeitura de Cuiabá publica resultado final do concurso público da Educação

“Esse foi um ano muito bom, em que conseguimos implementar ações para consertar o nosso Estado para que ele volte ao caminho do desenvolvimento e crescimento. Tudo o que planejamentos estamos conseguindo executar e isso é muito bom para o Estado de Mato Grosso”, enfatizou.

Continue lendo

Geral

Várzea Grande intensifica ações de prevenção ao Sarampo com estratégia de vacinação em bairros

Publicado

A Campanha de Vacinação contra o sarampo vai até o final do mês de dezembro

Com altíssimo potencial de transmissão, o sarampo é uma doença viral grave, que pode ser fatal. Sua propagação ocorre quando o indivíduo contaminado tosse, fala, espirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar a contaminação pelo vírus do sarampo é com a vacina tríplice viral. Diante da situação epidemiológica no Brasil, e apesar de Várzea Grande não registrar nenhum caso da doença, foram intensificadas as ações de prevenção na aplicação de vacinas em escolas, bairros, além dos pontos fixos nas unidades de Saúde.

A Campanha de Vacinação contra o sarampo vai até o final do mês de dezembro. Segundo dados da Vigilância em Saúde Municipal, Várzea Grande já atingiu uma cobertura de 80% com a vacina contra o sarampo, em crianças de um ano a menores de dois anos, o preconizado pelo Ministério da Saúde é chegar em 95%.

Esta campanha nacional de vacinação contra o sarampo prevê atualização da vacina tríplice viral em carteira de vacinação de crianças com idade entre 06 meses e menores de 05 anos e adultos jovens com idade entre 20 a 29 anos.

Leia Também:  Defensoria vai revisar situação processual de 800 presos da PCE

De acordo com a superintendente de Vigilância em Saúde de Várzea Grande, Relva Cristina Silva de Moura, esta campanha está voltada para essas duas faixas etárias e para atualização da carteira vacinal. “Esta campanha não é voltada para doses extras, mas sim para aquelas pessoas que ainda não se imunizaram contra o sarampo. Por isso, o ideal é levar a carteira de vacinação para que o profissional de saúde verifique se a criança ou adulto estão imunizados contra o sarampo”, detalha, informando ainda que as novas estratégias adotadas busca atender todas as comunidades, principalmente aquelas pessoas que não conseguem procurar uma unidade de saúde durante a semana.

“Vamos atingir cobertura dentro do recomendado pelo Ministério da Saúde para crianças menores de dois anos. Já a situação vacinal do adulto nos preocupa, principalmente aquele que não tem certeza de ter as duas doses. Fazemos o alerta para estas pessoas. O sarampo tem vacina, que é gratuita e está disponível na rede pública. As unidades estão disponíveis e aplicando as doses, além de diferenciarmos neste mês de dezembro indo com equipes nos bairros, escolas e lugares com grande movimento. É importante que a população adulta verifique o cartão de vacina e os pais vão neste mês de dezembro levar suas crianças aos Postos de Saúde”, destacou o secretário de saúde Diógenes Marcondes.

Leia Também:  Prefeitura de Várzea Grande convoca 31 aprovados em concurso para a Saúde

Além disso, as equipes da atenção primária das Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) e Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município fortaleceram a busca ativa nas suas áreas de cobertura. “A única forma de evitar a doença é manter a população vacinada. Por isso, as equipes das unidades farão o rastreamento em busca dos não vacinados, bem como profissionais de saúde e as crianças de 6 a 11 meses que devem tomar a dose extra. Isso inclui a ida em escolas públicas e privadas, instituições de saúde, supermercados, aeroporto, rodoviária, igrejas, rede hoteleira, entre outros. Dessa forma, é possível garantir a cobertura vacinal, mínima de 95%, para as crianças menores de quatro anos e garante que os demais públicos fiquem protegidos contra o sarampo”, desse o secretário Diógenes Marcondes.

Desde o início de dezembro as equipes de saúde de vacinação já percorreram os bairros, Capela do Piçarrão, Novo Mato Grosso, Costa Verde, Residencial Júlio Campos, e aplicou 1.193 doses da vacina de sarampo em crianças e jovens.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana