conecte-se conosco


Meu Pet

Conheça a história de Olívia, cadela com mobilidade reduzida famosa no Insta

Publicado

source

Alguns animais nascem com problemas genéticos ou sofrem acidentes ao longo de suas vidas, fazendo com que precisem de cadeira de rodas para se locomover. E, assim como para os humanos, muitos lugares não estão adaptados para a movimentação desses pets. Para conhecermos um pouco do dia a dia dos animais com mobilidade reduzida conversamos com Mariana Oliveira, tutora da Olívia, uma golden retriever.

Leia também: Como escolher a tatuagem e outras formas para eternizar o animal de estimação

A cadela e sua dona moram em Sorocaba, interior de São Paulo, mas Olívia não fez parte da família desde filhote. “Ela caiu de uma laje de 7 metros e perdeu os movimentos de três patas. Seus antigos donos a abandonaram para eutanásia”, conta Mariana. “Quando vi a história dela no Instituto Luisa Mell não resisti. Não parei de pensar na Olívia.”

cadela com cadeira de rodas arrow-options
Instagram/ oliviagoldenespecial

Olívia é uma cadela com mobilidade reduzida que foi deixada por seus antigos donos para ser eutanasiada


Quando conseguiu adotar a golden , Mariana já teve que encarar uma dificuldade: a cadeira de rodas era muito cara, e ela teve que se virar como pode para adquiri-la. “Vendemos rifa e abrimos uma vakinha nas redes sociais, o que nos ajudou muito”, explica.

Leia Também:  Cadela abandonada que ficou cega ganha fãs em rede social

Durante a adaptação à cadeira de rodas, a pet precisou ser treinada para erguer o pescoço, e  em casa ela não fica 100% do tempo utilizando o aparelho. “Não é tão simples quanto parece. Ela tinha que entender que a cadeirinha era para o momento de passear e brincar com os outros cães”, conta a dona.

Para mantê-la saudável os cuidados são muitos. Fisioterapia, adestramento, acupuntura e ozônio, tudo isso para que Olívia tenha uma vida normal. “Infelizmente não são em todos os lugares que podemos ir com ela, em alguns as rodas travam, como areia e pedras. Mas tentamos ao máximo buscar os melhores lugares pra ela se divertir”, diz Mariana, reforçando a importância da cadeirinha.

Na hora de fazer as necessidades, Mariana faz compressão e estímulos na Golden. Já o banho ela prefere dar em casa, e quando não pode, leva Olívia em um pet shop de confiança em que possa participar da limpeza de seu animal de estimação .

Leia também: Diferenças entre o staffordshire bull terrier e o american staffordshire terrier

Até hoje os gastos são muitos, mas a oportunidade de salvar a vida de Olívia valeu a pena. É possível ver a felicidade em todas as fotos de seu Instagram @oliviagoldenespecial. Lá Mariana compartilha com mais de 62 mil seguidores o dia a dia da cadela , entre diversões e dificuldades.


Infelizmente não é a realidade de todos poderem adquirir uma cadeira de rodas adaptada para o pet, e isso acaba culminando no abandono e eutanásia de grande parte dos cães e gatos que possuem alguma deficiência.

Fonte: Canal do Pet
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Meu Pet

Saiba quais são os cuidados necessários com filhotes de calopsita

Publicado

source

A chance de calopsitas fêmeas e machos que convivem no mesmo espaço se reproduzirem é alta. Por isso, os donos que têm essa realidade em casa devem estar sempre preparados para a chegada de filhotes , mesmo que essa ave cuide muito bem das crias. 

calopsita no ninho arrow-options
Shuttersock

As calopsitas costumam se reproduzir com facilidade

Marta Brito Guimarães, veterinária e diretora do Grupo VetWings, explica que a preparação deve começar antes mesmo do nascimento dos filhotes de calopsita . “O ideal é que a visualização dos ovos no ninho seja sempre no mesmo horário para evitar que o casal tenha estresse. Esse condicionamento da ave com a visualização permitirá que o dono acompanhe o desenvolvimento do filhote e saiba se ele está sendo alimentado pelos pais.” 

Leia também: Como escolher o melhor nome para calopsita?

Com as visitas diárias ao ninho, é possível ter uma ideia de quando os filhotes vão nascer apenas observando os ovos. “O nascimento ocorre através da bicagem da casca do ovo pelo filhote, então a casca fica rachada ou mesmo quebrada no local onde encontra-se o bico. A eclosão costuma acontecer de 18 a 23 dias após a postura dos ovos”, conta a Dra. Marta. 

Leia Também:  Shopping em São Paulo inaugura banco de doação de sangue animal

O indicado é aguardar o nascimento natural, ou seja, não ajudar na quebra do ovo e deixar que o filhote saia sozinho. Quando a calopsita está pronta para nascer é possível até escutar piados, mas é preciso ter paciência e esperar. 

filhotes de calopsita no ninho arrow-options
Shuttersock

Os filhotes de calopsita devem quebrar o ovo sozinhos

Após o nascimento, a responsabilidade do dono é manter a área onde as aves ficam sempre limpa e acompanhar de perto o desenvolvimento dos filhotes. A Dra. Marta explica que a alimentação deve ser dada preferencialmente pelos pais, por isso é importante fornecer comida adequada e de qualidade para eles. Caso o casal não esteja dando conta do recado, o dono deve fornecer papas para filhotes com a orientação de um veterinário especializado. 

Leia também: Brinquedos para calopsita são importantes para a saúde da ave

A garantia de saúde das novas aves está diretamente ligada à condição de saúde dos pais. Assim, a avaliação constante das calopsitas por um veterinário e exames que podem ser feitos no casal para a prevenção de doenças infecciosas são importantes. 

Leia Também:  4 sinais de que seu cachorro tem TOC e como tratá-lo

A partir de 1 mês e meio de vida os filhotes de calopsita se tornam mais independentes. O indicado é deixar a comida dos adultos disponível antes desse tempo, para que eles aprendam gradativamente a se alimentar observando os pais. 

Fonte: Canal do Pet
Continue lendo

Meu Pet

Mulher pede fotos de gatos do mundo todo para presentear marido

Publicado

source

“Meu marido e eu amamos gatos e nosso aniversário de cinco anos de casamento está chegando. Eu queria fazer um álbum com fotos de gatos de todo o mundo ao lado de uma plaquinha que diz de onde eles são, seus nomes e talvez uma frase engraçada sobre eles”, foi o pedido que Talia Baxter fez em diferentes grupos de amantes de gatos no Facebook. 

Para que a ideia inusitada que dependia da boa vontade das pessoas desse certo, Talia ainda argumentou para convencer os donos a tirarem a foto. “Espero que não gaste muito o seu tempo, mas a foto do seu gato será preciosa para esse presente”, disse. 

Leia também: Motociclista para trânsito para salvar gato perdido em estrada

Os apelos deram certo e muitas fotos foram enviadas. Veja algumas delas: 

gato ao lado de plaquinha arrow-options
Reprodução

Foto de gato enviada para Talia

Tradução do que está escrito na plaquinha acima: “Shawn, o amor da Talia por você é tão grande que me alcançou em Marysville, Califórnia – Demetria Von Cheddar. Obs: eu mio muito alto”.

Tradução do que está escrito na plaquinha acima: “Shawn, Lucky Boy Chicken Sandwich acordou do seu sono para te dar um oi de Marietta, Geórgia. Ele pode voltar a dormir agora?”.

Leia também: Mulher ganha cupcakes com formato do focinho de seus cães

gato ao lado de placa arrow-options
Reprodução

Foto de gato enviada para Talia

Tradução do que está escrito na plaquinha acima: “Shawn, o amor da Talia por você é tão grande que me alcançou em Louisville, Kentucky – Com amor, Paul. Obs: Sou um sobrevivente do câncer”. 

Talia conseguiu fotos de gatos que moram em diferentes estados americanos e até de outros países como Austrália, Alemanha, Nova Zelândia e Brasil. 

Fonte: Canal do Pet
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana