conecte-se conosco


Mato Grosso

Cooperativismo alavanca produção e conquista comércio em Sorriso

Publicado

O 3º Dia de Campo da Fruticultura Irrigada, realizado nesta sexta-feira (10), no Assentamento Jonas Pinheiro em Sorriso, surpreendeu os participantes pela alta capacidade de produção e cooperativismo entre os produtores. O evento faz parte do programa “Frutifica Sorriso”, e recebeu mais de 250 produtores do município e região para debater “Os desafios no manejo para produzir com qualidade”. O tema envolveu atividades como palestras técnicas, mesas-redondas com debates sobre a implantação, manejo e comercialização da fruticultura, finalizando com visitas técnicas às áreas de demonstração.     

Em Sorriso, a agricultura familiar é destaque na produção de hortifrutigranjeiros, e se tornou o principal fornecedor da merenda escolar no município. São mais de R$ 1,5 milhão por ano que retorna em forma de renda para os produtores. Significa dizer que 52% de toda merenda escolar consumida pelos alunos da rede municipal são provenientes da agricultura familiar.

Números impressionantes que demonstram a importância do cooperativismo para o engajamento do pequeno produtor. Entre os produtos comercializados, a banana é o carro-chefe da produção. Sozinha, a Cooperriso (Cooperativa dos Produtores de Hortifrutigranjeiros de Sorriso) é responsável pela venda de mais de R$ 400 mil por ano do produto. A Empaer (Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural) também já trabalha para o desenvolvimento das cadeias produtivas do peixe e do mel no assentamento, além da implantação de estufas para a produção de mudas. 

O secretário de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), Silvano Amaral, fez um breve relato sobre as principais ações desenvolvidas pelo Governo do Estado em benefício do pequeno produtor. Entres as estratégias, o programa ‘Terra a Limpo’ que irá investir R$ 76,9 milhões na regularização de 165 glebas e 378 assentamentos, localizados em 87 municípios do Estado.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) também já publicou edital para a contratação de 50 engenheiros que irão atuar na análise dos mais de 60 mil CARs (Cadastro Ambiental Rural), que hoje aguardam na fila de espera. 

Também serão investidos R$ 5,2 milhões para a aquisição de patrulhas mecanizadas e equipamentos agrícolas. Os recursos já foram conveniados entre a Seaf e o Ministério da Agricultura. O Estado ainda avalia a possibilidade de investir outros R$ 5 milhões, ampliando a capacidade do programa e o número de produtores atendidos. A proposta seria promover um grande pacote para a mecanização do campo.

Silvano ainda aproveitou para anunciar em primeira mão, a decisão do governador Mauro Mendes em autorizar a regulamentação da lei nº 10.502, de 18 de janeiro de 2017, que criou o Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial, Familiar e de Pequeno Corte (Susaf). O objetivo é garantir autonomia aos municípios nos processos de licenciamento ambiental de pequeno porte.

Com a adesão ao serviço de inspeção municipal, o produtor receberá um selo certificando a procedência dos produtos, e consequentemente, a segurança alimentar da produção. Além de agregar valor, a certificação dará tranquilidade aos comerciantes na compra dos produtos, estimulando a abertura de novos mercados. A previsão é que o Susaf entre em vigor no prazo de 60 dias.

“Ao invés de vender in natura, vamos agregar valor. Com a entrada em vigor do Susaf daremos um grande passo nos avanços necessários para o resgate da autoestima do pequeno produtor. Tenho dito sempre, que as redes supermercadistas estão de portas abertas para os produtos da agricultura familiar, mas é preciso ter além de qualidade, organização. Mato Grosso é reconhecidamente um dos maiores produtores de commodities do Brasil, mas é o pequeno produtor quem coloca comida nas nossas mesas, e ele precisa ser tratado como tal”, inflamou Silvano.   

O Dia de Campo foi uma realização da Prefeitura de Sorriso, com a parceria do IFMT (Instituto Federal de Mato Grosso), Seaf (Secretaria de Estado de Agricultura Familiar), Empaer (Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural), Cooperriso, as Associações de Apicultores e dos Produtores de Fruticultura, entre outros parceiros.

Fonte: GOV MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Cooperação entre Governo e prefeituras vai possibilitar pavimentação de 86 km de rodovias

Publicado

Em parceria com as prefeituras de Porto dos Gaúchos e Ipiranga do Norte (a 650 km e 439 km de Cuiabá, respectivamente), o Governo do Estado irá pavimentar 86,2 km de trechos das rodovias MT-220 e MT-010.

O termo de cooperação com os municípios foi assinado nesta quinta-feira (27.02) pelo governador Mauro Mendes, vice-governador Otaviano Pivetta, secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, e prefeitos de Porto dos Gaúchos, Moacir Piovesan, e Ipiranga do Norte, Pedro Ferronato.

A obra será licitada pela Sinfra e alguns serviços serão executados diretamente pelas prefeituras, sem transferência de recursos, como obras complementares, sinalização e controle e recuperação ambiental, além do licenciamento e autorização de exploração das jazidas. Dessa forma, o Estado espera entregar obras de qualidade com custo mais baixo.

Segundo o governador Mauro Mendes, essa parceria é um novo modelo de trabalho adotado pelo Estado. “Essa é uma nova metodologia de trabalhar junto com as prefeituras, baixando o custo para o Governo do Estado e efetivamente entregando obras aos nossos cidadãos de Mato Grosso”, disse.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, os custos das obras serão menores porque os municípios serão responsáveis pela licitação de alguns itens, que seriam de responsabilidade da Sinfra, caso não houvesse a cooperação.

Assinatura do termo de cooperação reuniu o vice-governador Otaviano Pivetta, o secretário Marcelo de Oliveira e autoridades

“Os municípios assumem essa responsabilidade, que sai da nossa planilha de licitação. E como a Sinfra hoje está pagando em dia os fornecedores, as nossas licitações estão tendo deságio. Estamos em um novo tempo, de trabalho, dedicação e pagamentos corretos que estão mudando a história do Estado. Por isso estamos conseguindo lançar essas parcerias hoje”, disse o secretário.

Menor custo por quilômetro

Pelo termo de cooperação serão pavimentados 64,13 quilômetros na rodovia MT-220, no trecho que vai do entroncamento da BR-163 até o entroncamento da MT-170, em Porto dos Gaúchos. O prazo de execução das obras é de 24 meses e valor referência Sinfra para licitação será de R$ 44 milhões.  

“Com a média que estamos tendo em deságio de nossas licitações, essa obra pode ficar por R$ 40 milhões, o que significaria o custo de R$ 600 mil por quilômetro de pavimentação. Bem mais barato. Já em Ipiranga do Norte, a obra poderá sair por menos de R$ 500 mil por quilômetro de pavimentação”, explicou o secretário.

Em Ipiranga do Norte serão pavimentados 22,14 quilômetros na rodovia MT-010, do trecho do entroncamento da MT-484 até o entroncamento da MT-242. A execução está prevista para ocorrer em oito meses e o valor referência Sinfra é de pouco mais de R$ 11 milhões.

Prefeitos celebram assinatura do termo de cooperação

Desenvolvimento sócio-econômico

Para o prefeito de Porto dos Gaúchos Moacir Piovesan, a obra não apenas traz dignidade para os moradores da região, como vai incentivar o desenvolvimento econômico, uma vez que deve melhorar o escoamento da produção agrícola.

“O vale do Arinos já produz mais de 300 mil hectares e pode chegar a 1 milhão de hectares de soja. Então, além de ser uma obra para a população, é um investimento para o Estado. O governador tem ajudado imensamente nosso município. Toda a região vai produzir muito mais”, disse.

Ainda segundo Piovesan, o termo de cooperação é uma excelente iniciativa para que os prefeitos consigam melhorar a vida dos seus munícipes. “Que os prefeitos encarem essas cooperações, porque isso é muito importante para que o Estado se desenvolva mais e todo mundo ganhe. Tanto os municípios, quanto o Estado e, principalmente, a população”, afirmou.

O prefeito de Ipiranga do Norte, Pedro Ferronato, lembrou que a obra na região é um sonho antigo, que se torna realidade graças a esse modelo de cooperação. “É uma obra de suma importância para a região e um sonho da comunidade. Abrange de 400 mil a 500 mil hectares de lavoura. Então, com certeza será um feito muito bom para a sociedade e o Estado. É uma alegria. Só temos a agradecer ao Governo do Estado”, encerrou. 

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Secretaria de Saúde acompanha ações locais sobre coronavírus

Publicado

A Secretaria Estadual de Sau´de, por meio do Centro de Operac¸o~es em Emerge^ncia a Sau´de Pu´blica para o COVID-19, acompanha duas pessoas, nos munici´pios de Glo´ria D’Oeste e Alto Taquari, e esclarece que imediatamente foram acionados os servic¸os de sau´de locais para o monitoramento e a tomada de medidas que envolvem cuidados cli´nicos, investigac¸a~o e orientac¸o~es.

Tais condutas seguem o protocolo estabelecido pelo Ministe´rio da Sau´de para o COVID-19, que visa a` protec¸a~o individual e coletiva. A SES destaca que, com o Decreto de Emerge^ncia de Sau´de Pu´blica de Interesse Nacional para o COVID -19, as ac¸o~es que envolvem qualquer caso de Si´ndrome Gripal devem ser priorizadas e todas as condutas protocolares devem ser rigorosamente seguidas no sentido de garantir o contingenciamento do risco de disseminac¸a~o do vi´rus.

O o´rga~o estadual ainda reforc¸a que todo caso suspeito, apo´s a notificac¸a~o do caso no sistema de informac¸a~o pelo servic¸o, e´ enviado ao Ministe´rio da Sau´de que avalia e declara se o caso e´ suspeito ou na~o.

Os sites da SES (http://www.saude.mt.gov.br/informe/581¿) e do Ministe´rio da Sau´de (https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus¿) dispo~em de informac¸o~es acerca do coronavi´rus, sendo essas as informac¸o~es oficiais.

A orientac¸a~o e´ de que na~o sejam divulgadas informac¸o~es que na~o sejam oficiais, pois divulgar noti´cias falsas causa pa^nico e atrapalha a conduc¸a~o dos trabalhos pelos servic¸os de sau´de.

O Ministe´rio da Sau´de orienta os cuidados ba´sicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecc¸o~es respirato´rias agudas, incluindo o novo coronavi´rus. Entre as medidas esta~o:

¿ evitar contato pro´ximo com pessoas que sofrem de infecc¸o~es respirato´rias agudas;
¿ realizar lavagem frequente das ma~os, especialmente apo´s contato direto com pessoas doentes ou com
o meio ambiente;
¿ utilizar lenc¸o descarta´vel para higiene nasal;
¿ cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
¿ evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
¿ higienizar as ma~os apo´s tossir ou espirrar;
¿ na~o compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
¿ manter os ambientes bem ventilados;
¿ evitar contato pro´ximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doenc¸a;
¿ evitar contato pro´ximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criac¸o~es.
Profissionais de sau´de devem utilizar medidas de precauc¸a~o padra~o, de contato e de goti´culas (ma´scara ciru´rgica, luvas, avental na~o este´ril e o´culos de protec¸a~o).

Centro de Informac¸o~es Estrate´gicas de Vigila^ncia em Sau´de
CIEVS-MT

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana