conecte-se conosco


Policial

Corpo de mulher desaparecida é encontrado em milharal e dois suspeitos são presos por feminicídio

Publicado

A Polícia Civil esclareceu o desaparecimento de uma moradora da cidade de Curvelândia e prendeu dois suspeitos pelo homicídio da vítima. A mulher de 55 anos estava desaparecida desde o último domingo e o corpo foi localizado no meio de um milharal, nas proximidades do município, nesta quinta-feira (09.06).

A Delegacia da Polícia Civil de Mirassol d’Oeste iniciou as investigações na terça-feira após receber o boletim registrado pelo filho da vítima na noite do dia 06 de junho. Ele informou que Ana Alves Pereira, de 55 anos, saiu de casa por volta das 20h do domingo para ir à Festa do Queijo, evento tradicional realizado pelo município de Curvelândia. Porém, a vítima não retornou para casa e o filho não teve notícias dela depois de verificar com familiares sobre o paradeiro da mãe.

Investigação 

A equipe da Delegacia de Mirassol d’Oeste apurou informações em Curvelândia e na quarta-feira realizou diligências em um acampamento do movimento de trabalhadores sem-terra nas proximidade do Rio Cabaçal. Um dos suspeitos, de 29 anos, estava no local e ao ver a presença dos policiais, fugiu para dentro da mata.

Nesta quinta-feira (09) à tarde, ele se apresentou espontaneamente na Delegacia de Mirassol d’Oeste. Em entrevista preliminar, o suspeito caiu em em contradição nas informações prestadas e depois acabou confessando a participação no homicídio e deu informações sobre o outro envolvido no crime e indicou o local onde o corpo da vítima foi ocultado. 

O delegado Matheus Prates explicou que o suspeito informou que no dia da festa em Curvelândia, os dois envolvidos no homicídio fizeram uso de drogas e depois foram até uma área mais afastada da cidade, onde há um milharal. No local, houve uma discussão entre a vítima e o outro suspeito, de 34 anos, motivada por ciúmes, uma vez que ambos tiveram um relacionamento anterior de nove anos.

Um dos suspeitos segurou a vítima, quanto o outro, com quem ele teve um relacionamento, foi a pessoa responsável em desferir os golpes com um pedaço de madeira. 

O delegado encaminhou representação à Justiça pela prisão preventiva dos autores do crime, que foi deferida na noite de quinta-feira. Após exames de corpo de delito, a dupla será encaminhada a uma unidade prisional. Eles responderão por homicídio com qualificadora em feminicídio. 

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil após invadir residência de ex-companheira e tentar enforcá-la

Publicado

A Polícia Civil prendeu em flagrante, na madrugada deste domingo (26.06), em Água Boa, um homem de 35 anos por crimes de violência doméstica contra a sua ex-companheira.

A vítima procurou a Delegacia de Água Boa e afirmou que foi agredida durante a madrugada, quando o ex-companheiro invadiu a residência, pela janela, por volta das 03h15, e tentou enfoca-la.

Ela conseguiu escapar da agressão porque seu irmão chegou no momento e o agressor fugiu. Antes, ele quebrou o celular da vítima e fez ameaças contra ela.

Após diligências, o suspeito foi preso pela equipe de investigadores em sua residência, quando tentava fugir.

O investigado possui diversos registros criminais. Ele, inclusive, é alvo de medidas cautelares que o proíbem de manter contato com a vítima e da obrigação de recolhimento domiciliar no período noturno.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Agressor é preso novamente depois de sair da prisão, descumprir medida protetiva e ameaçar vítima

Publicado

Um agressor de 51 anos foi preso em flagrante pela Polícia Civil na sexta-feira (24.06), em Sapezal, após descumprir medida protetiva e ameaçar a ex-mulher, se aproximando de locais em que ela estava e rodando a casa da vítima.

O suspeito estava preso por crimes no âmbito da violência doméstica praticados contra a vítima e após ser liberado da prisão nesta semana, voltou a ameaçar a ex-mulher, que tem uma medida protetiva em vigor.

A vítima procurou a Delegacia da Polícia Civil na tarde de sexta-feira e informou que o agressor voltou a se aproximar dela no mesmo dia que deixou a prisão e também ameaçou pessoas próximas a ela.

Na quinta-feira pela manhã, por volta das 06h30 horas, o suspeito foi até a residência da vítima e ficou esperando por ela na porta do prédio e depois ligou para um familiar da vítima e fez novas ameaças.

Após as informações prestadas ela vítima, uma equipe de investigadores fez diligências e localizou o suspeito próximo ao prédio da delegacia, mexendo no seu veículo que estava estacionado. Ele foi conduzido para a Delegacia de Sapezal e autuado em flagrante pelo delegado Heberth Hugo Montenegro pelo descumprimento de medida protetiva de urgência.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana