conecte-se conosco


Mato Grosso

Conselho elege diretoria do MT Prev e aprova relatório do déficit atuarial

Publicado

O Conselho de Previdência do Estado de Mato Grosso elegeu Elliton Oliveira de Souza como diretor presidente do Mato Grosso Previdência (MT Prev), durante reunião ordinária realizada na manhã desta terça-feira (16.04). Ele foi reconduzido ao cargo, que ocupava interinamente.

Conforme deliberação do Conselho, Kaliane Saturnino permanece na diretoria de Previdência, e Epaminondas Castro será o diretor Administrativo e Financeiro da autarquia pelos três anos de mandato. Na ocasião, foi eleito como vice-presidente do Conselho o procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges.

“Estamos reformulando os fluxos de trabalho interno e preparando o MT Prev para efetivamente ser a unidade gestora única da previdência do Estado, com a adesão dos poderes”, conta o presidente do MT Prev sobre o principal desafio da gestão. 

Ele explica que uma das metas é alcançar a certificação “pró-gestão RPPS”, que atesta boas práticas em Regimes de Previdência Própria. Apenas dois Estados possuem esse reconhecimento, e o objetivo é, que até o final do ano, o MT Prev seja qualificado.

Estudo atuarial

Foi aprovado pelo Conselho o estudo do déficit atuarial realizado em 2018, com base nos dados de 2017. O relatório realizado pela consultoria atuarial Exacttus aponta a expectativa de déficit de R$ 57 bilhões entre todos os poderes levando em consideração a taxa de juros de 4,5%. Déficit atuarial é a contabilidade realizada para estimar o saldo devedor da previdência de Mato Grosso nos próximos 75 anos.

“No ano de 2023, teremos mais aposentados que ativos no nosso sistema, principalmente na área do executivo. É uma situação preocupante, porque este não é o problema do servidor. É um problema do Estado, logo, da sociedade. É com essa responsabilidade que abordamos o problema”, aponta o governador Mauro Mendes, presidente do Conselho.  

O governador lembra ainda que em 2018 a contribuição de 11% da renda paga pelo servidor, mais os 22% de contribuição patronal, não foram suficientes para arcar com as aposentadorias e pensões do Estado. Ao todo, foram aportados pelos cofres públicos pouco mais de um bilhão de reais.

Conforme a atuária responsável pela consultoria, Wilma Gomes Torres, o relatório quantifica quanto o estado deve ter em caixa para pagar as aposentarias de todos os servidores públicos. A intenção é subsidiar gestores com informações para a tomada de decisão sobre como equacionar este déficit no futuro, de forma planejada. 

O Conselho de Previdência é o órgão de deliberação superior da Previdência Estadual, e tem por finalidade assegurar o regime de previdência de caráter contributivo e solidário, garantindo o equilíbrio financeiro e atuarial. É composto por representantes dos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, e representantes dos segurados.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Casos de infecções por coronavírus avançam e domingo fecha quadro com mais três mortes e 1464 atingidos

Publicado

 

.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (24), 1.464 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 40 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. As últimas três mortes envolveram dois residentes de Cuiabá e um de Cotriguaçu.

Os casos confirmados estão em Cuiabá (489), Várzea Grande (124), Rondonópolis (112), Primavera do Leste (71), Tangará da Serra (66), Barra do Garças (65), Lucas do Rio Verde (46), Sorriso (37), Confresa (35), Sinop (34), Rosário Oeste (34), Jaciara (25), Peixoto de Azevedo (21), Cáceres (19), Nova Mutum (18), Pontes e Lacerda (17), Alta Floresta (16), Querência (15),  Mirassol D’Oeste (10), Tapurah (9), Chapada dos Guimarães (9), Campo Verde (9), Vila Rica (7), Jangada (7), Campo Novo do Parecis (7), Aripuanã (7), Alto Araguaia (7), São Pedro da Cipa (6), São José dos Quatro Marcos (6), Sapezal (5), Pontal do Araguaia (5), Nova Ubiratã (5), Juína (5), Ribeirão Cascalheira (4), Matupá (4), Guarantã do Norte (4), Curvelândia (4), Acorizal (4), Rio Branco (3), Poconé (3), Nova Lacerda (3), Nossa Senhora do Livramento (3), Ipiranga do Norte (3), Conquista  D’Oeste (3), Água Boa (3), Vila Bela da Santíssima Trindade (2), Vale de São Domingos (2), Santo Antônio de Leverger (2), Rondolândia (2), Poxoréo (2), Pedra Preta (2), Juscimeira (2), Jauru (2), Dom Aquino (2), Cotriguaçu (2), Colíder (2), Canarana (2), Bom Jesus do Araguaia (2), União do Sul (1), Terra Nova do Norte (1), São José do Xingu (1), São José do Povo (1), São Felix do Araguaia (1), Santa Rita do Trivelato (1), Porto Alegre do Norte (1), Ponte Branca (1), Novo Mundo (1), Nova Xavantina (1), Nova Olímpia (1), Nova Monte Verde (1), Nobres (1), Marcelândia (1), Luciara (1), Lambari D’Oeste (1), Juara (1), Campos de Júlio (1), Alto Paraguai (1), Alto Garças (1), Alto Boa Vista (1), e residentes de outros Estados (28).

Nas últimas 24 horas, surgiram 101 novas confirmações em Acorizal (1), Alta Floresta (3), Barra do Garças (3), Campo Verde (1), Chapada dos Guimarães (2), Cuiabá (64), Primavera do Leste (8), Rondonópolis (5), Rosário Oeste (1), Sorriso (3), Tangará da Serra (6) e Várzea Grande (4).

Dos 1.464 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 844 estão em isolamento domiciliar e 460 estão recuperados. Há ainda 120 pacientes hospitalizados, sendo 58 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 62 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 265 leitos de UTI e 874 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,3% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,7% masculino; além disso, 427 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 5.068 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 195 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Até o último sábado (23), o Governo Federal confirmou 347.398 casos da Covid-19 no Brasil e 22.013 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, divulgado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizava 21.048 mortes e 330.890 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. Até o fechamento deste material, não foram atualizados os números deste domingo (24).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Sábado (23): Mato Grosso registra 1.363 casos de Covid-19

Publicado


.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (23.05), 1.363 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 37 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. 

Os casos confirmados estão em Cuiabá (425), Várzea Grande (120), Rondonópolis (107), Primavera do Leste (63), Barra do Garças (62), Tangará da Serra (60), Lucas do Rio Verde (46), Confresa (35), Sinop (34), Sorriso (34), Rosário Oeste (33), Jaciara (25), Peixoto de Azevedo (21), Cáceres (19), Nova Mutum (18), Pontes e Lacerda (17), Querência (15), Alta Floresta (13), Mirassol D’Oeste (10), Tapurah (9), Campo Verde (8), Vila Rica (7), Jangada (7), Chapada dos Guimarães (7), Campo Novo do Parecis (7), Aripuanã (7), Alto Araguaia (7), São Pedro da Cipa (6), São José dos Quatro Marcos (6), Sapezal (5), Pontal do Araguaia (5), Nova Ubiratã (5), Juína (5), Ribeirão Cascalheira (4), Matupá (4), Guarantã do Norte (4), Curvelândia (4), Rio Branco (3), Poconé (3), Nova Lacerda (3), Ipiranga do Norte (3), Nossa Senhora do Livramento (3), Ipiranga do Norte (3), Conquista  D’Oeste (3), Água Boa (3), Acorizal (3), Vila Bela da Santíssima Trindade (2), Vale de São Domingos (2), Santo Antônio de Leverger (2), Rondolândia (2), Poxoréo (2), Pedra Preta (2), Juscimeira (2), Jauru (2), Dom Aquino (2), Cotriguaçu (2), Colíder (2), Canarana (2), Bom Jesus do Araguaia (2), União do Sul (1), Terra Nova do Norte (1), São José do Xingu (1), São José do Povo (1), São Felix do Araguaia (1), Santa Rita do Trivelato (1), Porto Alegre do Norte (1), Ponte Branca (1), Novo Mundo (1), Nova Xavantina (1), Nova Olímpia (1), Nova Monte Verde (1), Nobres (1), Marcelândia (1), Luciara (1), Lambari D’Oeste (1), Juara (1), Campos de Júlio (1), Alto Paraguai (1), Alto Garças (1), Alto Boa Vista (1), e residentes de outros Estados (28).

Nas últimas 24 horas, surgiram 92 novas confirmações em Alta Floresta (1), Aripuanã (2), Barra do Garças (1), Campo Novo do Parecis (4), Campo Verde (1), Colíder (1), Confresa (7), Cuiabá (25), Jaciara (1), Jauru (1), Juara (1), Lucas do Rio Verde (5), Marcelândia (1), Pedra Preta (1), Pontal do Araguaia (1), Primavera do Leste (7), Ribeirão Cascalheira (2), Rondonópolis (4), Rosário Oeste (2), Santo Antônio do Leverger (1), Tangará da Serra (12), Várzea Grande (6), Vila Rica (1) e municípios de outros estados (4).

A área técnica da SES ainda esclareceu que dois casos foram reposicionados para o município de residência dos pacientes; um caso anteriormente notificado em Cuiabá foi contabilizado em Várzea Grande e outro de Lucas do Rio Verde foi para Cuiabá.

Dos 1.363 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 765 estão em isolamento domiciliar e 451 estão recuperados. Há ainda 110 pacientes hospitalizados, sendo 58 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 52 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 264 leitos de UTI e 875 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado. 

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,1% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,9% masculino; além disso, 401 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 4.927 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 230 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Até a última sexta-feira (22), o Governo Federal confirmou 330.890 casos da Covid-19 no Brasil e 21.048 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, divulgado pelo Ministério da Saúde, o país contabilizava 20.047 mortes e 310.087 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. Até o fechamento deste material, não foram atualizados os números deste sábado (23).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana