conecte-se conosco


Internacional

Coronavírus: China registra 1.380 mortos e 63.581 infectados

Publicado

A Comissão Nacional de Saúde da China anunciou hoje (14) 121 mortes, nas últimas 24 horas, pelo novo coronavírus, designado Covid-19, fixando em 1.380 o número de mortos em todo o continente chinês.

Segundo a comissão, o número de infectados cresceu 5.090, indo para 63.581, o que exclui Macau e Hong Kong.

CHINA-HEALTH/CHINA-HEALTH/
Homem usando máscara facial entrega comida em meio à neve no Dia dos Namorados em Pequim  Reuters/TINGSHU WANG/Direitos Reservados

O principal órgão de saúde do governo reviu, assim, em baixa os dados divulgados no início desta sexta-feira pelas autoridades de Hubei, apontando que houve duplicados na “recolha e registro de dados”.

Segundo a Comissão Nacional de Saúde, o número atual de infecções na China Continental é de 63.851, um aumento de 5.090, em relação ao dia de ontem (13).

Os números anteriores divulgados pelas autoridades de Hubei fixaram o número de infectados acima dos 65.000, mas a comissão apontou, entretanto, que aquele total está incorreto.

Hubei tem 1.318 mortos

Em Hubei, morreram 116 pessoas nas últimas 24 horas, elevando o total para 1.318 óbitos.

A mesma fonte informou ainda que, entre os novos casos registrados a nível nacional, 2.174 são graves, enquanto 1.081 pessoas receberam alta após superarem a doença.

Mais de 490.000 pessoas que estiveram em contacto próximo com pacientes que estão sendo acompanhadas, segundo as autoridades.

Na quinta-feira (13) , as autoridades passaram a utilizar um novo método de contagem, que inclui “casos clinicamente diagnosticados”, mas que não foram ainda sujeitos a exame laboratorial e, portanto, ausentes até agora das estatísticas.
 

 

Edição: –

Fonte: EBC Internacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Internacional

Órgão do Parlamento chinês pode adiar sessão por causa do coronavírus

Publicado

O Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional (APN), o mais alto órgão legislativo da China, vai se reunir no fim deste mês para deliberar sobre um projeto de adiamento e sua sessão anual.

O tema foi proposto nesta segunda-feira (17), em reunião do Conselho dos Presidentes do Comitê Permanente da APN.

O porta-voz da Comissão dos Assuntos Legislativos da APN, Zang Tiewei, informou que a terceira sessão anual da 13ª APN estava originalmente planejada para ser aberta em 5 de março, em Pequim, e os preparativos para a sessão chegaram a ser feitos, mas, depois do surto de Covid-19, a prevenção e o controle da epidemia se tornaram o mais importante trabalho. Zang Tiewei disse que agora o momento é crucial para controlar a propagação e vencer a batalha, então nenhum esforço deve ser poupado.

Muitos dos quase 3 mil deputados da APN, incluindo funcionários dirigentes nos níveis municipais e provinciais e em outras áreas, estão combatendo nas linhas de frente da batalha contra a epidemia.

Após avaliação cuidadosa, o Conselho dos Presidentes entendeu que é necessário adiar a sessão legislativa anual para permitir que os esforços sejam concentrados na contenção da epidemia. Isso está de acordo com a colocação da vida e saúde da população na máxima prioridade.

Segundo a Constituição e leis relevantes, a APN se reúne em sessão uma vez por ano e é convocada pelo seu Comitê Permanente. A decisão de adiar a sessão precisa ser tomada pelo mesmo órgão.

O Comitê Permanente da APN deve se reunir em 24 de fevereiro em Pequim,  e um dos itens na agenda é deliberar o adiamento da sessão legislativa anual, como foi definido na reunião do Conselho dos Presidentes nesta segunda-feira.

Ao mesmo tempo, o Comitê Permanente da APN também se preparará para revisões das leis relacionadas à prevenção e controle da epidemia.

Fonte: EBC Internacional
Continue lendo

Internacional

Saudações do imperador japonês em seu aniversário são canceladas

Publicado

Em razão da disseminação do coronavírus, a Agência da Casa Imperial do Japão cancelou a aparição em balcão do palácio do imperador Naruhito, que receberia as saudações do público no seu aniversário, dia 23.

A aparição seria a primeira a se realizar no aniversário de Naruhito desde a sua ascensão ao trono de imperador em maio.

Todos os anos, saudações públicas são realizadas no aniversário do imperador e em 2 de janeiro. Mais de 68 mil pessoas aglomeraram-se junto a um dos portões do Palácio Imperial no segundo dia do ano para receber saudações do monarca.

Este será o segundo cancelamento de saudações públicas em data de aniversário de imperadores.

O cancelamento anterior foi em 1996, no período da crise dos reféns na Embaixada do Japão no Peru. 
 

Edição: –

Fonte: EBC Internacional
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana