conecte-se conosco


Esportes

Corinthians visita o Ceará em partida da 35ª rodada do Brasileirão

Publicado



Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Na noite desta quinta-feira (25), o Timão enfrenta o Ceará, na Arena Castelão, às 20h. A partida é válida pela 35ª rodada da competição nacional. O Coringão vem de uma vitória importante diante da Fiel na Casa do Povo, no Clássico Alvinegro, contra o Santos, por 2 a 0.

Com 53 pontos conquistados até aqui, o Coringão iniciou esta rodada na 4ª colocação, e busca mais uma vitória, dessa vez fora de casa, para continuar firme na briga por uma vaga direta na Libertadores da América do próximo ano.

Preparação finalizada

Na manhã da última quarta-feira (24), o Coringão realizou o último treino antes do confronto. No Campo 1, os atletas participaram do aquecimento. Em seguida, foram ao Campo 2, onde o técnico Sylvinho preparou uma atividade de marcação e posse de bola em campo reduzido. Na última parte do treinamento, os jogadores praticaram bolas paradas ofensivas e defensivas de olho na partida.

Em tratamento por conta de lesões no músculo posterior da coxa direita, os meio-campistas Cantillo e Giuliano desfalcarão a equipe na partida. Além deles, Roni está suspenso e também não vai a Fortaleza. Ruan Oliveira, que se recupera de uma revisão cirúrgica no joelho esquerdo, completa a lista de ausências do Timão diante do Ceará.

Confira a lista completa de relacionados:

Goleiros: Cássio, Guilherme e Matheus Donelli
Laterais: Fábio Santos, Fagner, João Pedro e Lucas Piton
Zagueiros: Gil, João Victor, Léo Santos e Raul Gustavo
Meio-campistas: Adson, Du Queiroz, Gabriel, Gabriel Pereira, Gustavo Mantuan, Luan, Renato Augusto, Vitinho, Willian e Xavier
Atacantes: Gustavo Silva, Jô e Róger Guedes

Retrospecto

O retrospecto do Coringão diante da equipe do Ceará é favorável ao Alvinegro paulista. Dos 26 confrontos na história, foram 13 vitórias corinthianas, nove empates e apenas quatro derrotas.

fonte: https://www.corinthians.com.br/noticias/corinthians-visita-o-ceara-em-partida-da-35-rodada-do-brasileirao

COMENTE ABAIXO:

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Fluminense perde e vai decidir vaga na Libertadores no Maracanã

Publicado


Jogando fora de casa, na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Fluminense foi superado em 2 a 0 pelo Bahia, na tarde deste domingo (05/12), em jogo válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar do resultado, o Tricolor segue dependendo apenas de suas próprias forças para carimbar seu passaporte para a Libertadores do ano que vem.

Para isso, o time precisa vencer a Chapecoense na próxima quinta-feira (09/12), às 21h30, no Maracanã. O Time de Guerreiros, que soma 51 pontos na tabela de classificação, contará com o apoio maciço de sua torcida, que já comprou mais de 25 mil ingressos para a partida que encerra a temporada do Flu.

Primeiro tempo

A primeira chance clara de gol surgiu logo no primeiro minuto. Danilo Barcelos cobrou falta na área e Caio Paulista escorou na medida para Fred, que bateu com o pé esquerdo, mas a bola saiu rente à trave. Aos 26, Wellington acertou um lindo lançamento para Samuel Xavier na linha de fundo, o lateral chegou tocando para trás buscando Fred, mas a zaga conseguiu fazer o corte na hora certa. Aos 35 minutos, o árbitro assinalou pênalti para o Bahia. Gilberto cobrou e converteu. O adversário ampliou aos 46, novamente com Gilberto.

Segundo tempo

O Fluminense voltou do vestiário melhor, buscando mais o campo de ataque e por pouco não descontou aos 7 minutos. Martinelli arrancou pelo meio e deixou com Yago, que cortou para dentro e arriscou de longe. O goleiro não conseguiu fazer a defesa e a bola bateu na trave. No lance seguinte, o camisa 20 voltou a chutar de fora da área, mas a bola desta vez saiu por cima do travessão.

Aos 9 minutos foi a vez de Martinelli arriscar. Ele recebeu na intermediária e chutou pelo lado do gol. Aos 14, Cazares cobrou falta na medida para o centro da área e encontrou Luiz Henrique, que cabeceou rente à trave esquerda do goleiro. O Tricolor seguiu pressionando em busca o gol. Aos 28, Cazares cruzou para Fred, que cabeceou de raspão e o goleiro defendeu. Aos 32, após sobra da defesa na entrada da área, Luccas Claro emendou de primeira e a bola saiu em linha de fundo. Aos 44, a bola sobrou para Bobadilla, que chutou com muito estilo, mas a bola desviou na zaga e saiu. Dois minutos depois o paraguaio voltou a oferecer perigo, com um chute da meia-lua que buscava o ângulo e passou raspando.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro – 37ª rodada
05/12/2021, 16h – Fonte Nova

Bahia (2)
Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Renan Guedes); Edson (Raniele), Patrcik, Raí (Ronaldo) e Rodriguinho (Juninho Capixaba); Rossi e Gilberto (Rodallega). Técnico: Guto Ferreira

Fluminense (0)
Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Wellington (Lucca), André (Martinelli) e Yago Felipe; Caio Paulista (Cazares), Luiz Henrique (Matheus Ferraz) e Fred (Bobadilla). Técnico: Marcão

Gols: Gilberto (38′ e 46′ 1T)

Cartões amarelos: Gilberto, Juninho Capixaba (BAH); Luccas Claro, Wellington, Yago Felipe, Fred, Bobadilla (FLU)

Cartões vermelhos: Rossi (BAH); Manoel (FLU)

Arbitragem: Luiz Flavio de Oliveira (FIFA/SP), auxiliado por Neuza Ines Back (FIFA-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Fotos: Lucas Merçon/FFC
fonte: https://www.fluminense.com.br/noticia/fluminense-perde-e-vai-decidir-vaga-na-libertadores-no-maracana

COMENTE ABAIXO:

Continue lendo

Esportes

Com a Massa e com a taça

Publicado


E o Galo? O Galo Ganhou! Diante do Mineirão lotado, o Atlético venceu o Red Bull Bragantino por 4 a 3 na tarde deste domingo, dia 5, em partida válida pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Jogo marcou a entrega do troféu de Campeão Brasileiro, que foi levado até o campo pelo ídolo e autor do gol do título Brasileiro de 1971, Dadá Maravilha.
Os 61.573 presentes estabeleceram um novo recorde de público no novo Mineirão e puderam assistir o show do artista português Pete Tha Zouk, um dos DJ mais consagrados da Europa. Houve, também, um mosaico especial, show pirotécnico, distribuição de estrelas amarelas, homenagem a Atleticanos ausentes e também a ex-atletas dos times de 1971, 1977, 1980, 1985 e 1999, que entraram em campo pouco antes do início da partida.
O jogo
As equipes começaram a partida se estudando e trocando passes curtos. A primeira oportunidade foi do time de Bragança, após o cruzamento de Jadsom desviar na defesa e quase enganar o goleiro Everson.
Na primeira boa chance do Galo, aos 20 minutos, Keno avançou pelo meio com espaço deixado pela marcação. O atacante bateu colocado para abrir o marcador. 1 a 0!
O time visitante chegou ao empate com Ytalo. O jogador completou rebote de Everson para igualar o placar.
Segunda etapa
No primeiro minuto da etapa complementar, o Bragantino virou o jogo. Após cobrança de escanteio, Artur pegou de primeira para fazer o segundo gol dos visitantes.
Não demorou para o Galo buscar o empate. Aos 6 minutos, Keno arrancou em velocidade pela esquerda e rolou para Zaracho estufar a rede do goleiro Cleiton.
Por pouco a virada não veio em uma bomba de Allan de fora da área. A bola, caprichosamente, explodiu na trave.
Aos 32 minutos, Savarino não desperdiçou. Zaracho recebeu de Hulk e cruzou forte para o venezuelano completar de cabeça para o fundo do barbante. Galo 3 a 2!
O artilheiro o Brasileirão também deixou o dele. Hulk recebeu na intermediária, ganhou do zagueiro no jogo de corpo e, frente a frente com o goleiro, deu uma cavadinha para marcar o 19° gol no torneio.
A massa entoava o grito de “bicampeão” a plenos pulmões, quando o Bragantino descontou com Artur. Não fez diferença. O Galo ganhou mais uma e fez a festa de campeão diante da torcida mais engajada do Brasil.
FICHA TÉCNICA
Atlético 4 X 3 Red Bull Bragantino
Competição: Campeonato Brasileiro
Rodada: 37
Data: 05/12/2021
Estádio: Mineirão – (MG)
Público: 61.573
Renda: R$ 8.818.854,25
Gols: Keno – 20′ 1° tempo; Zaracho 7′, Savarino 33′, Hulk 43′ – 2° tempo (Atlético) – Ytalo 39′ – 1° tempo; Artur 2′ e 55′ – 2° tempo (Red Bull Bragantino)
Atlético: Everson; Mariano, Nathan Silva (Réver), Alonso, Arana, Tchê Tchê (Allan), Jair (Allan Franco), Zaracho, Nathan (Savarino), Keno e Diego Costa (Hulk).
Técnico: Cuca
Bragantino: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Natan, Luan Cândido, Jadsom, Emi Martínez (Tubarão), Artur, Helinho, Ytalo (Praxedes) e Cuello (Alerrandro).
Técnico: Maurício Barbieri
Cartões amarelos: Hulk (Atlético); Artur e Helinho (Bragantino)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques FIFA PR
Árbitro Assistente 1: Bruno Boschilia FIFA PR
Árbitro Assistente 2: Sidmar dos Santos Meurer AB PR
Quarto Árbitro: Savio Pereira Sampaio AB DF
Árbitro de Vídeo: Wagner Reway VAR-FIFA PB
AVAR: Oberto da Silva Santos AB PB
Observador de VAR: Cleidy Mary dos Santos Nunes Ribeiro CBF SC
fonte: https://atletico.com.br/noticias/com-a-massa-e-com-a-taca

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana