conecte-se conosco


Geral

Conferência Municipal Sobre o Modal de Transporte inicia nesta quinta-feira e possibilita debate técnico

Publicado

“Começa nesta quinta-feira, dia 7 de julho, uma iniciativa de alto nível, com representantes de instituições sérias e de reconhecimento nacional. O espaço será utilizado para apresentar as vantagens e desvantagens entre os dois modais de transporte para a nossa capital e a cidade vizinha, Várzea Grande. São mais de 215 mil pessoas que utilizam o sistema público de transporte todos os dias e, necessariamente, as discussões precisam passar por quem aqui vive. Não podem ser alijadas do processo. O nível que essa discussão alcançou transcende a possibilidade do Governo do Estado ou do Município tomar essa decisão de forma isolada”. A afirmação é do prefeito Emanuel Pinheiro  sobre a  Conferência Municipal Sobre o Modal de Transporte Público (VLT X BRT). A abertura do evento está programada para às 8h30, no auditório da Associação Matogrossense dos Municípios (AMM).

Pinheiro destacou que o encontro  irá possibilitar saber a real eficácia dos modais e que a participação popular está garantida. Após cada apresentação de convidados, será aberto o espaço para indagações.

A iniciativa reunirá a Prefeitura de Cuiabá, Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Prefeitura Municipal de Várzea Grande, Câmaras Municipais de Cuiabá e Várzea Grande, Federação do Comércio de Bens e Serviços, Associação Latino Americana de Ferrovias, Associação Brasileira de Indústria Ferroviária (Abifer), Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Regional de Arquitetura, além da sociedade civil organizada, entre outros convidados. Ao longo do dia serão mais de oito horas de discussões.

Confira a programação: 

 

Data: 07/07/2022

Horário:  Período Matutino: 8h às 12h

Período Vespertino: 14h às 18h

O evento será dividido em duas partes: política e técnica

 

8h30 – Início – composição da mesa de autoridades – breve relato sobre a situação do VLT e do BRT – o que se propõe a conferência.

Boas-vindas – Emanuel Pinheiro

 

  1. Poder Executivo de Cuiabá, representante Prefeito Emanuel Pinheiro.

9h – 9h20

 

  1. Poder Executivo de Várzea Grande, representante do prefeito Kalil Baracat –  Enodes Soares Ferreira – assessor técnico

9h20 – 9h40

 

  1. Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso, representante dep. Eduardo Botelho;

9h40 – 10h

 

 

  1. Câmara Municipal de Cuiabá, representante Presidente Juca do Guaraná;

10h – 10h20

 

 

Coffebreak – 10h20 – 10h40

 

 

  1. Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de MT (CREA); André Schuring

10h40 – 11h

 

  1. Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso – Fecomércio; representante José Wenceslau de Souza Júnior;

11h – 11h20

 

  1. Federação Mato-grossense das Associações de Moradores de Bairros (Femab), representante Walter Arruda;

11h20 – 11h40

 

Almoço – 12h – 14h

 

Tarde (14h) – Técnica – tempo: 20 min + 10min

14h – Retomada – Painéis técnicos

 

  1. Ex-secretário da Secretária Nacional de Mobilidade e Serviços Urbanos / secretário geral da Associação Latino-Americana de Ferrovias (ALAF), representante Jean Pejo;

14h – 14h30

 

Abrir para perguntas – 10min

 

  1. Secretário Municipal de Mobilidade Urbana – SEMOB/MT, representante Juares Samaniego;

14h40 – 15h10

 

Abrir para perguntas – 10min

 

Coffebreak – 15h20 – 15h40

 

  1. Presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer), representante Vicente Abate;

15h40 – 16h10

 

Abrir para perguntas – 10min

 

  1. Diretor de Implantação e Planejamento – VLT Rio de Janeiro, representante José Picolli Neto – ONLINE

16h20 – 16h50

 

Abrir para perguntas – 10min

 

  1.  Vice-presidente do Sindicato Interestadual da Indústria de Materiais e Equipamentos Ferroviários e Rodoviários (Simefre) – representante Mássimo Giavina – ONLINE

17h – 17h30

 

Abrir para perguntas – 10 min

 

17h40 – Encerramento

 

Convidados:

 

  1. CREA- Conselho Regional de Engenharia e Agronomia; representante Juarez Samaniego;

 

  1. CAU- Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso, representante André Nor

 

  1. UFMT- Universidade Federal de Mato Grosso; representante Professor Evandro Aparecido Soares da Silva

 

  1. IFMT, Instituto Federal de Mato Grosso, representante Diretor Júlio César Santos

 

  1. FIEMT – Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso, representante – Gustavo Pinto Coelho de Oliveira

 

  1. SINDUSCON – Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso

 

  1. CDL – Câmara de Dirigentes Logistas, representante Nelson Soares

 

  1. FECOMÉRCIO- Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso; representante José Wenceslau de Souza Júnior

 

  1.  UCAMB, – União das Associações de Moradores dos Bairros de Cuiabá (Ucamb) representante Édio Martins

 

  1.   FEMAB, Federação Mato-grossense de Associações de Moradores de Bairros, representante Walter Arruda;

 

  1.  OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, representante Gisela Cardoso;

 

  1. UNIVAG – Universidade de Várzea Grande, representante Professor Doutor Drauzio Antônio Medeiros

 

  1. UNIC – Universidade de Cuiabá, representante Maria Angélica Motta da Silva Ester

 

  1.  MPE – Ministério Público Estadual, representante Procurador Geral de Justiça José Antônio Borges Pereira;

 

  1. MPF – Ministério Público Federal, representante Antônio Augusto Brandão de Aras

 

  1.  CRECI – MT, Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Mato Grosso (CRECI/MT) professor Benedito Odário

 

  1. ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DE CUIABÁ – ACC, representante Jonas Alves

 

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Servidor do TJ que desviava dinheiro para pagamento de perícia é condenado a perda de cargo público

Publicado

Pitágoras de Arruda trabalhava como assessor de um juiz e foi preso em 2018

O servidor do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Pitágoras Pinto de Arruda, foi condenado à perda de cargo público no próprio órgão por desvio de dinheiro do Poder Judiciário através de pagamentos de honorários de psiquiatra, no Fórum de Cuiabá. A decisão é da juíza da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, Ana Cristina Mendes, e foi publicada nesta segunda-feira (8).

Além da perda de emprego público, o servidor foi condenado a 3 anos e 2 meses de prisão em regime aberto, substituída por duas penas restritivas de direito, como a prestação de serviços comunitários, que ainda serão estabelecidos pela Justiça.

O esquema veio a tona em abril de 2018 com a deflagração da “Operação Regresssus”, da Polícia Judiciária Civil. A fraude, tanto do desvio do dinheiro quanto os documentos falsos, foi denunciada à Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) pelo juiz da Segunda Vara Criminal, Geraldo Fidélis.

Pitágoras trabalhou como assessor de Fidelis por sete anos e foi desligado da Vara no final de janeiro de 2018, depois que o magistrado identificou as fraudes e os desvios. Ele confessou ter desviado R$ 28,1 mil de uma conta bancária utilizada pela Vara de execuções penais para pagamento de pericias judiciais e devolveu a quantia em juízo.

A beneficiaria dos valores era a mãe do servidor, que recebeu entre 2016 e 2018. Foram feitos 10 pagamentos em nome dela que chegaram a R$ 26 mil. Servidor concursado como técnico judiciário do TJMT e de confiança, Pitágoras utilizava da senha pessoa do juiz para cometeras fraudes. Ele justificava as transferências como se elas fossem pagamentos para psiquiatras realizarem exame criminológico nos casos de progressão de regime.

Mesmo Pítágoras admitindo as irregularidade e devolvendo os valores desviados, a juíza Ana Cristina decidiu pela sua exoneração do serviço público.

 

 

 

 

Continue lendo

Geral

Adolescente e criança são monitorados por suspeita de varíola de macacos; Cuiabá tem duas confirmações

Publicado

Pacientes monitorados são de Rondonópolis

G1– Dois casos de varíola dos macacos são investigados em um adolescente de 13 anos e uma criança de 8 anos em Rondonópolis, ( 218 km de Cuiabá). De acordo com Secretaria de Saúde do município, os pacientes estão com sintomas leves da doença.

Ao todo, Rondonópolis possui três casos suspeitos de varíola dos macacos. O outro paciente é um homem de 48 anos que também está com sintomas leves.

Segundo a secretaria, os pacientes realizaram exames e aguardam os resultados.

O município de Sorriso (402 km de Cuiabá), também acompanha um caso suspeito de varíola dos macacos desde o dia 4 deste mês. Segundo o município, o paciente procurou atendimento médico ao apresentar sintomas, após retornar de viagem de uma região com casos confirmados.

Ainda há a investigação de outros dois casos suspeitos em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

Casos confirmados

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) confirmou dois casos positivos em Cuiabá. Os pacientes eram monitorados desde o dia 28 de julho. Os dois casos envolvem homens de 39 e 40 anos, que estiveram fora da cidade e apresentam sintomas leves da doença.

Conforme a secretaria, os dois pacientes suspeitos apresentaram lesões características da doença, mas sem nenhuma complexidade. Os dois indivíduos estão em isolamento até o desaparecimento completo das lesões.

 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana