conecte-se conosco


Economia

Consumo consciente reduz número de famílias inadimplentes pelo terceiro mês consecutivo em Cuiabá

Publicado


O principal tipo de dívida das famílias continua sendo o cartão de crédito

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) do mês de setembro, realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e divulgada pela Fecomércio-MT, mostrou mais uma diminuição – a terceira consecutiva – no número de famílias com dívidas ou contas em atraso.

O número mínimo de famílias entrevistadas foi de 500, obtendo 95% de confiança na pesquisa. Dessas, mais da metade (53,5%) disseram que possuíam alguma dívida atrasada, o índice é 3,3 pontos percentuais inferior ao registrado em junho, pior período na série histórica dos últimos 13 meses.

Dentre as famílias com contas em atraso, 38,2% alegaram que não terão condições de pagá-las no mês seguinte, contra 40,5% verificado também em junho. O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, ressaltou que, para que o risco de inadimplência continue caindo, “é importante seguir ampliando o acesso ao crédito com custos mais baixos”.

O principal tipo de dívida das famílias continua sendo o cartão de crédito, que aumentou de 68,2% em agosto para 69% em setembro. Os carnês aparecem em seguida, com 37,1%, aumento de 2,3 pontos percentuais sobre o mês anterior. O uso do cartão de crédito é muito utilizado para o consumo e está fortemente ligado à recuperação das vendas de bens e de serviços.

Famílias endividadas

As famílias em Cuiabá com dívidas em cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, crédito consignado, empréstimo pessoal e prestação de carro e de casa atingiu, em setembro, 70,2% (0,4 ponto percentual superior ao registrado a agosto). No mês de junho, o endividamento atingia 74,7% das famílias na capital e, em setembro de 2019, 63,6%.

A parcela da renda familiar comprometida com dívidas apresentou leve recuo em setembro, de 0,3 ponto percentual sobre o mês anterior, atingindo 23,2%, também a terceira seguida da pesquisa. Tal condição, segundo o presidente da Fecomércio-MT, favorece a capacidade de pagamento das famílias e o controle de pagamento das dívidas.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Dario Messer deverá devolver R$ 1 bilhão aos cofres públicos

Publicado


source

Brasil Econômico

Dario Messer
Reprodução/Facebook

Dario Messer conduzia esquema de lavagem de dinheiro usando criptomoedas

Principal alvo da operação “Câmbio, Desligo” -desdobramento da Lava Jato -, o doleiro Dario Messer deverá devolver R$ 1 bilhão aos cofres públicos, devido a um acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF).

Conhecido como “o doleiro dos doleiros”, Messer é réu da Lava Jato no Rio por, entre outros crimes, lavagem de dinheiro . Em seu depoimento, revelou a existência de um esquema de lavagem de dinheiro envolvendo o uso de criptomoedas.

O doleiro afirma que políticos do Rio de Janeiro e empresários se beneficiaram de seu esquema de lavagem de dinheiro e envio de remessas para o exterior. 

O único problema no cumprimento do acordo é que os governos de Brasil e Paraguai ainda devem acertar como o valor será dividido, uma vez que Messer é réu, também, perante a justiça paraguaia. 

O que Messer vai ter que devolver:

• R$ 60 milhões de uma conta nas Bahamas ;

• R$ 60 milhões em contas de empresas imobiliárias ;

• a participação em uma cobertura na avenida Delfim Moreira , no Leblon, avaliada em R$ 40 milhões;

• R$ 23,8 milhões em imóveis das mesmas companhias;

• R$ 3 milhões em um banco no Brasil;

• R$ 2,5 milhões depositados no Paraguai;

• outros imóveis, automóveis, animais e máquinas das fazendas em nome da empresa Chai , a maioria localizada no Paraguai, estimados em US$ 120 milhões (mais de R$ 600 milhões);

• outros imóveis, automóveis, animais e máquinas das fazendas em nome da empresa Matrix , também no Paraguai, estimados em US$ 30 milhões de dólares (mais de R$ 150 milhões);

• US$ 6 milhões (ou R$ 30 milhões) da Fazenda Tournon , também no Paraguai;

• US$ 2 milhões de dolares (R$ 10 milhões) de um apartamento em Nova York registrado no nome de uma offshore;

• 14 obras de arte de valor ainda inestimado, sendo quatro de Di Cavalcanti, cinco de Eugênio de Proença Sigaud e cinco de Lia Mittarakis;

A operação “Câmbio, Desligo”

Sendo um desdobramento da Lava Jato, a operação ” Câmbio, Desligo ” foi iniciada em maio em 2018. Investigava um sistema de transações ilegais de câmbio em 52 países. Membros do MPF e da PF no Rio comemoram este acordo como “inédito” na história da investigação. 

Continue lendo

Economia

JetBlue apresenta seu primeiro Airbus A220

Publicado


source

Contato Radar

undefined
Gabriel Araújo

JetBlue apresenta seu primeiro Airbus A220

A JetBlue apresentou hoje (19) seu primeiro Airbus A220-300. A montagem da aeronave está sendo realizada na cidade norte-americana de Mobile, Alabama.

A companhia será a segunda maior operadora do A220-300 nos Estados Unidos, ficando atrás somente da Delta. Possui mais de 60 pedidos do jato e a entrega da primeira unidade está programada para dezembro.

À medida em que os A220 forem entregues, os Embraer 190 da JetBlue serão retirados gradualmente da frota. São 60 unidades do jato brasileiro voando pela companhia, sendo que possuem uma idade média de 12,1 anos.

Para mais conteúdo sobre aviação, acesse aqui o site do Contato Radar.

O post JetBlue apresenta seu primeiro Airbus A220 apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana