conecte-se conosco


Carros e Motos

Conheça os novos elétricos da Volkswagen, como o novo VW ID.3

Publicado


source
VW
Divulgação

A Volkswagen começa a entrega do modelo hatch ID.3 elétrico para consumidores europeus com una meta de 70 mil veículos/ano

A Volkswagen está prestes a iniciar as entregas do hatch VW ID.3 e, ao mesmo tempo, vai iniciar a produção do SUV IID.4 na Europa. São dois dos principais modelos da nova linha VW desenvolvida especialmente para serem elétricos. E devem ser os principais veículos eletrificados que poderão ser lançados pela empresa no Brasil a partir de 2022.

O VW ID.3 Pro-Performance, principal versão, está equipado com uma bateria de 58 kWh e sistema de tração traseira com 200 cv de potência. O modelo terá outras duas opções de baterias: 46 kWh ou 77 kWh, sempre com motor de 200 cv. A autonomia pode variar entre 330, 420 e 550 quilômetros, conforme a bateria. De acordo com a marca, é possível realizar em 30 minutos uma recarga para rodar aproximadamente 290 quilômetros.

VW
Divulgação

O CEO da VW, Herbert Driess, na foto com a filha, testou o ID.3 numa viagem de férias da Alemanha para a Itália

A montadora alemã vai produzir cerca de 70.000 veículos elétricos ID.3 este ano. Em julho, a VW entregou 150 carros elétricos ID.3 aos funcionários para um teste de resistência final antes da remessa aos clientes. Um dos testes foi realizado pelo presidente mundial da VW, Herbert Driess, que aproveitou o modelo ID3 para uma viagem de férias à Itália.

Agora, as atenções da montadora voltam-se também para o VW ID.4 , o futuro SUV elétrico da Volkswagen. Os seus dados já confirmados indicam a velocidade de 160 km/h, utilizando um motor elétrico de aproximadamente 200 cv de potência. O carro é capaz de rodar até 500 km com apenas uma carga.

VW
Divulgação

O SUV elétrico ID.4 terá sua produção iniciada neste segundo semestre na Europa para entrega no início de 2021

As suas dimensões mostram que ele mede: 4,59 m de comprimento, 1,85 m de largura, 1,63 de altura e tem entre-eixos de 2,76 m. A título de comparação, ele será um pouco maior que o Nivus, o mais recente lançamento da marca no segmento de utilitários esportivos.

O ID.4 terá também uma versão com tração integral no modelo chamado ID.Crozz. Será equipado com dois motores elétricos, sendo um para cada eixo, que vão possibilitar 302 cv e chegar a uma velocidade máxima de 180 km/h.

Os dois carros elétricos são os primeiros modelos com a nova linguagem de design da Volkswagen. Sem a necessidade de ter grades para ventilação, a dianteira é marcada pelos faróis que remetem a dois “olhos”, que piscam quando o proprietário se aproxima do veículo com a chave.

ID
Divulgação

O ID.Cross será um crossover esportivo de alto desempenho da linha de elétricos da Volkswagen

A Volkswagen vive um momento importante: a construção da “Nova Volkswagen,” depois dos problemas enfrentados pela empresa nas emissões de poluentes de seus veículos diesel. “Essa mudança busca desenvolver produtos, soluções de mobilidade e novos negócios que definam tendências. A sigla ID representa um “rebranding” da marca”, diz a empresa.

A Volkswagen confirmou as vendas do VW ID.3 e do ID.4 na Europa, na China e nos Estados Unidos. Por ora, oficialmente ainda não anunciou os veículos na América Latina. Resta saber se as inovações tecnológicas, principalmente com dois veículos eletrificados chegarão de forma mais rápida para os consumidores brasileiro.

Fonte: IG CARROS

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

Veja opções para que motoristas de aplicativo tenham mais lucro

Publicado


source
Uber
Divulgação

Uber é um dos aplicativos mais populares de mobilidade do mundo e vem apresentando novas soluções sobre mobilidade

Os aplicativos de transporte mudaram completamente o curso da indústria automotiva nacional. Muitas pessoas não sentem mais a necessidade de ter um carro, e optam por viagens compartilhadas no Uber, 99 Taxi e Cabify.

Essa nova dinâmica de mercado criou a “terceirização da terceirização”. Hoje, a maioria dos motoristas de aplicativo preferem alugar um carro para fazer as corridas. Mas será que isso realmente vale a pena? Os analistas da Corta Juros, empresa que trabalha com recuperação de crédito, enumeram os tópicos que devem ser considerados para melhorar o lucro.

A Corta Juros divulga que 60% de seus clientes são motoristas de aplicativo, sendo a maioria dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo. Estes profissionais, normalmente, são endividados com as parcelas do carro.

Veículo quitado

Se o veículo for financiado, a melhor atitude que um motorista pode tomar é quitá-lo o mais rápido possível. As parcelas elevadas somadas às taxas de juros abusivos deixam os profissionais sem margem de lucro.

Aluguel pode potencializar lucro

Lady Driver
Divulgação

Entre os aplicativos de corrida, o Lady Driver é exclusivo para mulheres e tem apresentado boa aceitação no mercado

Dá para lucrar mais com o serviço dos aplicativos alugando um veículo. Se o motorista preferir atender clientes de maior poder aquisitivo, basta alugar um veículo de categoria superior. Dessa forma, o profissional poderá completar mais corridas ao aeroporto – que costumam ser mais caras – e atuar em regiões mais abastadas.

O automóvel alugado pode ser melhor, pois a locadora faz a manutenção e quita o seguro. Atualmente, diversas locadoras têm oferecido planos especiais para motoristas de aplicativo. Neles, é possível pagar por seguros mais abrangentes, ter preços mais baixos pela diária e até mesmo alugar por períodos maiores, o que reduz o preço.

Entenda o trabalho

Você pretende trabalhar efetivamente como motorista de aplicativo ou é apenas um recurso para manter a renda enquanto procura outro emprego? Se pretende entrar nesta profissão em definitivo, alugar um carro poderá não valer tanto a pena a longo prazo.

Segundo a Corta Juros, quem pretende trabalhar como motorista de app deve juntar dinheiro para dar uma boa entrada no veículo próprio. Dessa forma, as parcelas serão suavizadas. Ter poucas ou nenhuma parcela para pagar pode ser vantajoso para o profissional.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Buggy elétrico brasileiro eiON está próximo de entrar em produção

Publicado


source
Buggy elétrico eiON
Divulgação

Buggy elétrico eiON projetado e desenvolvido no Brasil será o primeiro modelo do gênero no País com plataforma própria


O primeiro buggy elétrico brasileiro está prestes a entrar em produção comercial. De acordo com a startup curitibana eiON, fundada em 2018 e que desenvolveu o modelo de mesmo nome, a empresa está finalizando a estruturação para a produção do veículo em escala comercial.



Apesar de o buggy eiON  ter sido projetado inicialmente para atender resorts e o ecoturismo, ele foi projetado para ser usado também em vias públicas. Com 3,35 m de comprimento e 1,795 m de largura e entre-eixos de 2,01 m, o iON é montado sobre uma plataforma própria e será capaz de levar até cinco ocupantes.

De acordo com o site do fabricante , serão três versões (Econômica, Padrão e Luxo), que vão se diferenciar principalmente pelos pacotes de bateria que garantem uma autonomia de cerca de 150, 250 e 500 km, respectivamente. Ainda segundo a eiON, apenas as células de íons de lítio usadas nas baterias não são de produção nacional.

Além de uma parceria com a fabricante catarinense de motores elétricos WEG, a eiON anunciou recentemente um acordo com a gaúcha FuelTech, empresa especialista no desenvolvimento de equipamentos eletrônicos para carros e que se tornou parceira da startup para o desenvolvimento de kits de conversão de modelos a combustão em elétricos.

Recentemente, o buggy eiON foi selecionado entre as dez finalistas do 1º Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo, que irá garantir para o vencedor uma viagem para Madri (Espanha) para um programa de treinamento.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana