conecte-se conosco


Carros e Motos

Conheça a outra Kombi dos alemães

Publicado

Motor Show


Van Tempo Matador bege
Reprodução/Twitter

Tempo Matador foi produzido entre 1949 e 1952 com motor 1.1 de apenas 25 cv, sob op banco dianteiro


O hatch Gol foi equipado em seu lançamento, em 1980, com o motor VW a ar na dianteira. Mas não foi o único. No início dos anos 1950, a fabricante alemã Tempo produzia o Matador, que tinha uma proposta semelhante a da Kombi e usava o propulsor do utilitário da VW também posicionado na parte da frente do veículo.

LEIA MAIS: Kombi faz 60 anos: relembre versões icônicas que já foram vendidas no Brasil

O Matador foi produzido entre 1949 e 1952, nas carroceria picape e furgão. O motor 1.1 de 25 cv era posicionado sob o banco dianteiro e ficava atrás do tanque de gasolina (que ficava sob o para-brisa). Apesar da pouca potência, o fabricante destacava que a capacidade de carga do modelo era de 1.000 kg. Mais um ponto que aproximava a Kombi e o modelo da Tempo…

Essa semelhança entre o utilitário feito em Hamburgo e o carro produzido pela VW começou a incomodar a direção da fábrica de Wolfsburg, que não renovou o contrato de fornecimento de motores. Sem os propulsores, a Tempo interrompeu a produção do Matador “VW” após apenas 1.362 unidades.

Leia Também:  Renault Zoe 2019: primeiras impressões do modelo elétrico na cidade

LEIA MAIS: Volkswagen confirma que vai produzir a nova geração da Kombi

Mesmo assim, a VW, que fabricava a Kombi, não conseguiu matar o Matador. Usando motores fornecidos por outras empresas (como a britânica Austin) e sofrendo várias reestilizações, o Matador sobreviveria a duas fusões empresariais (primeiro com a compra da Tempo pela Hanomag, depois com a aquisição da Hanomag pela Mercedes-Benz) e sairia de linha apenas em 1977, já como Mercedes-Benz L 206 D.

Fonte: IG Carros
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Carros e Motos

Flagra! Citroën C4 Cactus ganhará edição comemorativa Origins

Publicado

Citroën C4 Cactus
iG Carros

Citroën C4 Cactus: detalhes são discretos, porém perceptíveis aos olhos mais atentos

O Citroën C4 Cactus ganhará uma nova versão comemorativa, em alusão aos 100 anos de história da fabricante francesa. Ainda que as minúcias sejam muito discretas, não escaparam dos olhos atentos do leitor que nos enviou as imagens. Assim como na edição Origins da Europa, o modelo brasileiro ganhará alguns detalhes de tonalidades diferentes.

LEIA MAIS: Vaza primeira foto oficial do novo Renault Captur

Na dianteira, o revestimento plástico dos faróis de neblina foi pintado de bronze, assim como parte dos acabamentos nos retrovisores. Da mesma forma, as rodas de liga leve foram finalizadas em preto brilhante. Ainda que o modelo flagrado pelo leitor seja branco, a Citroën disponibiliza o C4 Cactus Origins nas cores Branco Ice, Branca Pearl, Cinzento Steel, Cinzento Platinum e Preto Obsidian em Portugal.

LEIA MAIS: Projeção antecipa detalhes de nova picape intermediária da Chevrolet

O SUV deverá chegar nas concessionárias em algumas semanas, provavelmente baseado na versão topo de linha. Neste caso, o motor 1.6 THP do Citroën C4 Cactus entrega 173 cv de potência e 24,5 kgfm de torque.

Leia Também:  Sedãvendido na China dá pistas de como ficará interior do novo Prisma

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros e Motos

Mitsubishi L200 pode ganhar nova versão esportiva no exterior

Publicado

Mitsubishi L200 Triton Absolute
Divulgação

Mitsubishi L200 Triton Absolute, versão conceitual mostrada na Tailândia, conhecido como o país das picapes

Conforme apurado pelo site australiano Car Advice, a Mitsubishi estaria preparando uma versão mais esportiva da L200 Triton para bater de frente com a Ford Ranger Raptor. O modelo japonês atualmente não é vendido no mercado americano, portanto, faz sentido que a Mitsubishi esteja arquitetando uma investida oficial baseada no conceito Triton Absolute – mostrado no Salão de Bangkok (Tailândia).

LEIA MAIS: Mitsubishi antecipa detalhes da linha 2020 do ASX com novo visual

Em comparação com o modelo convencional, a nova vertente off-road da Mitsubishi L200 traz pneus graúdos, suspensão exclusiva e barras de iluminação em LED. Rack de teto, anteparos dianteiro e traseiro e tampa da caçamba feita de fibra de carbono também se fazem presentes. O visual agressivo utiliza os mesmos critérios de picapes extremas, como a própria Ranger Raptor ou a Hilux Rugged X.

Vale dizer que a nossa Mitsubishi L200 tem muitas diferenças em relação ao modelo tailandês. Feita em Catalão (GO), a picape brasileira não ganhou a frente da Pajero Sport nesta geração. Portanto, no Brasil, não há chances dessa nova versão radical da L200 ser lançada.

De acordo com o Car Advice, o modelo de produção terá poucas diferenças em relação ao conceito mostrado em Bangkok. A publicação também sugere que a mecânica deverá continuar a mesma, com alguns upgrades na parte de suspensão e novos componentes para uso extremo.

Leia Também:  Renault Zoe 2019: primeiras impressões do modelo elétrico na cidade

LEIA MAIS: Levantamos poeira ao volante da nova  picape Mitsubishi L200. Veja vídeo

Vale lembrar que o registro de patentes não significa necessariamente que um veículo será lançado, mas oferece algumas pistas sobre as intenções das fabricantes. A fonte do Car Advice também apontou que o conceito Mitsubishi L200 Absolute está sendo apresentado em várias concessionárias australianas, sendo este mais um entre os fatores que apontam para a produção. para alguns mercados específicos.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana