conecte-se conosco


Política MT

“Considero-me injustiçado pela cassação”, diz Wallace que busca disputar novamente a prefeitura de Várzea Grande

Publicado

Ex-prefeito elenca feitos na sua administração e vê atual cenário favorável à sua pré-candidatura [Foto – Reprodução]

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Várzea Grande, Wallace Guimarães (PV), afirmou ao Portal O Documento que colocou seu nome como pré-candidato na disputa da sucessão da prefeita Lucimar Campos (DEM), por se sentir injustiçado pela cassação que sofreu depois de tocar o mandato por quase três anos.

“Coloquei meu nome como pré-candidato, primeiro, porque me considero injustiçado pela cassação, dizendo que comprei voto , que fiz caixa dois de campanha, segundo, porque que fiz uma gestão na qual em dois anos revolucionei a administração que tinha R$ 407 milhões de dívida, o município não conseguia contrair empréstimos, nem recursos devido certidões positivados”.

Wallace Guimarães faz questão de argumentar que negociou todas as dívidas do município. “Eu consegui negociar todas as dívidas e colocar o município nos trilhos novamente. Por isso, quero voltar para concluir obras de saneamento do PAC que deixei os projetos aprovados e com R$ 380 milhões em caixa, concluir os 16 PSF (Programa Saúde da Família) e 16 creches encaminhadas e com dinheiro em caixa, para continuar com uma política de geração de emprego e renda, ou seja, para trazer mais qualidade de vida a população da cidade que moro há 30 anos”.

O ex-prefeito de Várzea Grande vê o cenário favorável para a disputa. “Vejo o cenário muito favorável, pois a população já me conhece, sabe do meu trabalho, da injustiça da minha cassação, mas disputo com muito respeito aos meus possíveis adversários”. Apesar de reconhecer que fez um bom trabalho, Wallace argumenta que muito ainda precisa ser feito. “Existe muito trabalho a ser feito, porém, muitas das realizações foram iniciadas por mim, com muitos bairros asfaltados, a UPA do IPASE e Upa do Cristo Rei”, entre outros”.

“Não tem nada que impeça minha candidatura em termos jurídicos, e o que me credencia é que sou um homem do bem, trabalhador, preparado para trazer mais qualidade de vida a nossa população”, disse Wallace Guimarães que entende que a oportunidade de se submeter ao teste das urnas é necessária para resgatar feitos de seu governo. “Assumi uma cidade arrasada, sob todos os aspectos, econômico, social e estrutural, e a população presenciou que conseguimos reverter este quadro e que deixamos o feito para o meu sucessor”.

 

 

publicidade
1 comentário

1 comentário

  1. Crítico

    10/08/2020 - 15:10 a 15:10

    CARA DE PAU

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Lei sancionada suspende e prorroga prazos para cumprimento de obrigação acessória às empresas

Publicado


Lei de autoria do deputado Dr. João suspende e prorroga prazos tributários

Foto: HELDER FARIA / ALMT

O governo do estado de Mato Grosso sancionou a Lei 11.182/2020, de autoria do deputado estadual Dr. João (MDB), que dispõe sobre a suspensão e prorrogação dos prazos que especifica, estabelecidos na legislação tributária estadual, enquanto durar o estado de calamidade pública em decorrência da pandemia da Covid-19, causada pelo coronavírus.

Para o autor da lei, deputado Dr. João, além de preservar o exercício das garantias processuais fundamentais, seja em favor dos cidadãos, das pessoas jurídicas ou da administração, em matéria relacionada à suspensão e prorrogação de prazos em processos e procedimentos administrativos tributários do estado, a lei também tem o intuito de preservar a vida humana e a saúde durante o período pandêmico.

“O Estado tem de zelar pela segurança jurídica e adequada tramitação dos processos e procedimentos administrativos de natureza tributária, de maneira a resguardar, aos cidadãos e às pessoas jurídicas, bem como assegurar à administração o exercício regular e efetivo de suas prerrogativas materiais e processuais na tutela do interesse público”, enfatizou o parlamentar.

A lei autoriza o governo estadual a prorrogar os prazos estabelecidos na legislação tributária estadual para o cumprimento de obrigação acessória pelo sujeito passivo. Com relação aos julgamentos pelo Conselho de Contribuintes do Estado de Mato Grosso, a lei explica que não haverá sessões de julgamento  durante o período em que estiverem suspensos os prazos processuais, no âmbito do contencioso administrativo tributário do estado. Além disso, ela trata ainda da aplicação aos prazos já vencidos, desde que o encerramento do prazo tenha ocorrido durante a situação de emergência ou o estado de calamidade pública.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Líder de Mendes destaca experiência de França e garante unidade no DEM em torno de candidatura

Publicado

Para Dilmar Dal Bosco, eleição de França dará uma nova fase de desenvolvimento para a Capital

O deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), líder de governo na Assembleia Legislativa, em fala ao portal O Documento, disse que a definição de aliança com o ex-prefeito Roberto França (Patriota), para a disputa da Prefeitura de Cuiabá, foi em função da “experiência, competência e honestidade”.

Segundo o parlamentar, foi uma decisão de consenso no partido a aliança com o ex-prefeito por dois mandatos consecutivos de Cuiabá. “Eu acho interessante a decisão do Democratas. Tenho uma admiração muito grande pelo Roberto França, foi um excelente prefeito para a Capital. Não tendo candidatura, nada mais viável do que apoiar uma pessoa que tem competência, que tem serviço prestado”, disse.

Dal Bosco acredita que eleito, Roberto França vai resgatar a prefeitura que, na sua opinião, não vem sendo bem administrada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). “Não tenho dúvida de que eleito, Roberto França vai ajudar muito o Estado, mas principalmente, a Capital, que precisa viver uma mudança de gestão. O partido vai coeso com Roberto para a sucessão em Cuiabá”, garantiu.

O deputado entende que o nome do ex-prefeito Roberto França é o melhor projeto para Cuiabá. “O DEM fez a escolha certa, optamos pelo ex-prefeito pela sua experiência e, principalmente, pelo seu caráter de honestidade no trato com a máquina pública”. Conforme Dal Bosco, tão logo a campanha esteja nas ruas, a população vai entender a necessidade de mudança na gestão pública da Capital.

 

 

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana